segunda-feira, 16 de outubro de 2017

Despedida? Seleção do Chile avalia proposta para Reinaldo Rueda, do Flamengo



Após Juan Antonio Pizzi deixar o comando da Seleção do Chile por ficar fora da Copa do Mundo de 2018 na Rússia, a Federação local junta os cacos e já discute nomes para recomeçar um trabalho.


E entre os nomes já cogitados, está o de Reinaldo Rueda.

O colombiano, que atualmente comanda o Flamengo, ganha força entre os diretores devido à sua personalidade e feitos históricos com times de menor qualidade técnica ao longo de sua carreira. E, segundo o site local "CDF Notícias", o treinador também tem interesse na transação.

Assim, Rueda junta-se a nomes como Manuel Pellegrini, Marcelo Gallardo, Marcio Salas, Guillhermo Almada e Martin Lasarte, entre outros já especulados.

Fonte: FlaResenha

Jornalista revela os 6 atletas que deixarão o Flamengo no final do ano



Após um ano muito ruim para o Flamengo e para a sua torcida, o clube já começa a se mexer em busca de um planejamento para o ano de 2018.


Nesta atual temporada, o clube fez um planejamento muito bom no início do ano, mas o elenco não rendeu o esperado e o clube teve que fazer mais contratações no meio do ano.

Dessa vez o clube não pretende cometer os mesmos erros e para isso acontecer a diretoria já começa a pensar nos possíveis jogadores que deixarão o time do Flamengo.

Desde que a atual diretoria assumiu o Flamengo, a principal característica desta gestão e de fazer contratações pontuais e perder poucos jogadores, seja para o Brasil ou para fora.

Em 2016, inclusive, o time fez uma boa campanha no Brasileirão e com isso, apesar do clube ter trazido muitos jogadores para reforçar a equipe, a diretoria do Flamengo resolveu manter a maioria dos jogadores que já estavam no clube.

Para a temporada de 2018, ao que tudo indica, o Flamengo não vai manter essa característica de dispensar poucos jogadores. Isso porque, o clube fez uma temporada muito abaixo do que se esperava, já que o time do Flamengo era considerado um dos melhores do Brasil e não conseguiu converter esse favoritismo em bons resultados nas principais competições em que disputou.

Diante dos vários deslizes que o time sofreu até aqui, a diretoria e principalmente a torcida parecem ter perdido a paciência com alguns jogadores. Como o clube não costuma dispensar jogadores no meio da temporada, a má fase do time acabou sobrando para o técnico Zé Ricardo, que foi o primeiro, daqueles que foram eliminados da Libertadores a deixar o Flamengo.

Com isso, segundo o jornalista Fabio Sormani, da Fox Sports, o Flamengo já tem 6 nomes certos para deixar o clube em 2018 e a maioria deles são jogadores que não fizeram uma boa temporada e estão sendo duramente criticados pela torcida. São eles:

Rômulo

Jogador que desembarcou no Rio de Janeiro com status de craque, foi uma das principais contratações do Flamengo para a temporada, porém o jogador não demonstrou um bom futebol e deve ser emprestado para outro clube no ano que vem.

Alex Muralha

Jogador que viveu grande fase no Flamengo em 2016, nesta atual temporada não rendeu o que era esperado e não deve defender o Flamengo em 2018. A Ponte Preta já demonstrou interesse no jogador.

Rafael Vaz

Após alternar entre bons e maus momentos no Flamengo, o clube deve liberar o jogador para um empréstimo no próximo ano.

Rodinei

Dos jogadores que devem sair, Rodinei foi o que mais fez boas partidas, mas não conseguiu se firmar como titular na lateral-direita e não deve permanecer.

Conca

O jogador que foi contratado no início do ano, pouco jogou pelo Flamengo, por conta de sua lesão no joelho.

O empréstimo do jogador acaba no fim desde ano e o jogador deve voltar para o futebol chinês.

Márcio Araújo

O contrato de Márcio Araújo com o Flamengo acaba no fim deste ano e o Flamengo não deve renovar com o jogador, que neste ano de 2017 não conseguiu ter uma grande regularidade no time titular.

Fonte: Blasting News

Flamengo fica sem o dinheiro e calote do Al Nassr impede de disputar a Champions League Asiática



O Al Nassr, da Arábia Saudita, não conseguiu liberação para disputar a Champions League Asiática de 2018.



