terça-feira, 30 de junho de 2015

Técnico Cuca pode ser anunciado pelo Flamengo!

Os dias de Cristóvão Borges no Flamengo podem estar contados.

A derrota para o Vasco na última rodada deixou o treinador em situação delicada. Não se fala abertamente em demissão, mas o jogo contra o lanterna Joinville pode selar o destino do técnico.

Além das 4 derrotas em 6 jogos, Cristóvão não conseguiu encontrar a formação ideal.

Nos bastidores os comentários dão conta de que o time ‘não anda’ e ‘não existe padrão tático’.

Se a opção for trocar de treinador pela oitava vez em dois anos, o nome de Cuca é prioridade no Flamengo.

E a tarefa não deverá ser tão complicada assim.

A Federação Chinesa de Futebol anunciou a suspensão do treinador do Shandong Luneng por sete meses por causa de uma briga na partida contra o Guizhou Renhe em 4 de junho.

Cuca foi agredido pelo auxiliar Zhan Wei e revidou com socos e pontapés nos vestiários.

Além do prejuízo físico, Cuca ainda terá que pagar multa de 140 mil iuans chineses (cerca de R$ 70 mil).

O técnico trabalhou no Flamengo em 2005 e 2009. Na última vez foi campeão estadual.

Fonte: Bruno Voloch

segunda-feira, 29 de junho de 2015

Flamengo ultrapassa Santos e conquista o 6º lugar nas adesões de sócios torcedores (1.980 sócios em 1 semana)

Flamengo ultrapassa Santos nas adesões de sócios torcedores, com 58.960 associados e conquista a 6ª colocação, incrível a marca do Flamengo, em uma semana quase 2.000 sócios aderidos.
Parabéns a torcida do mengão.

Flamengo fará limpeza no futebol, como em 2014



Está difícil aguentar um zagueiro lento como Wallace, laterais fraquíssimos como Pará e Anderson Pico e vários atacantes com mesmo estilo sem poder de definição.

Meu time ideal com atual elenco: 
Paulo Victor
Paulinho
Samir
Marcelo
Armero
Cáceres
Jonas
Canteros
Marcelo Cirino
Emerson Sheik
Paolo Guerrero

(opinião do blog flamengo-noticia).

O panorama já não era de extrema leveza na Gávea, mas a derrota de 1 a 0 para o Vasco fez o clima ferver de vez nos bastidores do Flamengo. Diante do desempenho pífio no Campeonato Brasileiro, com seis derrotas em nove jogos, a diretoria cobrou integrantes do futebol de forma pesada após o revés deste domingo. O clube estuda, inclusive, repetir a “limpeza” feita em 2014, quando André Santos e Elano acabaram dispensados, além do técnico Ney Franco. Há possibilidade de afastamento de jogadores em caso de insucesso diante do Joinville, na quarta-feira. O diretor executivo de futebol, Rodrigo Caetano, também sofre forte pressão.

Caetano foi cobrado por mudança de postura do elenco para a sequência do Campeonato Brasileiro. A conversa nos bastidores do clube indica que, caso o diretor não haja com maior firmeza na mudança de rumos, “o resultado poderá cair na conta dele”. Por enquanto, a tendência é que o técnico Cristóvão Borges permaneça no cargo pelo menos até o jogo contra o Joinville, quarta-feira, em Santa Catarina. A delegação segue nesta segunda diretamente de Cuiabá para o local da partida, sem passar pelo Rio.

A diretoria rubro-negra entende que tem faltado comprometimento do elenco com os resultados no Campeonato Brasileiro. Nas últimas semanas, uma foto de um grupo de jogadores do elenco com cervejas nas mãos vazou em redes sociais e causou extremo desconforto interno e causou cobranças por maior preservação com imagem e comprometimento.

Depois da derrota no clássico deste domingo diante de um Vasco que ainda não tinha batido nenhum adversário, o tom da cobrança subiu, com garantias de que todos integrantes do futebol estão sob risco. A análise é de que o grupo, mesmo antes das chegadas de Sheik e Guerrero, deveria disputar posições na metade superior da tabela.

Atualmente, o Flamengo é o primeiro clube na zona de rebaixamento, em 17º lugar, com sete pontos em nove rodadas.

Fonte: Espn

domingo, 28 de junho de 2015

Que diferença! Delegação do Vasco não vê recepção dos torcedores em Cuiabá

Torcedores do Flamengo recebendo os jogadores; e torcida do Vasco sem acesso aos jogadores 
Mesmo com o Vasco na zona de rebaixamento, cerca de 50 torcedores foram até o Aeroporto Marechal Rondon, em Cuiabá (MT), para receber a delegação do Vasco, que enfrenta o Flamengo neste domingo. O clássico será na Arena Pantanal e, apesar do apoio de quem cantava, jogadores e comissão técnica passaram por uma saída alternativa e não estiveram no saguão.

Várias pessoas com crianças, bandeiras e uniformes do Cruz-Maltino chegaram ao aeroporto por volta das 17h (local, uma hora a menos que o horário de Brasília) e tentaram alcançar os jogadores, mas não conseguiram.

– Eu cheguei aqui cedo para ver se conseguia um autógrafo ou uma foto com o pessoal do Vascão – disse o comerciante Gustavo Dias.

Em seguida, os torcedores tentaram alcançar o ônibus que levou os jogadores ao hotel, mas foi em vão. O time treinou em São Januário, na manhã deste sábado, antes da viagem. O Clássico dos Milhões será na Arena Pantanal, e começa às 18h30, pelo horário de Brasília.

Recepção aos jogadores do Flamengo
Já em relação à chegada dos jogadores do Mengão, cerca de 500 torcedores estiveram no Aeroporto Internacional Marechal Rondon, em Cuiabá, para receber o Flamengo na noite desta sexta-feira. Ansioso pela chegada dos jogadores e da comissão técnica, o grupo gritou e cantou músicas para embalar o time, que está na zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro e enfrenta o Vasco neste domingo, na Arena Pantanal.

A grande quantidade de gente também deu trabalho ao Flamengo. A princípio estava prevista a saída do ônibus direto de dentro do aeroporto, mas dirigentes optaram por passar pelo saguão, em contato direto com a torcida. Só que, como o policiamento era pouco no local, os próprios torcedores tiveram de abrir um corredor para a passagem dos atletas, para evitar que retomassem a ideia inicial de não passar no saguão. Isso levou alguns minutos.

Fonte: Lancenet

A seis meses de ficar livre, Cáceres se valoriza na Copa América e tem sondagens (Itália, China e Qatar)

Enquanto sofre com as ausências de Armero e Guerrero, ainda na Copa América, o Flamengo vê outro importante jogador se destacar na competição e atrair interesse. O volante Cáceres tem sondagens da China, da Itália e do Qatar e pode assinar um pré-contrato com outro clube em dezembro e sair de graça, já que seu contrato termina em meados de 2016.

A intenção do Flamengo é iniciar as conversas para uma renovação depois da competição sul-americana. O jogador, por sua vez, tem vontade de permanecer no Rubro-negro, e seu agente, Fábio Pinto, só pretende levar ao Flamengo as propostas oficiais, que a diretoria afirma não ter recebido.
— Não tivemos nenhum tipo de proposta até agora. Se surgir alguma, vamos avaliar junto com o jogador. Ele é muito profissional. Está nos planos — garantiu o diretor executivo de futebol, Rodrigo Caetano.

Com 1,87m e característica que o confunde com um zagueiro, Cáceres não tem um substituto à altura no Flamengo. O técnico Cristóvão logo o colocou no time quando chegou, enquanto na seleção paraguaia o volante é capitão e foi poupado para disputar as quartas de final da Copa América contra o Brasil, no sábado.

Depois de encerrada a participação na Copa América, Cáceres volta ao Flamengo para a disputa do Brasileiro e concorrerá com Jonas e Márcio Araújo por uma vaga. Se depender do comprometimento, o jogador deve retomar a condição de titular.

— A gente conta com ele, tem uma liderança importante, é comprometido, admirado por todos no clube, e pelo torcedor, pela garra — elogiou Caetano, sem demonstrar ansiedade para renovar o contrato de Cáceres. O jogador pode retornar na próxima semana em caso de eliminação do Paraguai.

Fonte: O Globo

Flamengo enfrenta o lanterninha do Brasileirão

Fonte: Falando de Flamengo

Um clássico disputado em clima de desespero. Esse é o cenário do duelo entre Vasco e Flamengo, que se enfrentam neste domingo, às 18h30, na Arena Pantanal, em Cuiabá (MT), pela nona rodada do Campeonato Brasileiro. Ambos ocupam o Z4. O Rubro-Negro voltou ao grupo de queda com a derrota de 2 a 0 para o Atlético-MG, que o manteve estacionado com sete pontos. O Cruzmaltino vive um drama maior. Após perder de 2 a 1 para o Sport despencou para a lanterninha com apenas 3 pontos.

O time perdeu os últimos cinco jogos e não sabe o que vencer neste Brasileirão. O técnico Doriva não resistiu aos tropeços e deixou o clube para a chegada de Celso Roth, que vai estrear. Ciente da necessidade de começar com vitória sua caminhada no Vasco, Celso Roth procura olhar o lado positivo de estrear logo em um clássico. “Trata-se de um clássico, de um jogo muito importante para o Vasco e da possibilidade de iniciarmos a nossa reação no Campeonato Brasileiro. Estamos todos mobilizados. Todos estão encarando as próximas partidas como uma bela oportunidade para reagir”, avisou o treinador vascaíno.

Cristóvão Borges, comandante do Flamengo, tem discurso parecido do outro lado, reconhecendo inclusive o clima de desespero do encontro. “São duas equipes de grande tradição e que não podem pensar na possibilidade de perderem novamente. Portanto, tem todo um clima de nervosismo, que acrescenta ainda mais rivalidade ao jogo. Mas são duas grandes equipes, com potencial de reação e espero que o Flamengo esteja em um melhor dia”, explicou Cristóvão.

