sábado, 30 de abril de 2016

Cruzeiro e Palmeiras querem Éverton e Flamengo quer vender ou fazer troca



Sem espaço no Flamengo, o meia Éverton pode respirar novos ares no Campeonato Brasileiro deste ano. Cruzeiro e Palmeiras estão interessados no jogador. O rubro-negro prefere vender o meia, porém não descarta um ”troca-troca” com um dos clubes interessados no atleta.


NEGOCIAÇÃO COM O CRUZEIRO

O Flamengo aceitaria ceder Éverton para o clube mineiro, caso a compensação financeira seja grande, ou existisse uma troca pelo zagueiro Dedé.

Dentro do clube carioca tem uma certeza que uma dupla de zaga formada por Juan e Dedé seria espetacular. As partes estudam a negociação, mas pelo o que parece ainda está tudo em fase inicial.

NEGOCIAÇÃO COM O PALMEIRAS

O técnico alviverde Cuca gosta muito do futebol do Éverton, e está exigindo ao presidente palmeirense Paulo Nobre a contratação do jogador.

O Flamengo primeiramente quer vender o atleta. Se não for possível, irá analisar se tem algum jogador do Palmeiras que interessa ao rubro-negro.

O clube paulista ofereceu o zagueiro Edu Dracena ao Fla, mas o clube carioca não aceitou. No elenco do Palmeiras, o Flamengo tem interesse no zagueiro Vitor Hugo, porém parece ser difícil essa negociação, já que o jogador é titular absoluto no sistema defensivo no time do Palestra Itália.

Fonte: Totalmente Rubro-Negro Related Posts Plugin for WordPress, Blogger... 

Com gols de Guerrero e Arão, Fla vence Americano em jogo-treino: 3 a 0



Em atividade fechada à imprensa, o Flamengo venceu jogo-treino contra o Americano, da Série B do Rio, por 3 a 0. No primeiro tempo, com os titulares em campo, Willian Arão e Guerrero marcaram. Na etapa final, com uma equipe integralmente formada por reservas, Ederson fechou o placar.


O Flamengo entrou em campo com Paulo Victor, Rodinei, Wallace, Juan e Jorge; Cuéllar, Willian Arão e Mancuello; Fernandinho, Marcelo Cirino e Guerrero.

No segundo tempo, o time formou com Alex Muralha; Pará, Léo Duarte, Cesar Martins e Chiquinho; Márcio Araújo, Canteros (Ronaldo) e Ederson; Lucas Paquetá (Arthur Henrique), Felipe Vizeu e Gabriel.

Na etapa final, Ederson, que fez um gol, perdeu um pênalti. A bola bateu na trave direita e saiu.

Fonte: GE Related Posts Plugin for WordPress, Blogger... 

Fla quer reformular elenco e prepara barca com até 5 nomes



A decepção neste início de temporada não passará em branco no Flamengo. Insatisfeito com o rendimento de alguns atletas, a diretoria estuda reformular o elenco e uma barca está prestes a partir do Ninho do Urubu. A expectativa é que até cinco nomes deixem o Rubro-negro para este segundo semestre, quando será disputado o Campeonato Brasileiro.


A diretoria não fala abertamente, mas alguns nomes devem deixar o Flamengo antes mesmo do início do Brasileiro. O Rubro-negro busca um zagueiro no mercado para fazer a dupla de zaga com Juan. Isso é um claro indicativo que o clube não conta com Cesar Martins, que tem contrato acabando em julho, e Wallace.

O primeiro não terá o contrato renovado. Além do Flamengo não ter vontade de renovar, o Benfica-POR também só interessaria em vender o defensor. Com o futebol apresentado no período, o Rubro-negro descarta qualquer investimento para manter o jogador no clube.

A situação de Wallace é diferente. O zagueiro renovou com o Flamengo até o fim de 2018, mas o desgaste tem sido tão grande que o Rubro-negro pode optar por liberar o defensor em caso de proposta. Caso isso ocorra, a diretoria teria que atrás de um segundo reforço para a posição e não somente um, como planejado.

Situação parecida vivem Paulo Victor, Gabriel, Alan Patrick e Everton. Os três jogadores não corresponderam nesse início de temporada e contam com resistência entre torcedores. O goleiro mais ainda já que Alex Muralha chegou ao clube após investimento de R$ 4 milhões por 50% dos direitos econômicos junto ao Figueirense.

Everton e Alan Patrick, por outro lado, agradam ao técnico Muricy Ramalho, que elogiou bastante os jogadores há algumas semanas. A dupla, porém, teve nome ligado a festas no ano passado, o que prejudica a imagem com a torcida nesse momento de crise. Assim, eles entram na lista de transferências do Flamengo, que espera até mesmo conseguir uma troca.

Fonte: Uol Related Posts Plugin for WordPress, Blogger... 

sexta-feira, 29 de abril de 2016

Muricy banca Wallace: ‘Enquanto estiver jogando bem, ele fica’



O técnico Muricy Ramalho não cedeu às pressões externas e manteve a base do time do Flamengo visando o jogo da segunda fase da Copa do Brasil, contra o Fortaleza, na próxima semana. O zagueiro Wallace foi mantido na zaga ao lado de Juan, enquanto no ataque ocorreu a única mudança em relação ao time que foi eliminado para o Vasco no Estadual, com a entrada de Fernandinho na vaga de Gabriel.


Na coletiva de imprensa, o treinador defendeu o zagueiro e avisou: ele vai permanecer no time enquanto estiver correspondendo.

– Aqui é por mérito. Se o técnico acha que está jogando bem ele continua. Claro que parece que não há simpatia por ele, principalmente vocês da imprensa também. Se a gente analisar friamente ele está jogando bem. As vezes o cara tem vergonha ate de elogiar porque falou que estava mal. Temos números bons dele. Enquanto ele estiver jogando bem e correspondendo ele fica – disse Muricy, em entrevista coletiva, nesta sexta-feira.

Com Paulo Victor na academia, o time se armou em atividade tática com Rodinei, Wallace, Juan, Jorge; Cuéllar, Arão, Mancuello; Cirino, Guerrero e Fernandinho. Muricy cobrou que time todo se defenda.

– A defesa começa na frente. No Brasil isso é equivocado. O time tem que marcar adiantado. Eles tem que pensar nisso. São atacantes, mas sem a bola é importante esse tipo de marcação. Se não vai estourar na defesa. O time defende bem quando defende todo mundo. É o time que não está defendendo bem – afirmou.

O treinador ainda comentou sobre contratações para defesa:

– Em relação a número de jogadores, a defesa vai ficar devassada (com saída de Cesar Martins). É um setor que estamos atentos. Temo que trazer jogadores de qualidade. Mas está muito difícil. Quem analisa vê os dados dos jogadores mas todos não agradam. Temos pensamento de alguns mas é difícil pelo valor. Hoje, se machuca um só tem dois, nem reserva tem. Vai ter que contratar e estamos atentos – disse.

O Flamengo fará um jogo-treino contra o time do Americano, de Campos, na tarde desta sexta-feira. A equipe volta a treinar neste sábado e folga no domingo.

Fonte: Extra Related Posts Plugin for WordPress, Blogger... 

Flamengo confirma empréstimo de meia ao Avaí até o fim da temporada



O Flamengo confirmou na tarde desta sexta-feira o desfecho da negociação do empréstimo do jovem Jajá, de 21 anos, ao Avaí. Com o objetivo de dar experiência ao meia cria da Gávea, o acerto entre os clubes dura até dezembro. O reforço chega para a disputa da Série B do Campeonato Brasileiro e com o objetivo de dar mais opções ao setor da equipe catarinense, comandada pelo técnico Silas.


