sexta-feira, 31 de julho de 2015

Flamengo pode perder até 7 jogadores com contrato até o fim do ano; veja lista

O Flamengo se concentra no Campeonato Brasileiro, mas já pode começar a pensar na temporada 2016. A montagem do elenco privilegiou o curto prazo e pode trazer problemas para a diretoria no final deste ano. O Rubro-Negro pode perder quase um time inteiro de jogadores por causa da política adotada para a atual temporada.

Em 2015, o Flamengo contratou 14 jogadores. O clube já se desfez de dois – Thallyson e Arthur Maia – e pode perder o zagueiro Bressan, que foi chamado de volta pelo Grêmio, nos próximos dias. Os demais são observados. Em caso de aprovação, o clube precisa agir rápido para evitar baixas.

O volante Jonas foi comprado pelo Rubro-negro, com vínculo mais longo, até janeiro de 2019. Paolo Guerrero, César Martins, Ederson e Marcelo Cirino também têm permanência garantida para o próximo ano. Peças importantes, eles são certezas em meio a muitas dúvidas.

A política de privilegiar empréstimos faz o elenco correr risco de desmanche em dezembro. O Flamengo terá problemas se quiser manter a base. Pará, Ayrton, Armero, Almir, Alan Patrick e Emerson Sheik têm contrato até o fim do ano.

O atacante é o único que se aproxima de aprovação da diretoria, mas novos nomes podem despontar como destaques até o final da temporada. Além disso, Marcio Araújo e Marcelo – remanescentes de 2014 – também precisarão negociar renovações, caso este seja o desejo do clube.

AS CONTRATAÇÕES DO FLAMENGO NA TEMPORADA 2015

Bressan - emprestado pelo Grêmio até o fim do ano
Pará - emprestado pelo Grêmio até o fim do ano
César - emprestado pelo Benfica até 30 de junho de 2016
Ayrton - emprestado pelo Palmeiras até o fim do ano
Armero - emprestado pelo Milan até o fim do ano
Thallyson - Deixou o clube. Foi repassado ao Fortaleza
Jonas - Comprado e com contrato até 15 de janeiro de 2019
Arthur Maia - Deixou o clube. Foi devolvido ao Vitória
Almir - emprestado pelo Bangu até o fim do ano
Alan Patrick - emprestado pelo Palmeiras até o fim do ano
Ederson - contrato até o fim de 2017
Marcelo Cirino - contrato até o fim de 2017
Emerson - contrato até o fim do ano
Guerrero - contrato até 10 de agosto de 2018

Fonte: UOL

Ídolo do Flamengo vai à Suíça e confirma que Revista Veja mentiu novamente


Romário que jogou no Flamengo de 1995 à 1999, tornou-se o 5º maior artilheiro da história do clube, fazendo 204 gols com a camisa rubro-negra em 240 partidas, com a impressionante média de 0,85 gols por partida

Nas redes sociais, o senador Romário pediu explicações aos repórteres Thiago Prado e Leslie Leitão 

Romário ironiza revista ao negar conta milionária na Suíça

Acusado pela revista Veja de possuir uma conta não declarada na Suíça, com depósitos na casa dos R$ 7,5 milhões, o senador Romário fez questão de ir até o país europeu para comprovar que não é dono do dinheiro. De uma forma bem-humorada, o ex-jogador usou suas redes sociais desmentir tudo e aproveitou a passagem pelo local para exigir explicações dos responsáveis pelas informações e iniciou uma ‘caça’ aos jornalistas da publicação que escreveram a matéria.

"Alguém aí tem notícias dos repórteres da revista Veja Thiago Prado e Leslie Leitão, que assinaram a matéria afirmando que tenho R$ 7,5 milhões não declarados na Suíça? E do diretor de redação Eurípedes Alcântara? Dos redatores-chefes Lauro Jardim, Fábio Altman, Policarpo Junior e Thaís Oyama? Gostaria que eles explicassem como conseguiram este documento falso", escreveu o senador, que incluiu no mesmo post no perfil dos jornalistas no Facebook.

Logo ao chegar ao território suíço, na manhã da última quarta-feira (29), Romário fez questão de checar se a conta apontada na reportagem realmente estava no seu nome. Ao descobrir que se tratava de uma acusação sem fundamento, o tetracampeão do mundo postou uma foto e disparou contra a revista.

"Chateado! Acabei de descobrir aqui em Genebra, na Suíça, que não sou dono dos R$ 7,5 milhões. Aguardem mais informações", disse o político. "Agora, aqueles que devem, podem começar a contar as moedinhas, porque a conta vai chegar de todas as formas. Eu não finjo ser decente, não faço de conta ser sério e pareço ser correto. Eu sou", completou o ex-atacante, que divulgou o extrato na internet com carimbo de 'falso' incluído por sua equipe no documento oficial.

Entenda o caso

A polêmica é por conta de uma matéria publicada na Veja, dando conta de que Romário teria um valor de 2,1 milhões de francos suíços (cerca de R$ 7,5 milhões) depositados no banco BSI, da Suíça, com sede na cidade de Lugano. A conta não teria sido apresentada na declaração oficial apresentada à Justiça Eleitoral em 2014.

quinta-feira, 30 de julho de 2015

Ranking de Público e Renda Atualizada do Brasileirão 2015: Quem será que está na frente?