O mistério tomou conta da semana nos dois clubes e por isso descobrir a escalação de ambos para o clássico é tarefa complicada. No Vasco, o goleiro uruguaio Martín Silva não joga. O jogador seguiu fazendo tratamento em São Januário, e nem viajou para Cuiabá. Charles deve ser mantido no gol pelo técnico Celso Roth. Já o zagueiro Luan, suspenso por ter sido advertido com o terceiro cartão amarelo diante do Sport, cede o posto a Anderson Salles.

Pelo lado do Flamengo, hostilizado pelos torcedores há muitos jogos, o lateral-direito Pará, que vinha atuando de forma improvisada na esquerda, parece ter tirado a paciência de Cristóvão, que o barrou para a entrada de Anderson Pico. O curioso é que mesmo tendo dois laterais de origem pelo lado direito, Pará e Ayrton, Cristóvão prefere manter o volante Luiz Antonio improvisado no posto.

O volante Jonas retorna ao time titular após cumprir suspensão contra o Galo. Assim, Gabriel ficará como opção no banco de reservas. Outro que pode ser barrado é Eduardo da Silva, que pode ceder a vaga para Alan Patrick.

As duas equipes se enfrentaram quatro vezes nesta tempoarada. O Flamengo ganhou um amistoso de pré-temporada por 1 a 0, em Manaus (AM), e por 2 a 1 na fase de classificação do Campeonato Carioca. Porém, na fase semifinal do Estadual, após empate sem gols no primeiro encontro, o Cruz-Maltino ganhou a partida decisiva por 1 a 0 e avançou para a decisão, conquistando depois o caneco na final com o Botafogo e quebrando um jejum de 12 anos sem vencer aquela competição.

sábado, 27 de junho de 2015

Ibope: Flamengo tem mais audiência em TVs do que Vasco, Fluminense e Botafogo juntos

Muito se fala em “exposição em mídia” quando o assunto é televisionamento, propriedades de patrocínio e repercussões em geral. No entanto, quem mensura isto? Como? Estariam os valores que envolvem o futebol em linha com os retornos proporcionados?

Para ajudar a responder estas perguntas, o Blog Teoria dos Jogos teve acesso a um material elaborado pelo Ibope|Repucom – braço do instituto Ibope responsável pelas métricas de exposição das marcas em mídia. As estatísticas foram disponibilizadas com exclusividade para o Clube de Regatas do Flamengo, razão pela qual o Rubro Negro é o enfoque das figuras abaixo. Entretanto, Vasco, Fluminense e Botafogo também são analisados, proporcionando um interessante comparativo quanto ao valor dos quatro rivais cariocas em termos locais e nacionais.

O alcance do Flamengo em 2014 (ano-base dos números aqui expostos) foi de 80% da região metropolitana do Rio de Janeiro. Isto significa que por lá, 8,6 milhões de indivíduos assistiram, em algum momento, aos jogos do clube. Em São Paulo este alcance foi bem inferior (20%), mas como a população é maior, 3,9 milhões de paulistanos se ligaram nas marcas e patrocínios ao Rubro Negro. Em termos acumulados, 134 milhões de pessoas acompanharam o Fla pela TV.
(...)

Em linha com os números expostos pelo Twitter de Vinicius Paiva, ao longo de 2014 o Fla atingiu 22,6 pontos médios em suas 46 transmissões em TV aberta. Vasco (31 televisionamentos), Fluminense (28) e Botafogo (19) não ultrapassaram a barreira dos 17 pontos cada um. Neste ponto, necessário um adendo: não foi considerado o share das partidas (percentual de televisores ligados em determinado canal), informação tão importante quanto os pontos na mensuração da audiência de um clube. Entretanto, o Rubro-negro também se destaca neste quesito, mantendo sempre entre 40% e 45% de participação (contra algo entre 30% e 35% dos rivais).

Fonte: Teoria dos Jogos

Léo Moura só pode atuar pelo Flamengo este ano, avisa CBF

A polêmica negociação de Leo Moura com o Coritiba já chegou ao conhecimento da Confederação Brasileira de Futebol. E a entidade avisa: o jogador do Fort Lauderdale Strikers não tem condição de disputar o Campeonato Brasileiro por outra equipe que não seja o Flamengo. Quem confirma o veto é o diretor de Registro e Transferência da CBF, Reynaldo Buzzoni:
– O regulamento é claro. Um jogador pode ser registrado por até três clubes na mesma temporada e atuar somente por dois. Como o Leo Moura jogou pelo Flamengo e pelo Strikers, não pode mais atuar no Campeonato Brasileiro, a não ser pelo Flamengo – afirmou o diretor.
O jogador não teria condição de jogo no Coritiba nem mesmo se fosse recontratado pelo Flamengo e emprestado ao clube paranaense.
– Se ele for para o Flamengo e for emprestado ao Coritiba, será a mesma coisa: ele atuará por três clubes, o que não pode – ratificou Buzzoni, referindo-se ao artigo 5 do Regulamento de Transferências da Fifa.
A questão é que o calendário dos Estados Unidos não segue o europeu. É, portanto, igual ao do Brasil. O que, na avaliação da Fifa, significa que, em competições nacionais, numa mesma temporada, Leo Moura já vestiu a camisa do Flamengo na Copa do Brasil (ele enfrentou o Brasil de Pelotas no dia 25 de fevereiro), e, em seguida, a do Fort Lauderdale Strikers na NASL, considerada a segunda divisão americana.
O departamento jurídico do Coritiba não recomenda a contratação do jogador.
Fonte: CBF

sexta-feira, 26 de junho de 2015

Diretoria pode renegociar dívida para trazer Ronaldinho até o final do ano

Ronaldinho Gaúcho rescindiu seu contrato com o Querétaro, do México, e está livre para jogar em qualquer outro clube. O astro ainda tinha mais um ano de vínculo com a equipe mexicana, mas rompeu o vínculo ao fim de sua primeira temporada.

Fontes ligadas ao Mengão revelam que o craque pode retornar à Gávea. Isso porque a diretoria tem o interesse no futebol do meia e a intenção é renegociar uma dívida que tem com Ronaldinho Gaúcho e tentar trazer o camisa 10 até o final deste ano.

Acontece que Cruzeiro e Vasco entraram na disputa para tentar contratar o meia, portanto, a cúpula rubro-negra tem que tomar uma atitude rápida se quiser contratar o jogador.

Ronaldinho escreveu uma mensagem de despedida e disse que iria aproveitar as férias. No Querétaro, Ronaldinho disputou 29 jogos, marcou oito gols e esteve em campo por 1979 minutos. Foram 22 jogos como titular e sete como suplente. O craque terminou sua passagem pelo clube com 14 vitórias, três empates e 12 derrotas.

Após contratar Guerrero e Emerson Sheik, a cúpula rubro-negra trabalha intensivamente para fechar o elenco. A expectativa é que depois da Copa América possam surgir novidades. Elias, do Corinthians, também é um alvo bastante forte e que agrada a diretoria.

Fonte: Torcida Flamengo

quinta-feira, 25 de junho de 2015

Guerrero brilha com três gols, se torna artilheiro e classifica Peru

A estrela de Paolo Guerrero brilhou. Depois de uma fase sem marcar, o artilheiro da última Copa América marcou três vezes e garantiu a seleção peruana nas semifinais do torneio, com vitória por 3 a 1 sobre a Bolívia, nesta quinta-feira.

Agora, a missão peruana será um pouco mais difícil. Na semifinal, o adversário será o Chile que passou pelo Uruguai na última quarta-feira.

Os peruanos seguem em busca do terceiro título da Copa América, o último aconteceu em 1975. Se seguir para a decisão, a seleção de Ricardo Gareca já terá alcançado uma campanha melhor que da última edição, quando caiu na semifinal para o Uruguai.

De quebra ainda tem um Guerrero empolgado como artilheiro da competição desta temporada. Ele está ao lado de Vidal com três gols. Na edição de 2011, quando também saiu como goleador, o atacante também fez três gols em uma única partida, mas contra a Venezuela.

Fases do jogo: Poucos minutos foram necessários para o desenho do jogo ficar nítido. Pressão e velocidade eram as armas peruanas para acabar com a Bolívia. Outra aliada era a bola aérea e foi assim que a estrela de Guerrero brilhou pela primeira vez. Na sequência, foi uma jogada veloz que resultou no segundo gol do jogo, após um capote do goleiro boliviano.

A vantagem desanimou de vez os bolivianos. Guerrero conseguia finalizar quase todas as bolas que recebi, não atoa chutou seis vezes para a meta rival só no primeiro tempo. Ainda na etapa inicial, os peruanos carimbaram duas vezes a trave rival.

O ritmo não mudou na etapa final, mas agora os peruanos encontravam mais espaço para contra-atacar. Guerrero apareceu mais uma vez e fez o terceiro praticamente definir o duelo. A Bolívia até diminuiu com Marcelo Moreno, mas a classificação estava resolvida.

Melhor: Guerrero – Ele entrou em campo pressionado por não ter feito nenhum gol, mas desencantou e em grande estilo. Foram três gols do atacante que garantiram a classificação e o colocaram na artilharia da competição, posto que ocupou em 2011.

Fonte: Uol

Nantes da França Contrata Adryan

O meia Adryan terá mais uma chance de mostrar seu futebol na Europa. Depois de passar por Cagliari, da Itália, e Leeds, da Inglaterra, o jogador do Flamengo teve oficializada nesta quinta-feira a sua contratação por empréstimo de um ano no Nantes, da França. O jovem de 21 anos já vestiu a camisa da equipe e deu sua primeira entrevista, prometendo fazer tudo para "aproveitar a oportunidade".

- Estou muito feliz de estar aqui. Meu sonho sempre foi jogar na Europa e tenho esta chance hoje. Vou fazer de tudo para aproveitar esta oportunidade - resumiu o rubro-negro ao site oficial do clube, que foi o 14º colocado do Campeonato Francês na temporada passada.