Jajá defendeu o Rubro-Negro em 12 oportunidades desde que subiu ao time profissional, e não marcou nenhum gol. Na atual temporada, atuou em apenas duas partidas: uma em torneio amistoso contra o Santa Cruz, e outra na estreia do Carioca, contra o Boavista. Em 2015, defendeu a seleção brasileira sub-20, no Mundial realizado na Nova Zelândia. Na ocasião, o time brasileiro foi derrotado pela Sérvia na final, e os jogadores ficaram com o vice-campeonato.

No fim do jogo contra o Operário VG, o treinador do Avaí já havia confirmado o acerto com o jogador. Silas comentou as outro seis contratações, entra eles três que já estão na Ressacada, e Jajá, a quem aguarda para o Brasileiro ou até para a segunda fase da Copa do Brasil, na terça-feira, quando o Leão encara o Bragantino em Bragança Paulista, às 21h30.

Fonte: GE Related Posts Plugin for WordPress, Blogger... 

Nantes quer comprar Adryan em definitivo; Flamengo pede R$14 milhões



Após o presidente do clube francês demonstrar interesse na permanência de Adryan, emprestado pelo Flamengo, o Diretor de futebol Rubro-negro, Rodrigo Caetano, explicou qual seria a possibilidade de ocorrer a transferência em definitivo do atleta para o Nantes.


– O Adryan foi emprestado com passe fixado! Portanto, se o Nantes quiser ficar com o jogador em definitivo, terá que pagar o valor estipulado –  explicou o dirigente em contato com o Torcedores.com, deixando claro que a decisão depende apenas dos franceses.

O empresário do jogador, Reinaldo Pitta, confirmou que o Nantes manifestou interesse em comprar Adryan, que está emprestado pelo Flamengo.

O Flamengo fixou o valor de 3,5 milhões de euros (R$14 milhões) para que o Nantes, caso tenha interesse, exerça a opção de compra do atleta no final do empréstimo, que acontece em Junho deste ano. O meia, que foi campeão da Copa São Paulo de Futebol Junior, era tido como uma grande promessa na Gávea.

Fonte: Mercado da Bola Related Posts Plugin for WordPress, Blogger... 

Definido o adversário do Flamengo na segunda fase da Copa do Brasil



O Flamengo conheceu, na noite desta quinta-feira, o adversário da segunda fase da Copa do Brasil. O Rubro-Negro terá pela frente o Fortaleza, que eliminou o Imperatriz. O primeiro jogo será no dia 4, no Ceará. Se vencer por dois gols de diferença, o Fla elimina a partida de volta.


Após empatar o jogo de ida por 1 a 1, o Fortaleza fez o dever de casa e venceu o Imperatriz, nesta quinta-feira, por 2 a 0, gols de Pio e Jean Mota, garantindo a classificação.

Na primeira fase, o Flamengo eliminou o Confiança. O Rubro-Negro foi surpreendido e perdeu o jogo de ida, mas eliminou o vexame e ganhou o segundo jogo por 3 a 0. Eliminado no Carioca, o Fla volta a campo justamente contra o Fortaleza.

Fonte: O Dia Related Posts Plugin for WordPress, Blogger... 

A ‘barca da defesa’: César Martins e Antonio Carlos deixarão o Fla. Wallace e PV também podem sair



Todo o setor defensivo do Flamengo passa por análise e pode sofrer mudanças até o Brasileiro. Uma barca está em construção e já tem seu capitão. Não se trata do questionado Wallace, mas do também pouco querido César Martins.


O zagueiro, de 23 anos, retorna ao Benfica, já que o Flamengo não vai mais insistir para renovar seu empréstimo. Wallace, por sua vez, é alvo de discussões internas na diretoria e pode não seguir entre os titulares. Com toda a polêmica envolvendo o nome do atleta, que falhou no ultimo jogo contra o Vasco, algumas equipes já manifestaram o interesse em contar com o experiente zagueiro.

A base projetada para o restante do ano terá o veterano Juan e o jovem Léo Duarte. Antonio Carlos, contratado ao Avaí até o fim do ano, será negociado também antes do Brasileiro. O clube, 
agora, busca por dois zagueiros de ponta: um atleta jovem, de velocidade e boa saída de bola, e outro mais cascudo. Se encontrar, o Flamengo permite negociar Wallace, desgastado. Caso contrário, Muricy conta com ele.

Outra situação incômoda no elenco é do goleiro Paulo Victor. A contratação de Muralha para ser sombra do atleta formado na Gávea deixou o titular chateado. Não houve uma conversa prévia e a pressão de membros da torcida e do clube mesmo sem falhas importantes irrita Paulo Victor.

O Flamengo nega que tenha proposta concreta para qualquer um de seus jogadores de defesa, mas o goleiro pensa em deixar o clube. No caso de César Martins, a diretoria admite que fez as primeiras tentativas e não teve retorno positivo. Diante da má fase do jogador, deixará que ele cumpra o contrato atual e saia. Mesmo com Muricy desejando sua permanência, a relação custo e benefício não é vista como ideal.

Fonte: Lance! Related Posts Plugin for WordPress, Blogger... 

quinta-feira, 28 de abril de 2016

Reformulação para o Brasileirão 2016



SRN galera da Coluna do Flamengo, hoje falaremos e conto com a opinião de vocês sobre os ajustes necessários ao nosso elenco para a disputa do Brasileirão 2016 para que possamos disputar uma vaga na Libertadores 2017. O Flamengo caminha bem fora de campo mais o sucesso não se estende para dentro dele. Para mim ficou claro que o problema do Flamengo não é o técnico. Nestes últimos anos os melhores técnicos do país já passaram pelo Flamengo e todos eles não tiveram o sucesso relativo ao salário que receberam.


Quem eram os técnicos nos melhores momentos do mengão nos últimos anos? Andrade e Jayme. Fica explícito no time que o vestiário faz o sucesso dentro de campo, foi assim em 2009, quando se uniram e ganharam o Brasileiro, em 2013, quando o Mano abandonou o barco e o elenco se uniu novamente ganhando a Copa do Brasil 2013 e em 2014, quando quase conseguimos chegar à final da Copa do Brasil perdendo para o Atlético Mineiro na chegada do Luxemburgo.

Bom, vamos ao elenco:

Começando pelos goleiros. Precisamos de um goleiro que faça gol! Vou explicar melhor. Nos times que estão em evidência, sabemos o quanto faz a diferença o goleiro que faça pelo menos uma defesa sensacional no jogo que ali poderia ter mudado o destino do jogo. Todo grande time tem esse jogador embaixo das traves. Paulo Victor, para mim, não é. Precisamos dar chance ao Muralha para ele poder se provar no Flamengo e será que o PV aceita a reserva? Para ser direto, PV entra como moeda de troca ou jogador negociável desde já.

Agora os zagueiros. Quantos minutos jogou o Antonio Carlos? Fica a pergunta. Pelo bem da minha saúde vou falar brevemente neste setor. Juan já provou que pode render, porém precisa de substituto pelo desgaste do campeonato. Cesar Martins já irá retornar para o Benfica e o Wallace amarra ele numa catapulta e vê onde vai parar. Precisamos de dois zagueiros com status de titular para, aí sim, junto com Juan, o incógnita Antonio Carlos, Dumas e Léo Duarte podermos ter um pouco mais de respeito nesse setor.