Segundo o jornal Extra, a não liberação do documento está ligado ao calote que o clube deu no pagamento da transferência do atacante Hernane, em 2014.
Na ocasião, os árabes se comprometeram a pagar R$7 milhões ao Flamengo, pela compra de 50% dos direitos federativos do camisa 9. No entanto, o clube comprador não pagou pela negociação, o que levou o caso à Fifa.

A Corte Arbitral do Esportes (CAS), órgão da FIFA responsável por resolver estes tipos de pendências, condenou o Al Nassr a depositar 3 milhões de euros (R$11,2 mi) até o dia 28 de setembro. Porém, o pagamento, que seria referente a duas parcelas do negócio, não foi efetuado.

Ainda há uma outra ação em andamento, em que o Flamengo cobra o valor de 2 milhões de euros (R$7,5 mi), referente à uma terceira parcela. A ação foi concluída e em breve será inclusa ao valor total, que será de 5 milhões de euros (R$18,7 mi). O valor aumenta progressivamente, graças às multas, juros e taxas de correção monetária.

Fonte: Coluna do Flamengo

Elias se emociona ao relembrar homenagem da torcida do Flamengo



O título da Copa do Brasil, conquistado pelo Flamengo em 2013, continua vivo na memória do volante Elias, um dos jogadores mais importantes do elenco rubro-negro na época. 


Atualmente no Atlético-MG, Elias relembrou, em entrevista ao canal Fox Sports, com muita emoção do momento em que a torcida do Fla homenageou o filho dele, Davi, na partida contra o Goiás, no segundo jogo da semifinal, no Maracanã.


O menino, que não tinha nem dois anos, estava se recuperando de uma pneumonia. Confira abaixo, em trechos:

O CASO

“Eu não esperava, velho... Foi assim... O meu filho teve uma pneumonia e teve que ficar internado no CTI do hospital. E eu estava jogando as finais da Copa do Brasil, tinha acabado de enfrentar o Cruzeiro, eliminar o Cruzeiro (oitavas de final). Tinha feito um gol e tudo. E a fase seguinte era contra o Botafogo (quartas de final). Foi nesta fase que o meu filho ficou internado. O primeiro jogo eu não joguei, estava suspenso. No segundo jogo eu joguei e meu filho estava internado. E ninguém sabia do que estava acontecendo. O pessoal me viu meio triste. Eu era um dos líderes, sempre falante, brincava e colocava música no vestiário... e nesse dia eu estava triste. Ninguém sabia, só eu. Não quis contar. Eu acho que esse era um problema meu e eu que tinha que enfrentar. Deixei nas mãos de Deus. Não quis interferir psicologicamente na concentração da equipe. O jogo foi numa quarta, no domingo ele já estava internado”.

PARTIDA CONTRA O BOTAFOGO

“Quando cheguei no vestiário do Maracanã, um dia antes eu estava no hospital com ele. Dormi lá. Era pequeno, tinha nem 2 anos. E aí, quando chegou no vestiário, me senti um merda. Porque... Futebol é importante, é... mas eu estava com o meu filho no CTI. Me desesperei, botei a mão na cabeça e me perguntei “O que estou fazendo aqui? Meu filho tá lá, vou embora...” Comecei a chorar, os moleques não entenderam nada. Foi aí que eu falei a situação, no vestiário, antes do jogo. Aí os caras “Não, tá maluco... você tem que jogar... a gente precisa de você... você tem que entrar em campo pelo menos...” Aí eu falei “Eu não quero, velho... não quero estar aqui... eu não consigo... vou atrapalhar, não vou ajudar”... E aí eles disseram que correriam por mim”.

“Quando a gente chegou com o ônibus, passamos pela zona mista... Quando cheguei no vestiário, vi minha camisa... lembrei do meu filho na hora. Ele via qualquer coisa preto e vermelho, falava Flamengo. Ele lembrava. Já me deu o desespero, pessoal tentou me acalmar e tal. Os moleques me convenceram e eu entrei em campo, mas... contra o Botafogo, foi o meu pior jogo pelo Flamengo. Corri os 90 minutos igual a um louco nesse jogo. Quem lembra, sabe que eu joguei em uma função diferente. Mais por causa disso, a cabeça tava longe. Então, eu estava correndo. Marquei o lateral-esquerdo do Botafogo”.