Geralmente chamado apenas de Adryan no Brasil, o jovem vem sendo chamado de Adryan Oliveira pelo clube. Ele prometeu "fazer o melhor para satisfazer os torcedores", depois de ver que o Nantes possui "infraestrutura de grande qualidade". O rubro-negro ainda afirmou que, apesar de ser destro, prefere jogar pelo lado esquerdo do meio de campo.

Como ficará na França, a princípio, por um ano, Adryan teve seu contrato com o Flamengo prorrogado por mais uma temporada - agora vai até março de 2018. O meia atuou 48 vezes pelo clube brasileiro, marcando três gols e fazendo parte das conquistas da Copa do Brasil de 2013 e do Campeonato Carioca de 2011. Na Europa, o jovem atuou em apenas 18 partidas, sendo cinco pelo Cagliari e outras 13 pelo Leeds, da segunda divisão inglesa, sem marcar nenhum gol.

Fonte: Globoesporte.com

Com R$ 40 milhões Flamengo tirou dupla do Corinthians e 'projeto Libertadores'

Eles ainda não jogaram juntos pelo Flamengo, mas movimentaram os bastidores do futebol brasileiro nas últimas semanas. Os atacantes Paolo Guerrero e Emerson Sheik deixaram o Corinthians e se transferiram para o Rubro-negro em operação total avaliada na casa dos R$ 40 milhões.

Além do poderio financeiro, os cariocas convenceram a dupla a vir para o Rio de Janeiro com a garantia de salários em dia, premiações e por conta do "projeto Libertadores". Ambos foram seduzidos pela meta do clube em disputar a competição com frequência e conquistar o título pelo menos uma vez até 2019.

Embora Sheik tenha assinado contrato apenas até o fim de 2015, a possibilidade de renovação já foi discutida entre as partes e existe boa chance de que o compromisso seja prolongado ao término da temporada. Inclusive, atacante e dirigentes utilizaram algumas vezes a expressão "projeto" durante a apresentação oficial da última semana.

"Não gosto de passear, gosto de vencer. O projeto do Flamengo é grande. Me vi dentro deste projeto. Espero que ao final do ano possamos dar boas risadas com as nossas conquistas", afirmou o camisa 11.

O prazo para títulos e a convicção de não encararem uma crise financeira seduziram Emerson e Guerrero. Sheik fez um acordo para deixar o Corinthians e vai receber R$ 250 mil mensais até dezembro. Além disso, ele tem direito a R$ 1 milhão do clube paulista e bônus por metas alcançadas na Gávea. Só até o fim de 2015, o atacante pode receber R$ 3,2 milhões.

Já a negociação com Paolo Guerrero envolve valores consideravelmente maiores. O contrato de três anos assinado pelo peruano contempla salários superiores a R$ 700 mil, além de bonificações. Incluindo os encargos trabalhistas, o peruano custará pouco mais de R$ 36 milhões até meados de 2018.

"Foi uma negociação complicada por se tratar de um jogador do tamanho do Paolo e o que fez fora do país e aqui. O Flamengo a concretizou depois de muito estudo e muita conta. Fizemos um esforço com a participação dos patrocinadores, pois trata-se de um atleta que traz retorno técnico e financeiro", explicou o diretor executivo de futebol, Rodrigo Caetano.

Juntos, Emerson Sheik e Paolo Guerrero valem R$ 40 milhões na avaliação do Flamengo. A dupla campeã mundial pelo Corinthians é sucesso midiático e financeiro. O Rubro-negro espera agora acompanhar o retorno do investimento com gols e títulos.

Fonte: Globoesporte

quarta-feira, 24 de junho de 2015

Por R$ 48 milhões Porto Escolhe Marcelo Cirino para Substituto de Jackson Martinez

Depois de vender Jackson Martinez por R$ 123 milhões ao Atlético de Madrid, o Porto já escolheu o substituto: Marcelo Cirino. O clube português está disposto a pagar R$ 48 milhões para contratar o atacante, que tem seus direitos econômicos divididos igualmente entre Flamengo e Atlético-PR.

A proposta agradou o lado rubro-negro carioca, afinal, o presidente Eduardo Bandeira de Mello acabou de acertar com dois jogadores para o ataque: Guerrero e Sheik. Já o presidente do Furacão, Mário Celso Petraglia, ainda não deu aval para o negócio.

Contratado em janeiro pelo Flamengo, Marcelo Cirino ainda não custou qualquer centavo, graças ao empréstimo de R$ 17 milhões feito pela Doyen Sports - a operação é parecida com a feita pelo Santos na aquisição de Leandro Damião. Caso feche negócio com o Porto, o Flamengo terá direito 20% sobre o lucro da operação. Já o Atlético-PR ficará com outros R$ 24 milhões.

O interesse português por Marcelo Cirino não é novo. Um representante de cada um dos clubes viajou em abril para Portugal na companhia de Renato Duprat, que representa a Doyen na América do Sul. Na oportunidade, eles tiveram contato com o Porto e o Benfica, conforme o Blog revelou em 30 de abril.

Cirino já disputou 26 partidas pelo Flamengo desde sua contratação e marcou dez gols. No Campeonato Carioca, porém, o time fracassou e acabou eliminado nas semifinais. No Brasileirão, a campanha é ainda pior: sete pontos em oito jogos, que colocam o Rubro-Negro na 17ª colocação, na zona de rebaixamento.

Fonte: Yahoo  - Blog do Jorge Nicola

terça-feira, 23 de junho de 2015

Diego Muito Perto do Mengão (Dirigente Fará Reunião para Acertar Valores e Fechar a Contratação)

Flamengo caminha para contratar o meia Diego para o restante da temporada. Fontes ligadas ao clube revelam que a equipe rubro-negra foi atrás do jogador para uma reunião. A intenção é falar de valores e tentar fechar o negócio.

Fontes ligadas ao clube revelaram que o Mengão pagou parte da quantia que o meia pediu – algo em torno de R$ 2 milhões -, sendo que o montante seria apenas uma garantia para o atleta.

A janela de transferência internacional abriu ontem na Turquia, viabilizando a contratação. Diego, que ainda tem mais dois anos de contrato com a equipe turca, precisa resolver algumas pendências para ser liberado.

Como o valor do passe do atleta é muito alto, o Mengão vai tentar fazer um contrato de empréstimo por 1 ano. O nome do jogador vem sendo falado desde a última janela de transferências, já que o clube necessita com urgência de um homem de criação.

Diego passou por vários times na Europa: Porto, Werder Bremen, Juventus e Atlético de Madrid, onde fez uma grande campanha, tanto na Liga dos Campeões quanto no Campeonato Espanhol. Além disso, Diego disputou as Copas América de 2004 e 2007 e as Olimpíadas, em 2008.

Fonte: Terra

segunda-feira, 22 de junho de 2015

Flamengo Encosta no Santos: 818 Adesões de Sócios Torcedores do Flamengo em 5 dias

O Flamengo disparadamente é o que tem apresentado a maior evolução em adesões de sócios torcedores nas últimas semanas, na tabela acima demonstra que nos últimos 5 dias, o Flamengo teve um aumento de 818 sócios torcedores, diminuindo consideravelmente a distância pelo 6º colocado Santos.

Morre Carlinhos (Técnico Tetra e Penta Brasileiro do Flamengo) Estamos de Luto! Obrigado Violino

Nesta segunda-feira (22.06), a torcida do Flamengo deu adeus a um de seus maiores ídolos. Vítima de insuficiência cardíaca, Luiz Carlos Nunes da Silva, o Carlinhos Violino, morreu aos 77 anos. Um dos grandes craques e treinadores do clube, Violino recebeu o apelido pela elegância e precisão em campo, quando jogava como volante, mas a alcunha também poderia se referir à música que conduzia os times que comandou como técnico.

Defendendo o Manto Sagrado dentro das quatro linhas, de 1958 a 1969, participou das conquistas de dois campeonatos estaduais e do Torneio Rio-São Paulo de 1961. Defensor como poucos, foi um dos únicos a ganhar o Prêmio Belfort Duarte, por nunca ter sido expulso de campo, e é apontado até hoje como um dos maiores da posição no futebol brasileiro. Carlinhos, que recebera as chuteiras de Biguá, quando garoto, na despedida do jogador em 1954, repetiu o gesto em sua aposentadoria como atleta, passando seu instrumento de trabalho para um garoto promissor da Gávea – Arthur Antunes Coimbra, o Zico. Aquele não seria o final de Violino, e sim um novo começo, como treinador.

Treinador multicampeão

Carlinhos chamava a sede social da Gávea carinhosamente de “segunda casa”. Mesmo após pendurar as chuteiras, o jogador nunca perdeu vínculo com seu clube de coração. Tendo trabalhado no Flamengo por muitos anos, Violino recebeu sua primeira oportunidade como treinador do time profissional de futebol ao substituir Paulo César Carpegiani, no ano de 1983. Naquele ano, Carlinhos fez parte da conquista do tricampeonato brasileiro, já que assumiu o time como interino na campanha que teria como comandante o então treinador Carlos Alberto Torres.

Violino chegou a treinar outros clubes, mas sua paixão pelo Flamengo resultaria em sete passagens pela Gávea. Pela habilidade de contornar crises, ficou conhecido internamente como um “bombeiro” do clube. Em muito pouco tempo, saiu da condição de ‘sempre interino’, passando a ser extremamente respeitado como treinador e conquistando de vez a Nação Rubro-Negra, com seu carisma, serenidade e estrela. Depois de levar o Flamengo ao tetracampeonato brasileiro, em 1987, e ser bicampeão da Taça Guanabara (1988-1989), o ex-jogador assumiu o Mais Querido novamente em 1991, para disputar o Campeonato Carioca (em que foi campeão) e a Supercopa dos Campeões, com um time considerado mediano. No ano seguinte, comandou o time que surpreendeu a todos ao chegar na fase final do Campeonato Brasileiro de 1992 e se sagrar pentacampeão após dois jogos históricos contra o rival Botafogo.