Laterais. Pará, além de fraco tecnicamente tem um salário muito alto para ser reserva, algo por volta de 150 mil mensais. Flamengo tem que se desfazer desse jogador e contratar uma peça para ser substituto do Rodinei. Jorge e Chiquinho se equilibram no lado esquerdo. Alguém só precisa dar um susto no Jorge para o mesmo voltar a jogar bem, porque futebol ele tem mas está muito preguiçoso.

Volantes. Canteros e Márcio Araújo não estão à altura do time nem vou entrar e detalhes, temos que usá-los como moeda de troca ou venda. Vamos aproveitar o bom jogador Ronaldo da base mas mesmo assim precisamos de mais um jogador do nível do Cuéllar.

Meias. Everton já provou que é um jogador que pode ser muito útil quando está focado somente no futebol. Foi assim em 2009, quando substituiu Juan e foi muito bem na arrancada para o hexa. Em 2013, já pelo Atlético PR jogou muito bem junto com o Cirino e fez uma excelente temporada e no segundo semestre de 2014 com a chegada do Luxemburgo. Ele tem muito mercado nacional e pode ser trocado por outro jogador de bom nível. Infelizmente de 2015 pra cá perdeu o foco e sua vida extra campo vem chamando mais atenção.  Este setor é o menos carente do Flamengo que além de Mancuello, Ederson e Alan Patrick ainda temos algumas opções na base que podem suprir alguma necessidade.

Atacantes. Gabriel tem cara de jogador novo e engana todo mundo, o mesmo já tem 26 anos e já teve todas as oportunidades para mostrar que pode vestir o manto, ou seja, vende, empresta, leiloa, coloca no olx, porque tem jogador da base pedindo passagem como Thiago Santos. Sheik claramente está em desafeto com Muricy após ficar na reserva e deve deixar o clube em breve e não é o único. Marcelo Cirino tem proposta da Europa desde o início do ano e deve deixar o Flamengo na próxima janela juntamente com Guerrero, este com proposta da China, já era para ter saído no início do ano, mas a cláusula de rescisão era alta. Já agora em junho, o valor que era por volta de 70 milhões cai para 26 milhões de reais aproximadamente, o que transformado em dólares não vai ter empecilho algum para os times chineses. A diretoria tem que correr no mercado já contando com esses desfalques e se confirmar, vamos precisar que pelo menos três jogadores com status de titular para este setor.

Que fique aqui a minha opinião sobre o elenco e se estou esquecendo ou me equivocando sobre algum jogador, se pronuncie nos comentários, pois o debate é bom, sempre respeitando a opinião dos colegas e expondo seu ponto de vista.

Saudações Rubro Negras!

André Barros
andre.barros@colunadoflamengo.com Related Posts Plugin for WordPress, Blogger... 

Depois primeiro semestre ruim, Fla avalia dispensa e contratação de jogadores



O primeiro semestre do Flamengo em 2016 foi um fracasso. Eliminado da Primeira Liga e do Campeonato Carioca, o time rubro-negro foi inconstante e ainda não se encontrou nesta temporada.

Apesar de Rodrigo Caetano, diretor de futebol, garantir que o planejamento será mantido, é bem provável que mudanças sejam feitas como a saída e a chegada de alguns atletas.


O meio-campo Canteros não goza de prestígio com Muricy Ramalho. Nesta temporada o jogador esteve em campo em apenas 3 oportunidades somando só 149 minutos jogados com a camisa do Flamengo. Com pouco mais de seis meses de contrato e pouco aproveitado, o jogador espera propostas para deixar o clube.

Outro que deve sair é o zagueiro César Martins, que pertence ao Benfica. O jogador está emprestado ao Rubro-Negro até junho e, apesar do desejo do Flamengo em esticar sua estadia, o clube português não está disposto a renovar o empréstimo.

Já o meia Jajá recebeu uma proposta de empréstimo feita pelo Avaí. O clube catarinense deseja contar com o jogador até o final da temporada. Com apenas 2 jogos este ano, o jogador de 21 anos é pouco aproveitado pelo comandante Rubro-Negro e deve ser mesmo emprestado.

Quem também espera uma definição da cúpula de futebol é Rafael Dumas. O jovem zagueiro não teve nenhuma oportunidade com o atual treinador, não entrou em nenhuma partida oficial do Flamengo sendo a última opção na zaga. Também deve deixar o Rubro-Negro.

O meio-campo Everton, que no início do ano quase se transferiu para o futebol chinês, também pode deixar o clube. O Flamengo estuda opções para negociar o jogador por considerá-lo uma boa moeda de troca.

Por outro lado a necessidade de reforços é evidente principalmente na zaga. Apesar de a cúpula do futebol tentar proteger o zagueiro Wallace a paciência do torcedor está esgotada e os pedidos para que o atleta deixe o time titular é constante. E com a possível saída de César Martins, o clube que já procurava por mais uma opção no setor vai precisar contratar o mais rápido possível.

Cleber, ex-Corinthians e que atualmente defende o Hamburgo, da Alemanha, é um dos preferidos da diretoria ao lado de Diego Polenta do Nacional.

Fonte: Goal Related Posts Plugin for WordPress, Blogger... 

Presidente do Flamengo é pressionado para demitir Rodrigo Caetano



Rodrigo Caetano vai precisar de muita habilidade e contar com a sorte para continuar no Flamengo.


A insatisfação dos conselheiros do clube com o trabalho dele é enorme. A maior parte da torcida não pensa diferente.

O diretor-executivo não é e nunca foi unanimidade no Flamengo.

Uma corrente defende a saída imediata de Caetano e a contratação de um profissional que tenha raízes rubro-negras.

O presidente Eduardo Bandeira de Mello foi bastante questionado na reunião do Conselho Deliberativo que aconteceu na última terça-feira.

O nome do ex-zagueiro Fábio Luciano teria sido sugerido. Ele atuou pelo clube entre 2007 e 2009.

Bruno Voloch

Fonte: Yahoo Esporte Related Posts Plugin for WordPress, Blogger... 

Reunião por contas termina em cobranças e mal-estar entre Cacau e Bandeira



As eliminações na Primeira Liga e no Campeonato Carioca acarretaram em insatisfação geral no Flamengo. A gestão comandada pelo presidente Eduardo Bandeira de Mello foi bombardeada por críticas desde domingo (24), quando o Rubro-negro terminou mais uma vez batido pelo rival Vasco. O descontentamento extrapolou o departamento de futebol e parou na reunião do Conselho Deliberativo.


Na noite da última terça-feira (26), os conselheiros se reuniram na sede da Gávea e aprovaram as contas do exercício 2015. Houve poucos questionamentos sobre os números apresentados pelo vice-presidente de finanças Cláudio Pracownick. A insatisfação estava voltada para os maus resultados do futebol. A polêmica entrada em campo, quando os jogadores fincaram uma bandeira no gramado da Arena da Amazônia e abandonaram as crianças no túnel, também foi debatida em plenário.

Candidato à presidência na última eleição e conselheiro do clube, Cacau Cotta pediu a palavra para questionar a diretoria 
sobre a condução do futebol. Neste momento, o presidente Eduardo Bandeira de Mello deixou o salão nobre da Gávea e causou mal-estar. Cotta ainda solicitou ao mandatário que o ouvisse por cinco minutos, mas não obteve resposta.

A cena foi criticada pelos conselheiros da oposição e também gerou constrangimento na situação. Sem Bandeira de Mello, Cacau discursou para outras bases da diretoria, incluindo o vice-presidente geral Maurício Gomes de Mattos.