REAÇÃO DA TORCIDA

“O pessoal soube disso, do que aconteceu. A torcida soube. Eles começaram a se manifestar na Internet. O primeiro ato foi trocar a foto do perfil no Facebook pela foto do meu filho... E, pra mim, tá louco (choro). Só de lembrar disso... Fui fazer o primeiro jogo contra o Goiás, pela Copa do Brasil, fora... a gente ganhou... e no jogo da volta eles lançaram a campanha. Ao invés de cantarem o meu nome, cantaram do meu filho (choro). Isso vai ficar marcado para o resto da minha vida, da minha família inteira”.

“O pessoal acha que a gente é super herói, mas a gente é ser humano.. por trás do cara que está vestindo o uniforme, existe toda uma vida que qualquer pessoa tem. De filhos, de brigas, separação, discussão com namorada... e isso você tem que, de alguma forma, deixar tudo fora de campo para que você entre e tente fazer tudo o que treinou durante a semana. Tem que deixar de lado. Mas no dia do Botafogo eu não consegui”.

PARTIDA CONTRA O GOIÁS

“E no dia que eles cantaram o nome do meu filho... Eu pedi a Deus que eu pudesse focar apenas na partida. Tipo, na hora que eles cantassem o nome do meu filho, que não desconcentrasse. Porque eu passei a noite toda chorando e pedindo para Deus... Meu filho já estava bem, nesse dia do jogo, tava em casa... mas eu sabia que ia me emocionar muito com o que a torcida do Flamengo fez. Procurei apenas focar no jogo e esquecer tudo. Não se dava, mas eu joguei bem. Fiz até gol... só que na hora do gol, eu desabei... aí eu lembrei, fiz a homenagem pra ele.. foi até o grande Luis Roberto que narrou o jogo e na hora ele fala “Gol do Davi”. Quando vejo isso na Internet já começo a chorar na hora. Por toda a situação que envolveu, por tudo o que torcida do Flamengo fez por mim”.

Fonte: Extra

Graças ao Flamengo, audiência da Rede Globo estoura novamente



Após dois meses e meio tendo audiências discretas aos domingos com jogos do Campeonato Brasileiro Série A, a Globo voltou a conquistar um bom resultado no Rio de Janeiro ao transmitir Chapecoense x Flamengo.


O duelo rendeu 27 pontos de audiência e 44% de participação.


 Foi o melhor resultado aos domingos desde Corinthians x Flamengo, no dia 30 de julho. Na ocasião, o clássico alcançou 30 pontos, a maior marca aos finais de semana neste Brasileirão.

Após transmitir o duelo entre os dois times de maiores torcidas do país, a Globo RJ, até então, havia exibido compromissos de Fluminense, Vasco e Botafogo aos domingos: Cruzeiro x Botafogo (21 pontos), Atlético-MG x Flamengo (22 pontos), Bahia x Vasco (21 pontos), Bahia x Botafogo (20 pontos), Vitória x Fluminense (19 pontos), Corinthians x Vasco (19 pontos) e Grêmio x Fluminense (18 pontos).

Em São Paulo, a Globo exibiu Atlético/GO x Palmeiras. A partida disputada no estádio Olímpico, em Goiânia, marcou 22 pontos de média e 37% de audiência.

Fonte: Esporte e Mídia

Benja: Palmeiras quer 'estrela' do Flamengo e está disposto a emprestar atleta



E o Palmeiras já começa a planejar a próxima temporada. Durante o FOX Sports Rádio desta segunda-feira (16 de outubro), o apresentador Benjamin Back trouxe a informação de que a diretoria do Verdão quer a contratação do meia Everton, um dos destaques do Flamengo.



A negociação deve ganhar capítulos nos próximos meses, já que o clube paulista está disposto a envolver atletas na troca.
Aos 28 anos, Everton é visto como peça-chave ao time do Flamengo. Mesmo com a chegada de Éverton Ribeiro, Berrío e Geuvânio, o camisa 22 não perdeu espaço e segue como uma das principais referências do elenco. Renovou contrato recentemente até o fim de 2019, mas a multa rescisória não foi divulgada pelas partes.

Segundo Benja, dos atletas que estão disponíveis para uma troca no Palmeiras, um nome é o de Róger Guedes. Afastado por problemas de vestiário, o jogador será reintegrado ao grupo, mas está com os dias contados na Academia de Futebol. No entanto, não há a informação de qual atleta seria envolvido nesta negociação.