Depois desta marcante passagem, ainda viriam outras três, com mais alguns títulos para o currículo do inesquecível Violino: os campeonatos cariocas de 1999 e 2000 e a Copa Mercosul de 1999. Seus números impressionantes à frente do Rubro-Negro levaram muitos dos 40 milhões de apaixonados pelo Flamengo a colocarem Carlinhos como o melhor técnico da história do clube.

No dia 12 de fevereiro de 2011, o ídolo foi eternizado na sede que tanto amava com a inauguração da “Praça Carlinhos”, que também ganhou seu nome na Gávea.

Fonte: Site Oficial do Flamengo

Flamengo e Corinthians em sentidos opostos

Fonte: Lancenet

A partir do ano que vem, e até 2018, Flamengo e Corinthians passam a receber pelos direitos de TV R$ 170 milhões anuais. Para muitos, o novo contrato, fruto ainda da negociação da Globo que implodiu o Clube dos 13, em 2011, significa um passo a mais para a espanholização do futebol brasileiro, uma referência ao abismo das receitas que separam Barcelona e Real de seus adversários.

No caso brasileiro, os dois clubes de maior torcida do país terão cada um R$ 60 milhões a mais do que o São Paulo e R$ 70 milhões a mais do que o Vasco e o Palmeiras. Em relação a clubes de menor investimento, como os paranaenses e os baianos, o Goiás e o Sport, a diferença pode chegar a 385%, segundo levantamento do Estadão.

É importante frisar que esses R$ 170 milhões de Flamengo e Corinthians representam um aumento de mais de 50% em relação aos R$ 110 milhões que recebem hoje da Globo. E esse valor não inclui a participação no pay-per-view – neste item, a receita do clube da Gávea e até um pouco maior do que a dos corintianos.

Apesar de agraciados com a maior fatia do bolo, os “milionários” da TV têm situação bem diferente. O Flamengo, focado na estabilidade financeira, na redução das dívidas, fechou 2014 com o melhor resultado dos últimos anos. Pelas projeções de um estudo recente do Itaú, dever repetir a dose este ano operando com lucro de R$ 72 milhões, o maior de um clube brasileiro em todos os tempos.

Já o Corinthians, enrolado das travas da chuteira até a raiz dos cabelos com os pagamentos e os imbróglios financeiros da construção da Arena de Itaquera, liquida seu elenco, vende hoje o almoço para pagar o jantar. E deve ter em 2015, ainda segundo o Itaú, o maior prejuízo do futebol brasileiro, algo em torno de R$ 24 milhões.

Será que isso explicaria o rubro-negro ter tirado Guerrero e Sheik do rival? Pode ser um dos fatores. Apesar a política rigorosa de austeridade e do controle dos salários, a diretoria do Flamengo tem a tranquilidade de, no horizonte, vislumbrar a possibilidade de investir, reforçada com a receita da Globo. Já no Timão, o aumento das verbas de TV é visto, pela atual gestão, tão somente como uma tábua de salvação para as combalidas finanças do clube.

A crise corintiana vai adiar a tal espanholização. Não há cota de TV que resolva a curto prazo. Além disso, contra essa tese, há outros clubes que, mesmo recebendo menos pelos direitos de transmissão, têm sabido gerar receitas de outras fontes para garantir sua competitividade. O Palmeiras, com a rentabilização do Allianz Parque, a atratividades do sócio-torcedor e patrocínios fortes, é bom exemplo. Mas os gaúchos, o Cruzeiro e o Atlético-PR trabalham para não ficar atrás.

Um equilíbrio que só fará bem.

domingo, 21 de junho de 2015

Árbitro Paulista Novamente Ignora Pênalti para o Flamengo na jogada de Sheik

Era grande a expectativa da torcida para a primeira partida de Emerson Sheik no retorno ao Flamengo. Mas atacante e time estiveram mal e foram facilmente batidos pelo Atlético-MG, neste sábado, no Maracanã. A vitória por 2 a 0, construída com um gol contra de Samir e outro de Lucas Pratto, frustrou os torcedores e ainda colocou o Rubro-negro na zona de rebaixamento.O Flamengo chegou até um penalti no jogo não marcado pelo árbitro.

 Vale a pena ler com atenção o link  abaixo sobre as polêmicas de arbitragem contra o Flamengo no Brasileirão Jogamos Contra 12 (FERJ, CBF, CONAF e STJD Perseguem o Flamengo), Por que Será? Está Demais!!!

A equipe soma apenas sete pontos e ocupa a 17ª colocação. Por sua vez, o Atlético-MG está em 4º lugar, com 14 pontos. Na próxima rodada, os cariocas têm pela frente o clássico contra o Vasco, domingo (28), às 18h30, em Cuiabá. Às 11h do mesmo dia, os mineiros recebem o Joinville, no estádio Independência.

FLAMENGO 0 X 2 ATLÉTICO-MG

Local: Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ)
Árbitro: Thiago Duarte Peixoto (SP)
Auxiliares: Fabrício Vilarinho da Silva (GO) e Alex Ang Ribeiro (SP)
Renda: R$ 1.397.007,50
Público: 36. 774 pagantes / 42.318 presentes
Cartão amarelo: Patric (Atlético-MG)
Cartão vermelho: Patric (Atlético-MG)
Gols: Samir (contra), aos 21min do primeiro tempo, Lucas Pratto, aos 40min do primeiro tempo

Flamengo
César; Luiz Antonio, Wallace, Samir e Pará (Alan Patrick); Márcio Araújo, Canteros e Everton; Gabriel (Marcelo Cirino), Emerson Sheik e Eduardo da Silva (Paulinho).
Técnico: Cristóvão Borges.

Atlético-MG
Victor; Patric, Leonardo Silva, Jemerson e Douglas Santos; Rafael Carioca (Josué), Dátolo, Giovanni Augusto (Leandro Donizete) e Maicosuel; Thiago Ribeiro (Dodô) e Lucas Pratto.
Técnico: Levir Culpi.

FASES DO JOGO

Primeiro tempo

A etapa teve em um Flamengo inflamado nos minutos iniciais o primeiro ato de destaque. Embalado pela estreia de Emerson Sheik, o time partiu com tudo para o ataque. O camisa 11 chegou a driblar Victor e perdeu o ângulo. O dono da casa imprimiu ritmo, mas cedeu terreno aos poucos. Em uma das investidas dos visitantes, Thiago Ribeiro bateu cruzado, o zagueiro Samir se atrapalhou e jogou contra o patrimônio aos 21min. A desvantagem no placar serviu de motivação ao Rubro-negro. A equipe pressionou e tentou lances em velocidade. Porém, a falta de um homem para organizar as jogadas foi sentida mais uma vez. Sem sofrer ameaça concreta, o Galo ainda ampliou. Aos 40min, Lucas Pratto recebeu na meia lua e colocou com categoria no ângulo esquerdo de César.

Segundo tempo

O Flamengo voltou modificado para os 45 minutos finais, mas a melhora foi apenas tímida. O Rubro-negro se esforçou e até criou algumas chances. Tranquilo, o Atlético-MG girou a bola teve o controle desde sempre. O árbitro paulista não viu o zagueiro atleticano colocar a mão na bola dentro da área numa jogada de Sheik. O tempo passou, os donos da casa não diminuíram o placar e os primeiros torcedores frustrados com a derrota na estreia de Emerson Sheik deixaram o Maracanã a partir dos 35min. Um duro golpe para quem sonhava em afastar de vez a crise. Já do lado mineiro, festa merecida pela superioridade e a presença entre os primeiros colocados do Campeonato Brasileiro.

sábado, 20 de junho de 2015

Elias já teria o desfecho acertado entre Flamengo e Corinthians

A diretoria rubro-negra aguarda, com paciência, o desenrolar da relação Elias e Corinthians. A serviço da Seleção Brasileira até o fim da Copa América, o meia corintiano está no topo da lista de reforços de peso pretendidos pelo Flamengo.

Segundo fontes que cobrem diariamente as duas equipes, as três partes já estão acertadas e Elias deverá chegar no Rio de Janeiro após a Copa América.

A diretoria alvinegra quer enxugar ainda mais as despesas com salários de jogadores. O clube paulista ainda possui uma alta dívida com o Sporting Lisboa pela compra de Elias, e muito provavelmente não conseguirá quitar os 2 milhões de euros restantes.

Desta maneira, esta quantia seria assumida pelo Flamengo. Os dirigentes da Gávea apostam em nova negociação com o Sporting para parcelar e contratar de volta Elias para o Rio.

Até o momento, o Corinthians acertou as saídas de Emerson Sheik, Guerrero, Fábio Santos e Petros. Ralf e Danilo são outros que também deverão deixar o clube.

Fonte:Terra

sexta-feira, 19 de junho de 2015

Ganso: Flamengo Oferece R$18.000.000 e volta a conversar com São Paulo

Antes dadas como encerradas pelo presidente Carlos Miguel Aidar, as negociações do Flamengo para tentar tirar Paulo Henrique Ganso do São Paulo ganharam força. Os cariocas já subiram os valores oferecidos ao Tricolor duas vezes, até chegar a R$ 18 milhões nesta quinta-feira. Os paulistas recusaram, pois esperam chegar a R$ 22 milhões e acreditam que as conversas devem continuar.

A primeira investida flamenguista era em torno de R$ 10 milhões pelos 32% dos direitos econômicos do Maestro, mas o clube do Morumbi pediu R$ 25 milhões e praticamente deu o assunto como encerrado. O Rubro-Negro ainda sinalizou com oferta de R$ 15 milhões, mas os tricolores mantiveram a pedida inicial.

Somente nesta quinta-feira é que o Fla conseguiu se aproximar do acordo, ao oferecer os R$ 18 milhões e ver o São Paulo diminuir o montante exigido para liberar sua parcela dos direitos de Ganso. Se chegar aos sonhados R$ 22 milhões, o Tricolor passaria em quase R$ 6 milhões o valor investido para tirar o meia do Santos em 2012 – na ocasião a DIS ajudou os são-paulinos a chegarem nos R$ 23,9 milhões exigidos pelo Peixe.