“A humildade, que trouxe o presidente Eduardo Bandeira de Mello aqui, está faltando para enfrentar o maior problema que existe hoje no Flamengo. É o nosso carro-chefe. O futebol é fim, não é meio. Estou orgulhoso das contas, mas quero ter o mesmo orgulho do futebol. O Flamengo não é banco, não é instituição financeira. O Flamengo não comemora título de transparência. Os executivos precisam ser cobrados. O que faz o Fernando Gonçalves há um ano no futebol do Flamengo? Ele foi diretor da Traffic no caso Ronaldinho… Não tenho nada contra o Rodrigo Caetano, é um gentleman, mas não ganhou nada. É preciso paciência com o trabalho do Flávio Godinho [vice-presidente de futebol], mas temos responsabilidade com 40 milhões de torcedores”, afirmou.

Cacau seguiu o discurso e terminou aplaudido pelos conselheiros em meio ao clima de insatisfação pela terceira eliminação consecutiva para o Vasco na gestão Bandeira – são nove jogos sem vencer o rival de São Januário. Para completar o cenário de questionamentos, o conselheiro Lysias Itapicurú pediu a palavra para criticar a ação de marketing na entrada do time em campo na Arena da Amazônia.

Os jogadores adentraram ao gramado correndo, ignoraram os tradicionais mascotes e fincaram a bandeira rubro-negra no centro de campo. Lysias questionou o departamento de marketing e o autor da ideia, principalmente pelo fato de a bandeira não se tratar de um produto oficial. Foram cobradas providências para que o comprador da “bandeira pirata” – denominação utilizada pelo conselheiro – seja punido. O clima pesado continuou.

No Ninho do Urubu, os jogadores não concordaram em levar a culpa pela questionável ação e esperavam que a diretoria admitisse a autoria da ideia. O Flamengo tenta voltar aos trilhos e dar continuidade ao trabalho na temporada. Não faltam problemas e cobranças. O clube sabe que precisa aparar as arestas o quanto antes para não correr risco de tumultuar ainda mais os bastidores. O Rubro-negro ficou fora das finais, mas viverá dias decisivos nas próximas semanas.

Fonte: Uol Related Posts Plugin for WordPress, Blogger... 

quarta-feira, 27 de abril de 2016

De saída? Meia recebe proposta de empréstimo do Avaí e Fla analisa



O meia Jajá tem proposta do Avaí, de empréstimo, para deixar o Flamengo até o final da temporada. O jogador de 21 anos, cria da Gávea, não tem sido aproveitado pelo técnico Muricy Ramalho ao longo de 2016 – disputou apenas duas partidas pela equipe. O departamento de futebol do Rubro-Negro analisa a proposta do clube catarinense, que aguarda uma definição nos próximos dias.


O jogador de 21 anos tem a sua carreira agenciada pelo empresário Eduardo Uram, que tem relação próxima ao Avaí e ao novo presidente, Francisco Battistotti. A solicitação de empréstimo até o final da temporada chegou ao Flamengo no começo desta semana.

O time de Florianópolis carece de jogadores na criação das jogadas – Jajá atua também como volante. Para armar o jogo, o técnico Silas conta apenas com Diego Jardel, que passou na última temporada pelo Botafogo, mas não passa por boa fase. Há também o jovem Caio César, que atua um pouco mais recuado, 
mas também exercita a função na armação. Na próximo partida, inclusive, o treinador deve utilizar um atacante, Tauã, na posição.

A fase do Leão não é nada boa. Fora das finais do Catarinense, o time defende a permanência na Copa do Brasil nesta quinta-feira, na Ressacada, em Florianópolis, contra o Operário-VG. No jogo de ida, revés por 1 a 0. Nos últimos 11 jogos, são 10 derrotas e apenas um resultado positivo.

O meia Jajá, revelado na Gávea, defendeu o Rubro-Negro em 12 oportunidades desde que subiu ao time profissional. Ele ainda não marcou nenhum gol. Nesta temporada, o jogador atuou em apenas duas partidas. Uma no torneio amistoso “Chico Science”, contra o Santa Cruz, e outra na estreia do Carioca, contra o Boavista. Em 2015, defendeu a seleção brasileira sub-20, no Mundial realizado na Nova Zelândia. Na ocasião, o time brasileiro foi derrotado pela Sérvia na final, e os jogadores ficaram com o vice-campeonato.

Fonte: GE Related Posts Plugin for WordPress, Blogger... 

Guerrero é aconselhado a trocar o Fla pelo Boca por auxiliar de Gareca



Não bastasse a má fase de Paolo Guerrero no Flamengo, a torcida rubro-negra ainda precisa ler que seu jogador mais valioso foi aconselhado a trocar o Rubro-Negro por outro clube: o Boca Juniors. A tentativa de convencimento foi feita por Roberto "Ñol" Solano, auxiliar-técnico de Ricardo Gareca na seleção peruana.


- Falamos com Paolo Guerrero sobre o Boca. Tentei convencê-lo. O que sempre digo aos rapazes no Peru é que, se têm uma oportunidade, vão para o Boca Juniors - disse Solano ao programa de rádio "Diário Xeneize", da Argentina.

Roberto "Ñol" Solano é próximo do atual treinador do Boca, Guillermo Barros Schelotto, que brilhou com a camisa do clube como jogador. Ainda de acordo com a imprensa peruana, o camisa 9 pode receber propostas após a disputa da Copa América Centenária, em junho.

Guerrero chegou ao Flamengo em julho de 2015, vindo do Corinthians, por um valor próximo aos R$ 40 milhões. Em 36 jogos, o peruano marcou 12 gols com camisa rubro-negra.

Fonte: Uol Esportes Related Posts Plugin for WordPress, Blogger... 

Zaga do Flamengo terá cara nova no Campeonato Brasileiro



Se o discurso do Flamengo é de que o elenco está em reformulação, a zaga sofre esse processo em dobro. Isso porque, pouco mais de três meses depois do início da pré-temporada, algumas mudanças vão acontecer neste setor. Muricy Ramalho insiste na necessidade de pelo menos mais uma contratação, a de um jogador que chegue para ser titular. No entanto, alguns dos que fazem parte do grupo atual podem sair e outros têm futuro indefinido. O único absoluto no momento é Juan, de 37 anos.


Muricy atualmente dispõe de outros cinco nomes no elenco, sendo que nenhum deles encontra-se em situação de estabilidade. Além do contestado Wallace há César Martins e Antonio Carlos, que devem sair. Em relação às pratas da casa, Léo Duarte vem sendo preparado com calma, enquanto Rafael Dumas segue fora dos planos. Por isso, o clube segue na busca por pelo menos mais um reforço para a posição.

– Nunca deixamos de falar que queríamos um nome para reforçar a zaga, que queríamos ter número maior de opções. Não conseguimos nesse período, seja por questão financeira ou 
por não chegar a consenso que não executamos (a contratação). Nossa prioridade já era essa desde o início. As reuniões que seguimos fazendo são para avaliar. Não vai ser por conta da eliminação que vamos abandonar (essa ideia) – afirmou o diretor de futebol Rodrigo Caetano, em coletiva na última terça-feira.

Desde o início do ano o Flamengo tenta a contratação de um zagueiro, buscando principalmente no mercado sul-americano. Os argentinos Donatti e Lollo foram tentados, mas sem sucesso. O uruguaio Diego Polenta foi outra opção, mas não houve acordo financeiro com o Nacional do Uruguai. No Brasil, Luan, do Vasco, e Victor Hugo, do Palmeiras, chegaram a ser procurados.

JUAN

Retornou ao clube após 14 anos como uma incógnita em relação à condição física. Mas hoje é o único zagueiro do elenco que é unanimidade entre diretoria, comissão técnica e torcida. Disputou 18 partidas oficiais na temporada mas, aos 37 anos, pode eventualmente ser preservado em algumas partidas da temporada. Mas, no panorama atual, é o intocável da posição pela qualidade técnica e pela liderança dentro e fora de campo.