Fonte: Fox Sports

Rueda abre o jogo e diz o que é necessário para o Fla retomar a confiança



Neste domingo (15), o Flamengo encarou a Chapecoense na Arena Condá e, em jogo sofrido, superou a equipe catarinense pelo placar de 1 a 0, voltando a vencer no Campeonato Brasileiro após três rodadas sem conseguir superar o adversário.


Após a partida, o técnico Reinaldo Rueda concedeu entrevista coletiva, ressaltando a competitividade do Brasileirão e destacando o propósito do Fla na competição.


“Faltam 11 rodadas e temos fé que fazemos um bom trabalho para reta final. O Brasileirão é a competição mais difícil do mundo. Normalmente, são quatro equipes grandes por país. Aqui, todo mundo é competitivo. É difícil enfrentar os times do Z-4. O propósito é esse (G-4). Falamos com o grupo que é preciso duas, três vitórias consecutivas para retomar a confiança”, afirmou Rueda.

Com os três pontos na contra, o rubro-negro chegou à marca de 43 e terá nova chance para aumentá-la na próxima quinta-feira (19), quando enfrenta o Bahia na Ilha do Urubu.

Fonte: Coluna do Flamengo

André Rocha fala sobre raça e contesta: “Tem algo muito errado no Flamengo”



A temporada de 2017 para o Flamengo parece se complicar mais a cada partida.



O time que era apontado como um dos melhores do Brasil – e também da América – acumula eliminações e resultados abaixo do esperado, ocupando atualmente a 7ª colocação no Campeonato Brasileiro.
Apesar da vitória sobre a Chapecoense neste domingo (15), o time não foi poupado das críticas, afinal, a atuação da equipe não foi das melhores.

Dentre os problemas apontados no rubro-negro, muitos contestam a aparente ‘falta de raça e vontade’ no valioso elenco do Mais Querido, enquanto outros tendem a creditar o baixo rendimento a questões técnicas.

O jornalista André Rocha, do Uol, fez uma breve análise através de uma rede social, na qual afirma que “há algo errado” no Flamengo, em relação à postura dos jogadores em campo.

“Não sou de resumir futebol a vergonha na cara e raça. Mas isso existe e devia ser premissa. Tem algo muito errado no Flamengo.”, escreveu ele.

Fonte: Coluna do Flamengo

domingo, 15 de outubro de 2017

Sonho do River Plate, Cvitanich diz não ao clube; Guerrero fica mais perto



O argentino River Plate segue em busca de um camisa 9 renomado para o próximo ano. Segundo o canal TyC Sports, o clube foi atrás de Cvitanich, do Banfield: martelo batido e resposta negativa.


Ainda de acordo com o portal, todas as atenções viraram para o centroavante rubro-negro e a equipe de Bueno Aires pretende fazer tudo para ter Paolo Guerrero em 2018.


Apesar do alto salário que Paolo Guerrero recebe no Flamengo (em torno dos R$ 900 mil mensais), a diretoria dos “Millonarios” já estaria viabilizando contratos de patrocínio e parceiros para arrecadar a verba e uma proposta oficial deve ser feita em janeiro.

Guerrero é sonho antigo do técnico Marcelo Gallardo. Aos 34 anos de idade, o camisa 9 tem vínculo até agosto de 2018 com o Flamengo. Caso permaneça e não renove, o peruano poderá assinar pré-contrato com outro clube em fevereiro do próximo ano.

Com 20 gols em 49 jogos, o peruano vive seu melhor momento com o Manto Sagrado. São 6 gols no Brasileirão (17 jogos); 2 na Copa do Brasil (5 jogos); 10 no Campeonato Carioca (11 jogos) e 2 na Libertadores (6 jogos).

Fonte: Coluna do Flamengo

Jogador do Flamengo recebe cartão por motivo inusitado; veja



Flamengo e Chapecoense jogaram na Arena Condá e o Mais Querido levou a melhor.



Com gol de Diego Ribas aos 34 minutos do segundo tempo, o Fla venceu fora de casa e quebrou o jejum de vitórias na competição.
Durante a comemoração, Márcio Araújo, camisa 8 do Flamengo e que não jogou nesta partida levou cartão amarelo por um motivo inusitado: entrou em campo.

Márcio Araújo não estava pendurado.

O Flamengo volta a campo na próxima quinta-feira (19) contra o Bahia, no Rio de Janeiro. Com a vitória, o rubro-negro encostou no Botafogo, sexto colocado.

Fonte: Coluna do Flamengo