Embora não seja unanimidade entre os cartolas rubro-negros, Ganso é visto como um nome forte para assumir a camisa 10, ainda guardada mesmo após a chegada de Emerson Sheik. A diretoria do Rubro-Negro, inclusive, deixou claro ao atacante que não lhe deu a peça (eternizada por Zico) porque já estaria engatilhada com um grande nome para a posição de armador. Os cariocas, inclusive, já conversaram com a DIS para saber como os outros 68% dos direitos do armador podem ser negociados.

A diretoria do Flamengo ainda trata a negociação com Ganso como especulação. No entanto, essa tem sido a postura em relação a todas as outras conversas com jogadores de ponta. Prova disso é que as tratativas com Guerrero sempre foram negadas pela cúpula de futebol rubro-negro, mas no fim o atacante peruano fechou com o clube da Gávea.

Pelas novas regras da Fifa para o mercado da bola, empresários e investidores não podem mais ser donos de direitos econômicos. Assim, a DIS precisou estudar com advogados desportivos a melhor maneira de negociar com o Flamengo e com qualquer outro interessado em Ganso. E a alternativa mais razoável, como foi informado ao L! pela empresa, seria formular um contrato cível com o comprador e parcelar o valor pelos 68%.

A DIS e o empresário Giuseppe Dioguardi procuraram o São Paulo para uma reunião, mas ainda esperam a resposta do clube paulista. Há ainda muita cautela em cima de uma transação, já que Ganso não demonstra tanta empolgação por uma nova troca de equipes no futebol brasileiro. O Maestro acredita que esse cenário poderia prejudicar sua imagem e que já tem no Tricolor a melhor estrutura para ganhar títulos e retomar o sonho de jogar na Europa.

Ao mesmo tempo, o camisa 10 já deixou para trás o interesse de alguns clubes do Velho Continente. Os franceses do Monaco foram os únicos a apresentar algo mais concreto, enquanto times da Espanha, Rússia e Itália chegaram a fazer consultas. Segundo o estafe do atleta, apenas a oferta do Monaco seria “razoável”. No Brasil, Cruzeiro e Santos também tentaram negócio pelo armador.

Paulo Henrique Ganso tem 25 anos de idade e contrato com o São Paulo até 20 de setembro de 2019. Com a camisa tricolor, o meia disputou 156 partidas e anotou 15 gols. Nesta temporada foram apenas 23 jogos e um tento marcado. No Campeonato Brasileiro, fez tem seis aparições e, se chegar à sétima, não poderá trocar de clube na Série A. Contra a Chapecoense, completaria a marca, mas foi liberado por problemas musculares.

São Paulo e Flamengo têm sido protagonistas nesta janela de transferências. O Tricolor vendeu Rodrigo Caio por cerca de R$ 44 milhões para o Valencia (ESP), Paulo Miranda por R$ 10,4 milhões ao Red Bull Salzburg (AUT) e deve negociar Denilson nos próximos dias por R$ 10,7 milhões ao Al Wahda (EAU). Já os cariocas contrataram Sheik de graça e Paolo Guerrero por R$ 12 milhões de luvas.

Fonte: Lancenet

quinta-feira, 18 de junho de 2015

Valdívia Será o Próximo Alvo do Flamengo, clube aguarda final da Copa América

O Flamengo aguarda apenas o final da Copa América para tomar uma decisão sobre o tão sonhado camisa 10. Isso porque a diretoria do clube ainda vai tentar contratar Valdivia. O meia dificilmente permanecerá no Palmeiras e o Rio de Janeiro deverá ser a nova casa do atleta.

Atualmente, ele recebe R$ 500 mil no Verdão. No entanto, a diretoria irá tentar reduzir a base fixa e fazer um contrato de produtividade com o atleta, ou seja, vincular os ganhos dele com base na participação em jogos. O Mago, porém, não é muito adepto a esse método adotado pela diretoria.

Há apenas um empecilho. Se for contratado, Valdivia não poderá jogar a Copa do Brasil pelo Rubro-Negro, já que entrou em campo pela equipe paulista diante do Asa de Arapiraca. Já no Brasileirão, Valdivia ainda não atuou seis vezes pelo Palmeiras, e poderia jogar normalmente por outro clube brasileiro.

Luis Valdivia, pai e empresário do jogador, já esteve no Rio de Janeiro para ouvir uma proposta do Flamengo e espera apenas a decisão do Palmeiras para chegar a uma definição com a cúpula rubro-negra.

Nomes como de Ganso, Diego, Montillo, Renato Augusto, Elias entre outros foram especulados, mas até o momento nenhum deles é garantia na equipe. O Flamengo deverá contratar seu camisa 10 após a Copa América.

Fonte: Terra

quarta-feira, 17 de junho de 2015

Subindo: Flamengo obteve 2.628 sócios torcedores em duas semanas (Guerrero e Sheik empolgam flamenguistas)

Como estamos observando na tabela abaixo, nas últimas 2 semanas, Palmeiras, Internacional, Ponte Preta e Flamengo de destacaram nas adesões de sócios torcedores.

Lembro que o Internacional é o único semifinalista brasileiro na Libertadores 2015, o Palmeiras motivado com técnico e estádio novo e o Flamengo com as grandes contratações recentes de Guerrero e Emerson Sheik  contribuíram bastante com o sucesso das novas adesões de sócios torcedores.


Emerson Sheik é apresentado pelo Flamengo; leia entrevista do jogador

O atacante Emerson Sheik enfim foi apresentado como novo reforço do Flamengo na manhã desta quarta-feira, em cerimônia realizada na Gávea. Antes de conceder entrevista à imprensa, ele foi apresentado pelo vice-presidente Walter D’Agostinho e pelo diretor Rodrigo Caetano e vestiu a camisa 11. Após demora na chegada do documento de rescisão com o Corinthians, o atacante ficou livre para assinar contrato até o fim do ano com o Rubro-Negro. A expectativa é que ele possa estar em campo já neste sábado, quando o time carioca enfrenta o Atlético-MG, às 16h30, no Maracanã, pelo Campeonato Brasileiro.

– Tive sondagens de outros clubes, mas essa foi uma decisão que não foi difícil de ser tomada. Sempre foi um desejo meu voltar ao clube que amo desde criança. Ao clube que tive a certeza desse carinho, amor e paixão. Estou convicto de que fiz a escolha certa. Quero agradecer ao sócio-torcedor, à diretoria do Flamengo, pelo esforço que fizeram para eu estar aqui hoje. Obrigado – disse o jogador.

Sheik foi apresentado pelo vice-presidente Walter D’Agostinho, que lhe entregou a camisa 11 do Flamengo e destacou sua identificação com o clube.

– Emerson agora tem um novo nome. Agora ele se chama amor, paixão, orgulho, e é tudo o que ele mostrou ter pelo esporte. Agora chama-se raça, amor e paixão. Ele vai vestir a pele rubro-negra, e essa é a condição ideal para todos os jogadores que vestem essa camisa. É fundamental para quem passa a viver o fluxo desse sangue de raça, amor e paixão nesses 120 anos que começam a ser comemorados hoje. Já era para estar aqui há muito tempo, já esteve e já mostrou o que tem.
Em outros clubes não deixou de cantar canções com mensagens do nosso clube. Ele não se envergonha disso, está no DNA dele. Ele com certeza já nasceu com o DNA rubro-negro.

Essa nova vitória começa hoje. Hoje se inicia nova fase da vida do Flamengo com o Emerson Sheik – disse o vice do Fla.

Emerson também falou sobre sua relação com o Flamengo, lembrou o episódio em que foi pego cantando música da torcida rubro-negra enquanto vestia a camisa do Fluminense e reiterou sua motivação de voltar a defender o Rubro-Negro.

– Agora vou poder cantar a música à vontade, não vai ter como chegarem aqui e me mandarem embora. Tenho respeito grande por todos os clubes que passei: Botafogo, Fluminense, Corinthians. Nesses clubes dei meu melhor, fiz amizades, que vale muito no futebol. Tive carinho e respeito do torcedor de cada clube que passei, mas sempre deixei claro o desejo de vestir a camisa do clube novamente. Pelo carinho e identificação com o clube e o torcedor flamenguista. Quando o Corinthians decidiu não renovar meu contrato, o primeiro clube que veio à cabeça foi o Flamengo. Quero deixar meu agradecimento aos outros clubes que vieram atrás. Fiz questão de ligar para todos os diretores, mas não poderia deixar passar essa oportunidade. Um clube que, aos 36 anos, vai me deixar muito motivado para jogar futebol.

Questionado sobre se pensa em encerrar a carreira no Flamengo, o novo 11 da Gávea, cujo contrato termina no dia 31 de dezembro, disse que este é sim um objetivo e, aos 36 anos, volta pensando em títulos.

– Tenho pouco mais de seis meses para convencer esses caras. Vou sempre dar meu melhor, minha carreira é pautada por vitórias. Não estou aqui para passear, vim pensando grande, em conquistas – garantiu.

Sheik já fez sua primeira atividade no Ninho do Urubu na manhã de terça. O jogador pediu à diretoria para treinar e, assim, manter a forma física, e foi atendido. A ideia dele é já estar à disposição do técnico Cristóvão Borges. Emerson deve treinar junto do grupo principal na tarde desta quarta, em atividade marcada para 15h30.

Aos 36 anos, Sheik retorna ao clube que o projetou nacionalmente. Famoso no Japão e no mundo árabe, ele chegou ao Brasil como um desconhecido no início de 2009 para jogar no Flamengo, mas surpreendeu e ganhou bastante destaque. No clube da Gávea, participou da conquista do Carioca e do Brasileirão daquele ano. Saiu na metade do torneio nacional, transferindo-se para o Al Ain, dos Emirados Árabes. Ainda passou por Fluminense, Botafogo e Corinthians, onde ficou por mais tempo e conquistou a Libertadores e o Mundial de Clubes, antes de voltar ao Fla.
Confira mais trechos da entrevista coletiva de Emerson:

Mudança do desconhecido para o Sheik de hoje

– Como pessoa e ser humano, continuo o mesmo. Lado profissional mudou, cheguei como desconhecido e não tinha conquistado nada. Seis anos depois, tenho Paulista, Carioca, três Brasileiros, Mundial, Libertadores… a responsabilidade é diferente e a pressão é diferente. O torcedor entende quando ele se dedica. Quero deixar a impressão de vestir a camisa, de dar o meu melhor. São momentos diferentes. Cheguei como desconhecido e mudei.