WALLACE

É considerado no clube uma liderança positiva no elenco, dentro de campo e nos bastidores. Mas a imagem desgastada junto à torcida, combinada a atuações inseguras, coloca em dúvida sua permanência entre os titulares e até mesmo o posto de capitão do Flamengo. Seu contrato com o clube vai até 2018, e na atual temporada disputou 20 partidas.

CÉSAR MARTINS

Contratado durante o Campeonato Brasileiro do ano passado, não conseguiu se firmar como titular em 2016, ficando como primeira opção da zaga no banco de reservas. O contrato de César Martins vai até junho, mas é praticamente certo que o Benfica não aceitará a renovação de seu empréstimo e pedirá sua reintegração. O zagueiro disputou seis jogos oficiais em 2016.

LÉO DUARTE

Perto de completar 20 anos, o zagueiro campeão da Copa São Paulo deste ano é o xodó da torcida do Flamengo na zaga. Nas redes sociais, os rubro-negros pedem mais chances ao jogador, que é formado nas categorias de base, mas o clube prefere lançá-lo aos poucos, apostando em seu futuro. Por isso, Léo Duarte disputou apenas um jogo como profissional.

ANTONIO CARLOS

Contratado para integrar o time alternativo do Flamengo na disputa do Campeonato Carioca, acabou por ficar sem espaço a partir do momento em que o clube mudou seus planos e utilizou a equipe principal. Ainda não atuou em jogos oficiais e foi relacionado apenas para uma partida. Por conta disso, deve ser negociado antes do início do Brasileiro, e a Ponte Preta é uma das alternativas.
RAFAEL DUMAS

Rafael Dumas Flamengo treino (Foto: Gilvan de Souza/Flamengo)
Promovido aos profissionais no início da atual temporada, o zagueiro de 21 anos treina normalmente com o grupo, mas segue fora dos planos da comissão técnica do Flamengo, ainda sem previsão de ser lançado por Muricy Ramalho.

Fonte: GE Related Posts Plugin for WordPress, Blogger... 

Janca: “Muricy faz reclamações e é contestado nos bastidores do clube”



A diretoria do Flamengo continua dizendo que Muricy Ramalho está garantido no cargo e que irá permanecer no clube por dois anos. Oficialmente o discurso é de que o técnico não é o responsável pelo péssimo início de temporada do Mengo.


Nos bastidores, porém, a história é um pouco diferente. Apesar de a tendência ser mesmo a de ficar com o técnico pelo menos até o final do ano, há problemas e divergências entre as duas partes. E que não são tão simples assim.

A direção rubro-negra acha que Muricy está devendo, sim. Que trouxe uma dezena de reforços para o técnico e que ele não deu sequer padrão tático para o time carioca. E que não teve firmeza nem liderança nem na Copa Sul-Minas nem no Estadual do Rio, torneios em que o Flamengo acabou eliminado precocemente. E jogando uma bolinha bem pequena…

Já Muricy acha que os reforços não foram os melhores e quer pelo menos mais dois para o Brasileirão, torneio em que a meta é conseguir uma vaga para a Libertadores.

O técnico tem reclamado ainda do que estaria chamando de falta de estrutura do Flamengo. E mais de uma vez chegou a comentar com interlocutores que não há comparação com o que via no São Paulo, clube que comandou por mais de uma vez.

As reclamações do técnico já chegaram à diretoria do Rubro-Negro, o que deixou o clima entre as partes um pouco mais azedo.

Nesse clima o clube se prepara para a sequência da Copa do Brasil e para o Brasileirão, que começa mês que vem.

Fonte: Lance! Related Posts Plugin for WordPress, Blogger... 

Fla tem 9 jogadores em baixa com a torcida. Wallace lidera rejeição



Eliminado da Primeira Liga e do Campeonato Carioca, o Flamengo “lambe as feridas” e busca se reestruturar para a disputa do Campeonato Brasileiro e da Copa do Brasil. No entanto, o clima não é dos mais leves entre jogadores e torcida. Pelo menos nove deles estão em crise com os torcedores depois dos últimos resultados.


O capitão Wallace é o que enfrenta rejeição mais forte dos rubro-negros e um ambiente pesado. O goleiro Paulo Victor, o zagueiro César Martins, o lateral-esquerdo Jorge, o volante Márcio Araújo, os meias Gabriel e Alan Patrick, e os atacantes Emerson Sheik e Guerrero também tem sido bastante questionados pelos torcedores.

No setor defensivo, Paulo Victor vê a sombra de Alex Muralha no banco de reservas e o desejo de parte da diretoria em negociá-lo. A atuação na eliminação para o Vasco praticamente encerrou a possibilidade de uma renovação com César Martins. Esperança da base, o 
lateral Jorge caiu de rendimento desde o final do ano passado. Normalmente querido por treinadores, Márcio Araújo sofre com críticas constantes da torcida há tempos.

Olhando para o setor ofensivo, Alan Patrick segue manchado pela polêmica do “Bonde da Stella”, Gabriel não consegue se firmar mesmo depois de inúmeras chances, enquanto Emerson Sheik e Guerrero ainda não correspondem ao investimento e estão longe do que já produziram nas respectivas carreiras.

Os rubro-negros querem mudanças e também pressionam a gestão Eduardo Bandeira de Mello nas redes sociais. Com Wallace no topo da pirâmide de rejeição, o Flamengo tenta se reinventar e estuda o que fazer com o elenco para a sequência da temporada.

Saídas não estão descartadas, assim como a chegada de um zagueiro e de outros nomes para reforçar o grupo. Por ora, o diretor executivo de futebol Rodrigo Caetano defende os atletas, principalmente Wallace, e diz acreditar na volta por cima em 2016.

“Eu lamento muito que isso ocorra. Sempre se escolhe um ou dois para cristo. Além de grande profissional, o Wallace é uma grande figura humana. Existe uma predisposição contrária. Ele só vai reverter participando de uma equipe vencedora. Imagine o quanto esses jogadores não têm que trabalhar o lado psicológico para reverter isso. Sei que ele vai superar, já demonstrou que tem qualidade”, encerrou.

Fonte: Uol Related Posts Plugin for WordPress, Blogger... 

terça-feira, 26 de abril de 2016

“Não vou deixar cair mais essa na minha conta”, diz Wallace sobre polêmica



Ao fincar a bandeira no círculo central da Arena Amazônia, em Manaus, Wallace não tinha ideia de que acabara de marcar território em grande polêmica. Questionamentos, ironias por parte do Vasco depois da derrota por 2 a 0 e cara de ponto de interrogação dos pequenos mascotes, que nada entenderam ao verem capitão e time entrarem em campo em disparada. As crianças tiveram que esperar o hino nacional para ficar ao lado dos ídolos. Em contato com o GloboEsporte.com, o zagueiro comentou pela primeira vez sobre a polêmica.


– Rapaz, olha só… Não vou deixar cair mais essa na minha conta. Tenho lido e ouvido muita besteira. Ainda estou aqui tentando digerir essa derrota para o rival, e é duro aguentar tudo isso calado. Disseram que a ideia foi minha, o que não é verdade. Todo mundo sabia dessa ação e eu, como capitão, concordei quando soube. E é bom que fique claro que não houve qualquer tentativa de menosprezar o adversário, mas sim fazer uma homenagem à nossa torcida e também mostrar que estávamos motivados para a decisão – afirmou o zagueiro, que não participou das atividades desta terça-feira, no Ninho do Urubu, por ter sido liberado para ir a Salvador resolver problemas particulares.