Guerreiro

É meu amigão. Difícil é entender ele, fala tudo errado (risos). A gente tem um carinho e um respeito muito grande um pelo outro. E certamente aqui vai acontecer, porque a amizade existe entre nós dois.

Tentativa de voltar

Saí contra o Cruzeiro, lembro perfeitamente, o torcedor pedia para que eu não fosse e ficasse. Fui para o mundo árabe e desde que voltei, ainda no início de 2010, todas as negociações que tive foi com o Flamengo em primeiro lugar. por uma série de motivos não aconteceu e fui muito feliz nos clubes que pude jogar. Mas o desejo era sempre estar no Flamengo. E hoje, com 36 anos, estou voltando para o lugar que de fato que talvez não deveria sair. Posso estar sendo injusto com Botafogo, Corinthians. Queria muito estar aqui e hoje feliz estou. E ninguém vai mudar isso.

Corpinho de 25

Tenho 36, mas com corpinho de 25 (risos). Sou muito privilegiado, sou muito elogiado pelos preparadores. Não vejo problema. Parceria que deu certo no Corinthians, teve a conquista do Mundial e outras grandes partidas que fizemos juntos. A expectativa é que possamos sonhar com conquistas como tivemos no Corinthians.

Possibilidade de renovar

Tenho pouco mais de seis meses para convencer esses caras, vou dar sempre meu melhor, porque é característica minha. Minha carreira é marcada por vitórias, conquistas. Eu certamente não estou aqui para passear. Vim aqui pensando grande. O torcedor flamenguista precisa muito de um título importante. Espero que essa sorte que dizem que tenho com conquistas possa vir comigo e trazer um título ao Flamengo.

Fonte: Globoesporte.com

terça-feira, 16 de junho de 2015

Juventus/ITA quer Samir para Temporada 2015/16

O zagueiro Samir segue sendo especulado para deixar o Flamengo. E a Juventus, da Itália, vice-campeã da Liga dos Campeões da Europa, demonstrou interesse no jogador.

De acordo com o jornal La Gazzetta Dello Sport, a equipe de Turim planeja fazer uma proposta para levar o garoto. No entanto, a única proposta oficial até o momento segue sendo da Udinese, por cerca de R$ 13 milhões.

O jogador rubro-negro, que voltou ao time no último mês após um período de lesão, afirmou estar feliz pelo reconhecimento, mas garantiu que está com a cabeça no Flamengo.

– A minha cabeça está primeiramente no Flamengo. Estou feliz por voltar a jogar e ser titular. Até então sei apenas da proposta da Udinese. Se for uma coisa muito boa para mim e para o Flamengo, vamos sentar e conversar juntos sobre o assunto. Estou feliz pelo reconhecimento, vou trabalhar forte para vir outros interesses, mas o meu foco é o Flamengo – destacou o zagueiro Samir.

Fonte: Terra.com

Arena McFla tem projeto aprovado na Secretaria Municipal!

Com apoio da Secretaria Municipal de Esportes, através de Marcos Braz, o Flamengo destravou na Casa Civil o projeto para a construção de sua Arena da Gávea, voltada aos esportes olímpicos. A informação é do repórter Mauro Sant’anna, da rádio Bradesco Esportes FM Rio.

Um entrave na Casa Civil dificultava a aprovação do projeto, que terá capacidade para um público de cerca de 3.200 torcedores.

Desde a última semana, dirigentes do clube rubro-negro, em especial Wallim Vasconcelos, vice-presidente de patrimônio, e Alexandre Póvoa, vice-presidente de Esportes Olímpicos, conversavam com Marcos Braz para acelerar o processo.

Marcos Braz, que já trabalhou no departamento de futebol rubro-negro na década passada, teve um papel determinante para destravar o projeto.

O entusiasmo dos dirigentes é tão grande que na prefeitura já se fala em incluir, de alguma forma, a Arena no planejamento das Olimpíadas de 2016.

Fonte:Band

segunda-feira, 15 de junho de 2015

Jogamos Contra 12 (FERJ, CBF, CONAF e STJD Perseguem o Flamengo), Por que Será? Está Demais!!!

É chato falar de arbitragem, mas está evidente que o Flamengo está sendo prejudicado jogo após jogo, desde da semi-final do carioca que o árbitro deu pênalti inexistente do Wallace no atacante vascaíno.

O Flamengo já jogou 7 partidas no Brasileirão e na minha visão todas com suspeitas da arbitragem estar prejudicando o Flamengo, por que será? O que está por trás disso? CBF, Conaf, qual o interesse desses erros contra o Flamengo? Lembro que a CBF é presidida por paulista Marco Del Nero e o seu companheiro paulista Marin está preso por corrupção na Suiça. 

ESTOU MUITO DESCONFIADO QUE TEM SUJEIRA POR AÍ CONTRA O FLAMENGO!!

Em 2013 o STJD tirou 4 pontos do Flamengo no tapetão, até hoje a conquista da Copa União não é reconhecida  de 1987, e ainda por cima a CBF reconheceu um monte de títulos de 50 e 40 anos atrás do Santos e Palmeiras (Paulista) , tirando a hegemonia do Hexa do Flamengo entre os maiores vencedores de Brasileirão, agora é o Santos e o Palmeiras que estão na frente com 8 conquistas.

Por que será que em 10 partidas oficiais do Flamengo em competições nacionais em confrontos com time de outro estado, 5 delas foram arbitragens paulistas???? Por que? 

Leiam abaixo atentamente e observarão que todos os jogos o time do Flamengo tem sido perseguido pelas arbitragens:

 Flamengo 1 x 2 São Paulo: O jogo estava 0 x 0 no 1º tempo, quando o jogador do São Paulo Hudson foi autor de duas entradas fortíssimas, inclusive os comentaristas da Rede Globo disseram que o jogador merecia ter sido expulso. Árbitro: Marcelo de Lima Henrique (PE)

Flamengo 2 x 2 Sport: Depois de ensaiar uma reação no segundo tempo, o juiz deu apenas 3 minutos de acréscimo, após constante cera do time pernambucano, que picotou o jogo durante grande parte do mesmo. Árbitro: Dewson Fernando Freitas da Silva (Fifa-PA)

Flamengo 1 x 2 Avaí: o segundo gol do time catarinense foi oriundo de uma jogada, na qual a bola saiu quase um metro pela linha de fundo e mesmo sendo bem próximo ao auxiliar, nada foi marcado. A jogada seguiu e resultou em gol. Árbitro: Raphael Claus (Fifa/SP)

Flamengo 2 x 3 Flu: O pênalti marcado em cima do jogador Vinícius é contestado até hoje. Em jogada de contato físico, o juiz não teve a menor dúvida e deu a penalidade. Árbitro: Sandro Meira Ricci (Fifa)

Flamengo 0 x 1 Cruzeiro: Um pênalti claríssimo não marcado a favor do Fla, quando o zagueiro do time mineiro levou o braço claramente na bola, para cortar um cruzamento. Árbitro: Luiz Flávio de Oliveira (SP)

Flamengo 1 x 0 Chapecoense: Além de um pênalti em cima de Gabriel, não marcado pelo juiz, o mesmo ainda deu um acréscimo de 5 minutos injustificados na segunda etapa em que o time do Flamengo estava vencendo por 1 x 0.  Árbitro: Anderson Daronco (Fifa-RS)

Flamengo 1 x 0 Coritiba: Uma entrada criminosa de Fabrício Baiano no volante Jonas, levou somente um amarelo. Em jogada posterior, o volante levou cartão amarelo por reclamação e acabou sendo expulso. O atacante do Coritiba, Wellington Paulista, reclamou o jogo inteiro, além de ser o jogador mais faltoso da partida e não recebeu nenhum cartão. No final do jogo, atuando com um a menos e segurando a pressão adversária, o juiz deu 6 minutos de acréscimo. Além disso, uma entrada duríssima de Thiago Galhardo, no goleiro Paulo Victor, não resultou em cartão para o adversário. Lembro que este mesmo juiz inexplicavelmente aplicou um cartão vermelho direto em Gabriel na Copa do Brasil este ano contra o Salguero. Árbitro: Guilherme Ceretta de Lima (ASP-Fifa/SP)

E o critério de reclamações está sendo mais aplicado contra os jogadores do Flamengo, Everton, por exemplo, já levou 3 cartões nas 6 partidas disputadas todas por reclamações, enquanto que o Wellington Paulista no jogo passado ficou apitando o jogo todinho e o árbitro nada fez.

Não sei se é um caso típico de Teoria da Conspiração, mas começa a soar muito estranho que um time que enfrenta um embate com a sua federação, passe a ser seguidamente prejudicado pela arbitragem. De qualquer maneira, a diretoria do clube entrou com uma representação na CBF contestando esses seguidos erros. Devemos ficar alertas e atentos para que não possamos continuar a ser prejudicados dessa forma.

Flamengo acaba de superar São Paulo em ranking de sócios-torcedores

Na tarde de hoje (15 de junho), o Flamengo obteve a adesão de mais de 1.033 sócios-torcedores, o que resultou no ganho de uma posição no ranking dos clubes brasileiros, de oitavo para sétimo colocado, ultrapassando, assim, a equipe do São Paulo, o qual obteve queda de 63 sócios durante o dia de hoje.