O gesto inusitado rendeu munição aos vascaínos, lembrando, com fotos, que os jogadores deram as mãos e entraram em campo ao lado dos pequenos torcedores. O zagueiro Rodrigo provocou ao final da partida, com 2 a 0 no placar e a vaga na final garantida.

– Cadê os gritinhos? Aqui ninguém marca território não – disse o jogador do Vasco.

Wallace lamentou o constrangimento causado para as crianças que aguardavam à beira do campo. E deu sua explicação:

– Em momento algum a intenção do grupo era decepcioná-las. Atendemos aos torcedores desde a chegada a Manaus, tanto no aeroporto, quanto no treino, hotel, estádio. Tenho dois filhos pequenos e lamento que isso possa ter causado qualquer constrangimento para as crianças e seus pais. E como era consenso que entraríamos correndo em campo, e tinha muita criança pequena parada ali, ficamos com medo de elas caírem.

O zagueiro e capitão do Flamengo aproveitou para comentar as declarações de Beto ao GloboEsporte.com. O ex-jogador, que foi capitão do Flamengo em algumas ocasiões, condenou a escolha do jogador como capitão.

– Se o treinador na época achava que o Beto era exemplo dentro e fora de campo, e com perfil para ser capitão… Mas sobre esses nomes (Léo Moura sugeriu que houvesse troca de capitão) eu prefiro falar num outro momento – concluiu Wallace.

Fonte: GE Related Posts Plugin for WordPress, Blogger... 

Muricy e Juan participam de reunião com diretores para barrar crise



O elenco do Flamengo voltou aos treinos na manhã desta terça-feira, e o clima de tensão tomou conta do Ninho do Urubu. Com os jogadores do lado de dentro fazendo trabalhos físicos, o acesso da imprensa foi limitado em parte das atividades.


Do lado de fora, um carro da Polícia fazia a segurança para evitar os protestos que tomaram conta da delegação no retorno de Manaus, onde, no domingo, o Rubro-Negro perdeu de 2 a 0 para o Vasco, e foi eliminado nas semifinais do Campeonato Carioca.

Além da Polícia, os seguranças do clube se movimentavam bastante, a todo momento esperando alguma hostilidade, o que não aconteceu em nenhum momento. O diretor de futebol Rodrigo Caetano explicou a situação.

“O torcedor muitas vezes não sabe como é dolorida uma eliminação em um momento de crescimento da equipe. Na semana passada, falavam que o Flamengo vinha jogando um futebol vistoso. Não somos contrários a manifestações de torcedores, mas há hora e local para isso. Aeroporto nunca foi local para isso, portanto, é natural que a diretoria se preocupe”, disse Caetano.

O diretor, por sinal, passou boa parte da manhã conversando com o vice-presidente de futebol, Flávio Godinho, e com o presidente Eduardo Bandeira de Mello. Em alguns momentos, o técnico Muricy Ramalho conversou com os dirigentes. Um dos líderes do elenco, o zagueiro Juan, que não enfrentou o Vasco por estar suspenso, esteve na conversa também.

“Tivemos reuniões para projetar a Copa do Brasil e o Campeonato Brasileiro. Infelizmente, não chegamos à decisão da Primeira Liga e do Campeonato Carioca, mas isso não inviabiliza o que foi feito em termos de reconstrução da equipe e da comissão técnica, e muito menos a luta pelos nossos principais objetivos. Conversamos com muitos jogadores, estamos trabalhando de olho no futuro”, disse Caetano.

Dentro de campo, os jogadores vão trabalhar muito. Ao longo de toda a semana, estão previstas atividades em tempo integral. Apenas nesta quarta-feira e no sábado, as atividades serão em meio período.

Mando de campo

Com o Maracanã e o Nilton Santos entregues aos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, o Flamengo decidiu optar pelo Raulino de Oliveira, em Volta Redonda, como a sua casa no Campeonato Brasileiro.

“Nós vamos mandar cinco jogos em Brasília, mas o restante vai ser mesmo em Volta Redonda, inclusive na Copa do Brasil. Para melhorar o nosso público lá, teremos algumas promoções para atrair torcedores e sócios”, disse o diretor

O Flamengo estreia no Campeonato Brasileiro em 14 de maio, contra o Sport, em local a ser definido, já que o mando de campo é do Rubro-Negro carioca. “O jogo com o Sport, por ser uma estreia, pode ter uma situação diferenciada”, explicou Rodrigo.

Antes disso, o Flamengo vai jogar pela partida de ida da segunda fase da Copa do Brasil, dia 4 de maio, fora de casa, contra Fortaleza ou Imperatriz-MA, que se enfrentam nesta quarta-feira no Ceará, para definir quem avança. Na partida de ida, no Maranhão, houve empate por 1 a 1.

Fonte: Gazeta Press Related Posts Plugin for WordPress, Blogger... 

Flamengo defende Wallace, mas quer reforçar zaga



O diretor de futebol do Flamengo, Rodrigo Caetano, concedeu entrevista coletiva no início da tarde desta terça-feira, dois dias depois da eliminação para o Vasco na semifinal do Campeonato Carioca, e comentou sobre o questionamento sobre a defesa do time. O dirigente saiu em defesa do capitão Wallace, que tem sido muito criticado, mas confirmou o desejo em reforçar a zaga.


“Nunca negamos que buscaríamos mais um zagueiro. É que faltou um nome de convicção. Quando chegou, esbarrou na questão financeira”, declarou o dirigente. “Nunca ficou de lado que nós ainda seguiríamos buscando um nome para reforçar a zaga, até para aumentar o número de opções, mas também para qualificar o setor. Tentamos muito, é difícil. Não posso dizer quando e falar em nomes, mas seguiremos tentando aumentar o número de opções.”

Caetano ainda apontou que a dificuldade em encontrar zagueiros não é um problema exclusivo do clube carioca. “É um setor que temos uma carência, e todos os clubes do Brasil também têm. Por falta de quantidade e qualidade.”

Por outro lado, o dirigente foi bastante enfático na defesa a Wallace em meio às diversas perguntas sobre o momento do capitão da equipe rubro-negra.

“Eu lamento muito que isso aconteça. Sempre que se escolhe um ou dois para cristo, e o jogador sai daqui, acaba sendo reconhecido em outro lugar. Além de grande profissional, o Wallace é uma grande figura humana. No primeiro gol, ele salvou a bola, mas existe uma predisposição contrária, e ele só vai reverter isso participando de um time vencedor”, afirmou o diretor, que também mostrou apoio ao goleiro Paulo Victor.

“Meu papel aqui não é demagogia, mas qualquer tipo de avaliação sempre será interna. Mas são dois atletas (Paulo Victor e Wallace) que estão no clube há algum tempo, jogadores em quem o clube acredita. Em uma derrota, os personagens escolhidos nas derrotas às vezes se modificam, às vezes, não. Infelizmente, quando não ganha, só muda o endereço”, falou.

Confiança no trabalho de Muricy

A defesa é o setor mais questionado de um Flamengo que tenta encontrar melhores resultados na temporada. Afinal, assim como no Estadual, o clube também caiu na semifinal da Primeira Liga. A equipe foi eliminada pelo Atlético-PR. Já na Copa do Brasil, os rubro-negros avançaram à segunda fase depois de terem perdido para o Confiança-SE por 1 a 0 na idade e terem vencido na volta por 3 a 0.

Apesar de o Flamengo não ter conseguido chegar à decisão das duas competições que disputou e das críticas dos torcedores, Rodrigo Caetano mostrou confiança no trabalho de Muricy Ramalho, que foi contratado nesta temporada.