A posição de sétimo lugar, que era do São Paulo, na verdade, foi recuperada, uma vez que o tricolor paulista havia superado o Flamengo em março deste ano. Agora, os torcedores miram a sexta posição da equipe do Santos. A diferença entre as duas equipes está em cerca de 2 mil sócios.

domingo, 14 de junho de 2015

Consultoria aponta Flamengo como a marca mais valiosa do futebol brasileiro

Fonte: Olhar Crônico Esportivo (Globoesporte.com)
Antes de mais nada, é preciso esclarecer, novamente, que há diversas diferenças entre os estudos da Brand Finance, divulgados aqui há poucos dias, e o estudo feito pela BDO Brasil, sucessora da RCS e BDO RCS. Critérios e metodologias são diferentes. A Brand Finance trabalha com uma visão global, embora seja, naturalmente, fortemente condicionada pela realidade europeia, ao passo que a BDO Brasil trabalha exclusivamente com os dados do Brasil.

No trabalho da consultoria britânica, como já vimos, o Flamengo não aparece entre as 50 marcas mais valiosas do mundo e o São Paulo está à frente do Corinthians, que caiu várias posições. Embora não tenha recebido informações a respeito, o mais provável é que o peso das dívidas do Flamengo e Corinthians tenha contribuído para isso.

As 30 Marcas Mais Valiosas do Brasil

Na edição 2015, a grande novidade é a ultrapassagem do Corinthians pelo Flamengo, que assume a pole position. Um resultado bastante natural, dentro das condições brasileiras, em virtude do excelente desempenho econômico-financeiro do clube da Gávea.

É comum hoje vermos críticas pesadas à gestão rubro-negra, alicerçadas pelo fraco desempenho do time no Campeonato Brasileiro, tão fraco que levou Bandeira de Mello e seus companheiros a, uma vez mais, se comportarem da mesma forma que seus colegas de outros clubes: trocou o treinador. E, o que a princípio não é ruim, mas á liga a luz amarela de advertência, fez uma contratação de grande impacto em todos os sentidos: técnico (Guerrero é excelente atacante), midiático (o assunto dominou as manchetes) e eleitoreiro (final do ano se aproxima e com ele a eleição).

Apesar desses senões, se há um clube hoje no Brasil que pode se dar ao luxo de fazer tal contratação, esse é, sem dúvida, o Flamengo. Só precisa cuidar porque uma andorinha só nada resolve e pode ser o estopim para novas crises, inclusive as piores delas: as crises “de vestiário”.

Esperava já por essa mudança no ranking BDO, não só pela ascensão do Flamengo como também pelo declínio do Corinthians em vários fatores, associado à pasmaceira que há anos domina o São Paulo, que se manteve em terceiro lugar, mas com uma ligeira queda nos números, indicando um viés de baixa para 2016, a menos que no gramado e fora dele o clube apresente reação.

Fonte: Olhar Crônico Esportivo (Globoesporte.com)

sábado, 13 de junho de 2015

Com um a menos, Flamengo vence fora, deixa o Z-4 e afunda o Coritiba

Se não vai na técnica, vai na raça. O Flamengo não teve uma grande exibição na tarde deste sábado, mas bateu o Coritiba por 1 a 0 no Couto Pereira e engatou a segunda vitória seguida no Brasileirão. Apesar de atuar com um homem a menos durante todo o segundo tempo – Jonas foi expulso na primeira etapa -, o time carioca suportou a pressão do Coxa e deixa o Paraná com três pontos na bagagem. Eduardo da Silva, de cabeça, fez o gol do triunfo rubro-negro sobre a equipe paranaense, que teve a estreia do técnico Ney Franco.  

A vitória trouxe oxigênio para o Flamengo. Com a segunda vitória seguida, o time soma sete pontos e deixa a zona de rebaixamento. No momento, a equipe carioca está na 14ª colocação. O Coritiba, por sua vez, segue no Z-4, com apenas três pontos. O Coxa perdeu seis dos sete jogos que disputou no Brasileirão. Os dois times voltam a jogar no próximo fim de semana. No sábado, o Flamengo recebe o Atlético-MG, no Maracanã. Já o Coritiba tem o clássico contra o Atlético-PR, domingo, na Arena da Baixada.  

Apesar do péssimo momento do Coritiba no Campeonato Brasileiro, 12.043 torcedores pagaram ingressos para acompanhar a partida no Couto Pereira. A renda foi de R$ 267.380. 

Croata garante vitória

O primeiro tempo foi duro... de assistir. Os times não foram bem, o gramado não colaborou e, apenas na etapa inicial, foram quase 40 passes errados. O Flamengo teve mais posse de bola, mas pouco ameaçou. O Coritiba também não. No entanto, em umas das raras oportunidades em que chegou à área adversária, o clube carioca marcou. Aos 38, Luiz Antônio cruzou na medida, e Eduardo da Silva cabeceou com categoria: 1 a 0. A primeira etapa, porém, ainda reservava emoções. Nos acréscimos, Jonas foi expulso por entrada em Wellington Paulista. 

Cristóvão não mexeu na volta do intervalo, mas precisou de apenas 13 minutos para usar as três substituições e trocar todo o ataque de uma vez: Gabriel, Everton e Eduardo da Silva deram lugar a Paulinho, Marcelo Cirino e Arthur Maia. Com isso, ainda não foi neste sábado que os reforços Alan Patrick e Ayrton estrearam. Do outro lado, o estreante apostou em Marcos Aurélio e no ex-rubro-negro Negueba, no segundo tempo. As mudanças, no entanto, não surtiram efeito, e o Flamengo, apesar do sufoco nos minutos finais, segurou a vitória até o fim.

Fonte: Globoesporte

Cristóvão faz Fla mudar visão sobre o elenco e buscar "mais equilíbrio"

Quando Vanderlei Luxemburgo ainda era técnico do Flamengo, a diretoria buscava mais dois ou três reforços de peso para fechar definitivamente o elenco da temporada. Após resultados ruins e desgaste interno com, entre outras coisas, a reclamação pela demora nas contratações, Luxa acabou demitido. O Rubro-Negro mudou o comandante e também a forma de enxergar o plantel. Cristóvão Borges chegou e pediu mais equilíbrio em algumas posições. Por isso, o clube contratou o meia Alan Patrick e o lateral-direito Ayrton, que foram apresentados na sexta-feira.

Com Luxa, por exemplo, o Flamengo estava satisfeito com os laterais que tinha. Apenas Pará era lateral-direito de origem, com Luiz Antonio, Anderson Pico e Frauches podendo atuar improvisados na posição. Mas Cristóvão enxergou ali uma lacuna a ser preenchida, que culminou com a contratação de Ayrton.

- Quando nós conversamos desde a chegada do Cristóvão, mudamos um pouco nosso planejamento, que era de ter um elenco mais enxuto. Por conta das nossas conversas, necessidades, o Campeonato Brasieiro longo do jeito que é, ele também nos solicitou que tivéssemos um elenco em tese mais equilibrado. Com isso, solicitou a chegada de jogadores nessas posições (lateral direita e meia) - disse o diretor executivo de futebol do Fla, Rodrigo Caetano.

O Flamengo até já fechou a contratação de um nome de peso, o atacante peruano Paolo Guerrero, e está muito perto de anunciar a vinda do também atacante Emerson. Contando com um desfecho positivo de Sheik, a diretoria, segundo Caetano, ainda busca um meio-campista, desde que ele seja de alto nível. Enquanto isso, Cristóvão comemora a encorpada que os dois reforços ex-Palmeiras deram ao elenco atual.

- São jogadores que vão contribuir bastante para fortalecer o elenco, porque o campeonato exige isso. Campeonato longo. Temos que ter elenco, além de qualificado, com bom número.

Com Alan Patrick e Ayrton entre os relacionados para o jogo e já regularizados na CBF, o Flamengo enfrenta o Coritiba neste sábado, às 16h30, no Couto Pereira, pelo Campeonato Brasileiro. Com 4 pontos em seis jogos, o Rubro-Negro abre a zona de rebaixamento da competição.

Fonte: Globoesporte.com

sexta-feira, 12 de junho de 2015

Segundo ESPN, meia da seleção francesa foi oferecido ao Flamengo

Fonte: Torcida do Flamengo

O Flamengo pode ter um camisa 10 diretamente da França! De acordo com informação do jornalista Mauro Cézar, da ESPN, o meia francês Yoann Gourcuff foi oferecido na Gávea.

Apesar do interesse, a negociação está travada. Segundo o jornalista, Gourcuff não fez mais do que 7 jogos seguidos pelo Lyon (seu atual clube), e somaria 20 lesões na carreira, o que teria desmotivado a cúpula rubro-negra.

No entanto, o que poderia facilitar a negociação, é que o Mengão não teria que pagar nenhum tostão pela vinda do atleta, apenas os salários que forem acordados entre Gourcuff e o clube carioca.

Mesmo sem demonstrar tanto interesse em Gourcuff, jornais franceses apontam o Flamengo como um dos favoritos para ter o atleta. Gourcuff tem uma grande carreira. Aos 28 anos, ele já disputou Copa do Mundo e acumula passagem pelo Milan na grande época do clube italiano.

quinta-feira, 11 de junho de 2015

Flamengo anuncia dupla do Palmeiras como reforço até o fim do ano

O Flamengo confirmou na tarde desta quinta-feira (11) as contratações do meia Alan Patrick e do lateral direito Ayrton. A dupla estava no Palmeiras e chega por empréstimo até o fim do ano. Os reforços iniciam os treinamentos no Rubro-negro a partir da próxima sexta-feira (12).

Com as negociações concretizadas, o clube se concentra agora nos últimos detalhes que envolvem a transferência do atacante Emerson Sheik. Tudo já foi acertado entre Flamengo e jogador. O anúncio deve acontecer até o fim de semana.

O meia Alan Patrick tem 24 anos e foi revelado nas categorias de base do Santos. Vendido ao Shakhtar Donetsk-UCR, retornou ao Brasil em 2013 e foi contratado pelo Internacional.

O lateral Ayrton, de 30 anos, começou a carreira no Londrina e teve destaque no Coritiba, em 2012. Após passagens por Lokomotiv-RUS, Bahia, Botafogo-SP e Avaí se transferiu para o Palmeiras. Ele também foi emprestado ao Vitória-BA antes de retornar ao Palestra.