“Tivemos mudança de comissão técnica e elenco. É consenso que o que precisa ser corrigido será corrigido. O trabalho do Muricy está no caminho certo. Durante todo esse período de experiência dele, é um dos inícios de trabalho em que ele está mais confiante. Tanto de elenco, trabalho e até infraestrutura que o clube disponibiliza”, declarou.

Fonte: ESPN Related Posts Plugin for WordPress, Blogger... 

Adeus? Benfica força a barra e Cesar Martins deve deixar o Flamengo



Titular na derrota de 2 a 0 para o Vasco, o zagueiro César Martins pode estar de saída do Flamengo. O defensor pertence ao Benfica (POR) e tem contrato de empréstimo com o Rubro-Negro somente até o fim de junho. Muricy indicou que gostaria de permanecer com o atleta, e o departamento de futebol tentou estender o vínculo, mas, até o momento, não teve sucesso.


– César tem contrato até o fim de junho. Nas primeiras conversas com o Benfica, eles não passaram que estavam dispostos a estender o empréstimo. Assim está até o momento. Qualquer coisa diferente disso é mera especulação – disse Rodrigo Caetano, diretor-executivo de futebol do Flamengo.

O Flamengo apostava na boa relação com o Benfica para permanecer com o defensor de 23 anos. César Martins é reserva no time de Muricy Ramalho, mas atua com frequência.

O Flamengo, como se sabe, segue em busca de um zagueiro, mas encontra dificuldades no mercado. Recentemente, o Rubro-Negro tentou a contratação de Diego Polenta, do Nacional (URU), mas recebeu um ‘não’ como resposta.

Fonte: Lancenet Related Posts Plugin for WordPress, Blogger... 

Flamengo deixa primeiro semestre de lado e foca no objetivo do ano: Libertadores 2017



A expressão resignada de Muricy Ramalho após as duas eliminações rubro-negras no ano — Liga Sul-Minas-Rio e Estadual — mostra um comportamento diferente do que caracterizou o treinador em outros clubes. A falta de indignação e até irritação tem uma explicação: o foco do departamento de futebol é a Libertadores-2017.


A diretoria do Flamengo já havia inicialmente deixado o Estadual de lado e anunciou que colocaria time reserva. Depois de mudar os planos, acumulou a competição com o real objetivo deste semestre, a Liga. A queda no torneio amistoso coincidiu com o início da disputa da Copa do Brasil, que é prioridade para voltar ao torneio sul-americano.

Mas na Gávea só se fala no Campeonato Brasileiro e na expectativa sobre Muricy na competição da qual é tricampeão com o São Paulo e campeão com o Fluminense. Por isso ele será cobrado.

Direção não cumpre promessa de campanha
A revista da candidatura do presidente Eduardo Bandeira de Mello à reeleição anunciava “lutar por título sempre”. Passado quase um semestre, o Flamengo foi eliminado do Estadual e da Sul-Minas-Rio — e escapou de um vexame histórico na Copa do Brasil.

Além de não dar conta da promessa, a diretoria coleciona falhas de planejamento. A demora em definir uma casa que substituísse o Maracanã é a principal, já que as viagens cansaram o time.
Executivo dos mais bem pagos do país, Rodrigo Caetano fez contratações de retorno questionável. Foram dez neste ano, entre titulares e alguns jogadores que nem foram aproveitados: Muralha, Rodinei, Juan, Antonio Carlos, Arthur Henrique, Chiquinho, Cuéllar, Arão, Mancuello e Fernandinho. Fora a renovação com Sheik, Marcio Araújo e Wallace em 2015.

Outra marca da diretoria é a falta de pulso: não houve punidos no caso do “Bonde da Stella”, no ano passado, e ninguém registrou queixa contra os invasores ao Ninho do Urubu, em março.

Fonte: Extra Related Posts Plugin for WordPress, Blogger... 

Pra tentar resgatar torcida, Fla pode negociar Wallace



A perseguição da torcida ao zagueiro Wallace pode levar o Flamengo a negociar o jogador antes do Brasileiro. Embora tenha moral alta como capitão do time, tecnicamente o jogador caiu muito de produção desde sua chegada, e a contratação de um zagueiro de nível, já prometida algumas vezes, pode abreviar a passagem do atleta, com contrato até 2018.


As opções para Wallace são emprestá-lo a algum clube do Brasil ou aguardar a abertura da janela de transferências para ofertas internacionais, que chegaram ainda no fim de 2015 para o jogador. Com a reformulação do elenco, o capitão permaneceu por sua postura e liderança em campo.

No entanto, com a contratação de pelo menos mais um zagueiro para jogar ao lado de Juan na zaga ideal de Muricy Ramalho, Wallace seria colocado como opção no banco, intenção original para a atual temporada.

A falta de uma sombra real ampliou a titularidade do zagueiro. César Martins não vingou, Antonio Carlos sequer estreou e Léo Duarte, campeão júnior, foi pouco usado na equipe principal.

Wallace nunca se escondeu no Flamengo, mesmo cobrado por torcedores nos jogos e nos treinos. Na invasão de torcedores recentemente, tomou a dianteira da conversa e falou em entrevista coletiva.

Sua vivência de Flamengo tenta ser passada aos demais jogadores. Alguns, compram a ideia e participam mais. Outros, seguem alheios à importância de entender a cultura do clube.

O departamento de marketing já teve muito mais dificuldade para fomentar ações com sócios, mas com a participação de Wallace e Juan a relação melhorou. A entrada triunfal com a bandeira fincada no campo antes de enfrentar o Vasco seria uma dessas ações para estreitar a relação.

Com a atuação fraca da defesa – mais uma em jogo decisivo – Wallace e o restante dos jogadores acabaram vendo todo o esforço de aproximação sendo em vão. A crescente reclamação sobre o setor defensivo ecoa das redes sociais para a Gávea, onde ganha força. E o mantra se repete:

— Vamos reforçar a zaga e seguir qualificando o elenco para o Brasileiro — falou o vice de futebol Flavio Godinho.

Fonte: Extra Related Posts Plugin for WordPress, Blogger... 

Com defesa contestada, Fla entra em crise após eliminação no Carioca



A eliminação do Flamengo no Campeonato Carioca, após derrota para o Vasco em Manaus (AM), por 2 a 0, caiu como uma bomba na Gávea. Além de manter a escrita recente de maus resultados contra o rival, o resultado mergulhou o Rubro-Negro em uma crise.

O processo de desgaste começou com a derrota de 1 a 0 para o Atlético-PR, em março, que gerou a eliminação na Primeira Liga. O quadro se agravou com o título do rival Fluminense na competição.


O clima de desconfiança aumentou com a derrota de 1 a 0 para o Confiança-SE, pela Copa do Brasil. O revés foi amenizado na semana passada, com o triunfo por 3 a 0, que deu a virada e rendeu a classificação para a segunda fase da competição.

A equipe esperava um bom resultado no domingo, mesmo com o Carioca sendo colocado em segundo plano pela diretoria, principalmente para quebrar a sequência ruim diante do Vasco. Porém, o time de Muricy foi inferior durante a maior parte do jogo, e acabou perdendo mais uma vez para o rival.

A eliminação no estadual foi a gota d’água para parte da torcida do Flamengo. Na madrugada desta segunda-feira, a equipe rubro-negra desembarcou no aeroporto Galeão, no Rio de Janeiro, onde foi recebida por um protesto que reuniu cerca de 80 torcedores.