Ambos serão importantes no trabalho do técnico Cristóvão Borges. Vale lembrar que o comandante foi consultado pela diretoria e deu o aval para as contratações, já que vê com bons olhos a iniciativa de engordar o elenco para o restante da temporada.

"São jogadores que fortalecem o elenco para as competições que disputamos. O Ayrton é um lateral de boa qualidade técnica, bate bem na bola. Isso é um diferencial e decide muito. O Alan é de alto nível, versátil, criativo e joga de todos os lados. Ele tem qualidade. Tomara que se adapte para jogar todo o futebol que sabe", elogiou Cristóvão Borges.

Fonte: Uol

Fla confirma contratações, e Ayrton e Alan Patrick serão apresentados sexta

Agora é oficial. O Flamengo anunciou a contratação do meia Alan Patrick, de 24 anos, e do lateral-direito Ayrton, de 30, que estavam no Palmeiras. A dupla assinou contrato até o final do ano e chega para reforçar o Rubro-Negro no Campeonato Brasileiro e Copa do Brasil. Eles serão apresentados na manhã desta sexta-feira, após o treino no Ninho do Urubu.

A demora para o anúncio foi devido ao tempo de contrato. Alan Patrick estava emprestado pelo Shakhtar Donetsk ao Palmeiras até dezembro, e o Flamengo queria a liberação do clube ucraniano até junho de 2016, mas não conseguiu. O meia, revelado na base do Santos e tratado como substituto de Ganso, falou com o GloboEsporte.com na última quarta e se mostrou empolgado com a oportunidade no Rubro-Negro.

- Cara, o Flamengo é o maior do Brasil. Estou muito motivado, feliz com a oportunidade. Ainda tem o detalhe que falta acertar, mas vou chegar. Estou bem para jogar, quero estar à disposição o mais rápido possível e encontrar as oportunidades que não tive por causa de lesões que acabaram me prejudicando. Espero ter um sucesso maior e ajudar o Flamengo a brigar pelas primeiras posições e coisas grandes - afirmou.

Alan Patrick conquitsou a Libertadores em 2011 com o Santos e foi vendido ao Shakhtar no ano seguinte. Retornou ao Brasil em 2013 para jogar pelo Internacional antes de se apresentar ao Palmeiras. Já Ayrton, revelado pelo Londrina, foi vice-campeão a Copa do Brasil de 2012 com o Coritiba e passou por Lokomotiv (Rússia), Bahia, Botafogo-SP, Avaí e Vitória. Os dois não vingaram no Alviverde e foram liberados como parte do acordo que facilitou a rescisão de Alecsandro.

Austeridade, reforços, estádio e cotas: Bandeira faz panorama do Flamengo

Presidente do clube que tem agitado o mercado de transferências nas últimas semanas, Eduardo Bandeira de Mello fez um panorama de sua gestão no Flamengo, nesta quarta-feira, em entrevista ao programa "Boa noite, Fox", da Fox Sports. O mandatário também comentou sobre os reforços que chegarão - e os que estão em pauta no Rubro-Negro -, política de austeridade financeira do clube, construção de um estádio próprio, divisão de cotas de TV e a recente demissão do técnico Vanderlei Luxemburgo.

CANDIDATURA DE ZICO À PRESIDÊNCIA DA FIFA
"Claro que apoio o Zico como presidente da Fifa. É o personagem mais ilustre da nossa história, e tenho certeza que a Nação emprestaria ele para ele tomar conta do futebol mundial"

CAMISA 10
"Estamos trabalhando dentro da nossa política de responsabilidade. Um passo de cada vez, tentando ver se a gente consegue viabilizar de maneira que a gente possa pagar direitinho. Mas podemos sonhar com o camisa 10 ou com alguém que possa reforçar nosso meio-campo."

INVESTIMENTOS E AUSTERIDADE FINANCEIRA
"Já estava previsto (o investimento no meio do ano). Deixando claro que a situação do Flamengo está longe de estar confortável. Em 2013, quando assumimos, estava caótico, e trabalhando nessa austeridade, 2014 foi melhor que 2013, 2015 está sendo melhor que 2014, mas os anos que virão serão melhores que 2015. Fixamos a contratação, mas tudo isso com os pés não chão. Isso não significa uma quebra de nossa política. As contas do Flamengo são abertas e transparentes. O balanço financeiro está aí. Ganhamos por dois anos o prêmio transparência, da Pluri, e vamos ganhar em 2015, 2016. Faz parte da nossa política a trasparência para que não paire dúvida sobre da onde vem o dinheiro. Mas nossa situação ainda está longe do que a torcida do Flamengo merece. Foi autorizado pelo conselho e pelo administrativo um envidivamento voltado ao futebol. Mas isso depende de negociações. A coisa do Guerrero houve uma oportunidade, a desistência do Corinthians, aí o Flamengo contou seus tostões e conseguiu viabilizar."

DIVISÃO DE COTAS
"Se alguém quer a Liga para dividir o dinheiro e avançar em cima das cotas do Flamengo, isso não vai acontecer. A liga serve para discutir sobre melhorias para os clubes, não necessariamente contra a CBF. Mas a questão das cotas é com a negociação com a TV. Não adianta imaginar que um clube que não tem audiência vai ter uma cota semelhante ao Flamengo. Se a TV não tem interesse (nos outros), vai passar Flamengo, vai passar Corinthians."

GUERRERO
"O Guerrero não estava disponível no início do ano. Estava arrebentando no Corinthians e seria impossível sonhar com uma contratação dessas. No início do Brasileiro você tem a seleção (peruana), a Copa, o ideal era ele estar jogando conosco, mas é melhor poder contar com Guerrero na 11ª rodada do que um jogador de segunda linha, que poderíamos trazer no início. Ainda assim, eu acho que ele vai conseguiur nos ajudar a melhorar nossa performance."

SHEIK
"Sheik é uma boa oportunidade, mas só vamos anunciar quando estiver tudo assinado. Ele vai jogar (pelo Corinthians) contra o Internacional, então vamos esperar. Eu só gosto de anunciar quando estiver tudo sacramentado. Como torcedor, sócio do clube, conselheiro, já me decepcionei com as falsas notícias. Estamos respeitando a torcida. Seria um jogador que cairia bem, então vamos esperar.

"O Corinthians está passando pela fase transitória, mas estão fazendo tudo certo. Eles estão fazendo o que o Flamengo fez em 2013. Se não fizer o ajuste agora, não vai conseguir se recuperar com a velocidade que o time merece. Em alguns meses eles estarão em outro patamar."

ELIAS
"Com relação ao Elias, a gente sabe que o jogador deu declarações e temos que respeitar, tanto o jogador quanto o clube. Se um dia puder acontecer, vamos tentar concretizar. Chegou a haver uma conversa, agora, a partir do momento que ficou combinado que isso seria estancado, nós temos que respeitar e vamos seguir em frente."

MONTILLO
"O Montillo chegamos a caminhar, mas encontramos uma resistência do chinenses. É um grande jogador e, quem sabe, um dia pode fazer parte do nosos planos, mas temos que respeitar."

ESTRUTURA DO DEPARTAMENTO DE FUTEBOL
"A administração do Flamengo é totalmente profissional. Tem os vices, que não são remunerados, mas o único dirigente não remunerado de dedicação exclusiva, sou eu. A administração é totalmente profissional. Tem o diretor geral, Fred Luz, e o Rodrigo, que é o principal executivo do futebol. Temos o conselho também. Esse conselho do futebol é composto por três, quatro desses vices-presidentes que nos ajudam a tomar as decisões estratégicas, não as do dia-a-dia. Uma contratação dessa (Paolo Guerrero) não é decidida por mim. Se eu tenho tanta gente boa que pode ajudar o Flamengo nas decisões da parte estratégica, porque não vou usar isso? Tenho certeza que o Rodrigo (Caetano) tem autonomia para demonstrar o trabalho que o consagrou em outros clubes."

ELEIÇÃO NO FLAMENGO
"Se a gente começar a discutir eleições agora, com certeza isso vai nos atrapalhar. Conheço isso da época de torcedor. Acho que a gente pode esperar um pouco mais para falar sobre isso."

DEMISSÃO DE VANDERLEI LUXEMBURGO
"Não tenho nada contra o Luxemburgo. Ele tem um belo trabalho no Flamengo, tem raízes rubro-negras. Desejo sucesso no seguimento da carreira dele. (Sobre as críticas à direção do Flamengo) Acho que é não é pra ficar chateado, é a opinião dele, que a gente tem que respeitar. Bola pra frente. (A demissão) Foi uma decisão consensual do comitê gestor. Ninguém tem absolutamente nada contra o Vanderlei, temos o maior respeito pelo trabalho dele."

NOVO ESTÁDIO
"Existe a possibilidade. Estamos avaliando uma revisão dos termos do contrato com o Maracanã. Se pudermos considerar o Maracanã como nossa casa, em bases favoráveis a nós, essa discussão muda de patamar. Podemos ter um estádio menor, para abrigar eventos menores, e, aí, o Maracanã poderá ser o nosso estádio. Se o Maracanão não chegar a algo que seja viável para nós, temos partir para um estádio de maior porporção. Essa possibilidade do estádio pequeno na Gávea seria mantida. Possibilidade de construir um estádio de maior porte na Gávea é de difícil aprovação. Dificilmente a gente poderia viabilizar nesse momento, mas o torcedor pode ficar tranquilo que estamos avaliando e teremos mais novidades, em breve, sobre isso.

"Não fechamos a localização. Evidente que a Gávea é o lugar mais nobre, mas, pelo outro lado, um empreendedor, quando vai construir um estádio em outro lugar, ele trabalha com uma área a mais. A ida do estádio do Flamengo para um lugar mais remoto é motivo de valorização do entorno. O empreendedor vai levar isso em consideração e vai trabalhar com um subconjunto de empreendimento que vai dar vida à região. Na Gávea, não há espaço nem condições regulatórias (para um empreendimento financiado pela parceria privada), pois o terreno é cedido. Podemos construir um estádio na Gávea, mas sem associar com um empreendimento comercial."

Fonte: Lancenet