A delegação flamenguista chegou por volta de 0h30 e, percebendo os protestos, tentou utilizar outra saída para “driblar” os torcedores. Os presentes, porém, correram para tentar impedir a saída do ônibus, que acabou recebendo socos e pontapés. A Polícia Militar precisou intervir na situação e um tiro de bala de borracha chegou a ser disparado para o alto. Os seguranças do Flamengo que estavam no local também foram cercados, mas ninguém saiu ferido.

Defesa é criticada

A revolta da torcida também ligou o sinal de alerta sobre a necessidade de reforços. A defesa passou a ser o foco, pois Wallace é um líder questionado pela qualidade, e Juan não suporta jogar todos as partidas da temporada. Cesar Martins, reserva imediato, nunca caiu nas graças da torcida, e a situação piorou após ele ficar caído no chão com um drible desconcertante do atacante colombiano Duvier Riascos, no lance que originou o primeiro gol do Vasco.

Diante desses problemas, a diretoria vai ao mercado procurar pelo menos mais um jogador para a posição, e a ideia é buscar um nome de peso, que possa chegar e resolver o problema do setor. Porém, não há pressa, pois os flamenguistas vão esperar a abertura da janela de transferências.

O elenco ganhou folga nesta segunda-feira, e o próximo compromisso oficial não tem data definida, já que o Campeonato Brasileiro começa em 14 de maio, e antes disso pode haver algum duelo pela segunda fase da Copa do Brasil, diante do vencedor do duelo entre Fortaleza e Imperatriz.

Fonte: Fox Sports Related Posts Plugin for WordPress, Blogger... 

segunda-feira, 25 de abril de 2016

Destaque na Rússia, Ari sonha vestir a camisa do Flamengo: “Time do coração”



Como tantos nomes do futebol brasileiro nos últimos anos, Ari saiu cedo do país para jogar na Europa. Talvez até cedo demais. Não que ele tenha algum arrependimento em relação à sua trajetória, cujos destaques foram uma artilharia em seu primeiro ano na Suécia, um título holandês e até  um convite para se naturalizar russo e assim participar da próxima Copa do Mundo.


Mas aos 30 anos, Ari entende que há ainda há objetivos a serem vividos em solo brasileiro. Talvez no Fortaleza, clube que o revelou e onde conquistou um título do Campeonato Cearense, antes se mudar para o Velho Continente há 11 anos. Ou então, talvez no clube de seu coração e que permeia seus sonhos desde menino: o Flamengo.

Seu primeiro ano fora do Brasil foi, sem dúvida, o mais difícil. Além do choque cultural,  a adaptação ao clima frio de Kalmar, cidade sueca onde Ari desembarcou para jogar no clube da cidade, também foi complicada. E apesar de todas as dificuldades, já em seu primeiro ano conquistou a artilharia do Allsvenskan, o Campeonato Sueco.

“Quando eu estive na Suécia, acho que foi uma das fases mais difíceis, mas também a fase mais rápida de adaptação. Quando eu cheguei, eu lembro que eu peguei -18°C, pela primeira vez saindo do calor de Fortaleza. Foi complicado. Fora a língua, que eu não entendia nada. Em relação à adaptação, eu acho que foi rápida, porque no primeiro ano da Suécia, ser artilheiro do campeonato, acho que não são muitos jogadores que conseguiriam isso. Com todas as dificuldades que eu tive, consegui me recuperar e já no primeiro ano ter grande destaque”, disse ele.

Naturalmente, as ótimas atuações do jogador na Suécia o levaram a uma liga mais forte: a Eredivisie. Na Holanda, Ari teve um pouco mais dificuldade em conseguir um lugar no time titular, devido ao grupo forte do AZ Alkmaar. Ainda assim, o atacante brasileiro conseguiu seu espaço graças ao apoio recebido por aquele que ele considera o melhor treinador com quem já trabalho, o holandês Louis Van Gaal.

“Eu fiquei muito feliz por ter sido contratado a pedido do Louis Van Gaal, que na época era o treinador. Quando eu cheguei, vi que tinham muitos jogadores de seleções, Bélgica, Marrocos, Holanda… Para mim, aquilo ali estava sendo fantástico. Sabia que o começo ia ser complicado, mas o Van Gaal me deu muito apoio, me deu muita confiança . Não joguei logo de cara, mas fui conseguindo meu espaço, tanto que já no segundo ano, em que fomos campeões, eu joguei muitas partidas. Foi maravilhoso, três anos de experiência muito boa, por ter tido um treinador como ele, e ter conquistado o título holandês”, destacou.

Mas foi na Rússia onde Ari fincou suas raízes. E lá, em 2011, ainda jogando pelo Spartak Moscou, o jogador cearense voltou a ser notícia no Brasil. O motivo? O gol que ele considera ser o mais bonito de sua carreira: recebeu a bola e saiu em velocidade, driblou o goleiro e tocou por cobertura para o fundo da rede. O gol que Pelé não fez.

“Devem ter outros gols bonitos também, mas esse, por ter criado uma repercussão grande, ‘o gol que Pelé não fez’, ter driblado o goleiro e ter virado para o gol, depois ter coberto o goleiro. Acho que foi o mais lindo”, avalia Ari.

Desde 2013, Ari atua no Krasnodar, clube jovem, fundado apenas em 2008, mas que já acumula bons resultados no Campeonato Russo e também no continente. Na última edição da Liga Europa, por exemplo, o time se classificou para as oitavas de final com o primeiro lugar do Grupo C, à frente do favorito Borussia Dortmund. Tudo graças a ótima estrutura que fez com que Ari fechasse seu primeiro contrato com o clube e permitisse que ali atingisse um nível alto, capaz de chamar a atenção da Seleção Russa.

“Eu tive a grande felicidade de ser convidado para me naturalizar russo. Um convite do Fabio Capello, que na época era o treinador. Dei entrada na documentação, mas quando ele foi dispensado, duas semanas mais tarde, essa documentação foi parada. Estou até esperando esse novo treinador [Leonid Slutsky], se vão me chamar novamente para naturalizar. Mas em relação a isso estou bem tranquilo, mais focado no meu clube, nas competições que estou disputando, acho que tudo isso é uma consequência do trabalho, acho que com um bom trabalho, as coisas irão acontecer na hora”, disse o jogador, que ainda sonha em disputar a Copa do Mundo.

“Eu desde pequeno tenho o sonho de jogar na seleção, e depois com o passar dos anos aqui na Rússia, fui criando essa expectativa de querer me naturalizar russo, depois que eu completei cinco anos aqui no país. Mas eu não queria ser chamado para jogar na Seleção Russa por ter um passaporte, queria ser chamado por estar mostrando um bom futebol, estar mostrando um bom trabalho. É um objetivo, vou continuar trabalhando pra isso, e se for da vontade de Deus, vai dar tudo certo”, acrescentou.

É no Krasnodar que Ari pretende dar continuidade ao bom trabalho que está fazendo. O jogador de 30 anos renovou seu contrato com o clube por mais três anos e pretende cumpri-los. Mas ele também não esconde o desejo de voltar ao Brasil para encerrar sua carreira e, quem sabe, realizar o sonho de menino de Ariclenes da Silva Ferreira.

“Eu não sei em que ano eu posso voltar, mas sem dúvidas eu quero encerrar a carreira no Brasil, na minha cidade. Mas eu tenho o grande sonho também, desde garoto, de jogar no Flamengo. Sempre deixei claro que é o meu time de coração. Acho que até agora, se eu tivesse a oportunidade de jogar pelo Flamengo por seis meses, um ano, depois retornar à Europa, eu acho que eu encararia, realizaria meu sonho”, finalizou.

Fonte: Livia Muniz / Goal Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...