Como demonstrado na tabela acima, o Palmeiras lidera a média de públicos com 33.277 pagantes no Campeonato Brasileiro 2015, seguido pelo Flamengo com 28.047.

O maior público pertence ao São Paulo com 58.482 pagantes no jogo contra o Coritiba.

Em relação a renda, o Palmeiras lidera com mais de R$17.000.000, pois além de ser o maior público, o valor do ingresso é o mais caro R$64,64, a estratégia adotada pela diretoria palmeirense está funcionando com sucesso.

Ranking Sócio Torcedor 29/07/2015 (Flamengo, Bahia, São Paulo e Inter/RS Sobem muito nas adesões)

Conforme tabela e gráfico acima, Flamengo, Bahia, São Paulo e Internacional cresceram consideravelmente nos números de adesões de sócios torcedores.
Em compensação, a Ponte Preta perdeu mais de 1.000 associados.

quarta-feira, 29 de julho de 2015

Meia deixa o Fla, e agente confirma acerto com clube japonês

O meia Arthur Maia, de 22 anos, não seguirá no elenco do Flamengo para o restante da temporada. De acordo com versão oficial do Rubro-Negro carioca, o jogador solicitou o retorno ao Vitória, que o emprestou no início do ano ao Fla. No entanto, o empresário Antonio Gustavo, que agencia a carreira do atleta, revelou que o destino não será a Toca do Leão, em Salvador, mas sim o Kawasaki Frontale, do Japão.

- A gente estava resolvendo, ligamos para o Flamengo e conseguimos acertar. Ele está indo para o Japão. Para o Frontale. É um mercado bom. Mercado sério. Já foi o Matheus, do Bahia, o Willians Santana. Agora o Arthur Maia. Pode ser um grande negócio para o Vitória. Ele vai com o passe estipulado - contou.

Arthur, natural de Maceió (AL), chegou ao Flamengo credenciado pelo bom papel feito com a camisa do América-RN no ano passado. Contudo, não teve sequência no Rio de Janeiro, fez apenas 22 jogos, a maioria como reserva, e dois gols.

O empréstimo tinha validade até o final do ano. Com o Vitória, o contrato do meia tem duração até dezembro de 2017.

Arthur Maia fez seu último jogo pelo Flamengo no último dia 18, quando substituiu Marcelo Cirino na vitória por 1 a 0 sobre o Grêmio.

Fonte: Globoesporte.com

Montillo revela que jogará no Flamengo em 2016

A diretoria do Flamengo ainda não desistiu da contratação do argentino Montillo, jogador do Shandong Luneng, da China. E uma notícia muito boa animou até os torcedores do Mais Querido nesta tarde.

Isso porque o próprio jogador declarou esta semana que em 2016 chegará ao Rio de Janeiro para jogar no maior clube do Brasil. Montillo tem contrato com o clube chinês até junho do ano que vem.

Depois disso, ele está livre para assinar um contrato com qualquer outra equipe. O argentino revelou isso durante uma conversa com Rodrigo Caetano, diretor executivo do clube.

Desde a última janela de transferências, a cúpula rubro-negra tenta a contratação do camisa 10 para assumir o meio-campo do Fla. Alguns empecilhos surgiram no meio do caminho e impediram que o negócio acontecesse.

Fonte: Torcida Flamengo

10 milhões por Luiz Antônio? O que acham? Fontes ligadas ao Fla confirmam!

Luiz Antônio surgiu no profissional em 2011, despontando inclusive numa atuação de gala vna vitória histórica de 5 x 4 contra o Santos na Vila Belmiro, em 2013 teve sua melhor fase na conquista da Copa do Brasil formando o meio de campo com Cáceres, Elias e Carlos Eduardo, seu passe após a conquista foi valorizado e teve oportunidades de se transferir para o exterior, principalmente para o futebol português, só que o Flamengo preferiu segurar o jogador. Acontece que o jogador não vem apresentando as boas atuações passadas, em 2015, Luiz Antônio atuou em 17 partidas , nenhum gol e 3 assistências, uma delas o cruzamento para o gol de Eduardo da Silva na vitória contra o Coritiba. Na carreira Luiz Antônio tem 8 gols.

Diante da queda de rendimento de jogador e o Flamengo necessitando de caixa, como a própria diretoria afirmou, que terá que abrir mão de alguns jogadores para equacionar suas contas, surgiu a proposta para Luiz Antônio em um clube árabe, mas a maior preocupação da diretoria é evitar como aconteceu com o caso Hernane Brocador que ano passado o clube levou calote de outro clube árabe e o caso e foi parar na justiça.

Fontes ligadas ao Flamengo afirmaram que o volante Luiz Antônio recebeu uma proposta de cerca de R$ 10 milhões do Al Ahli, dos Emirados Árabes, a diretoria e Rodrigo Caetano negaram a proposta, mas tem sido uma postura da atual diretoria, tanto nas contratações como nas negociações de vendas de jogadores não divulgarem antes de bater o martelo, ao quem tudo indica é que Luiz Antônio será brevemente negociado, é um jogador novo, tem desejo de jogar no exterior , assim, a diretoria está analisando as propostas do mercado para o jogador.

terça-feira, 28 de julho de 2015

Incrível Início de Guerrero no Flamengo (100% de aproveitamento), até a defesa melhorou!

Quatro jogos, quatro vitórias. Este é o aproveitamento 100% de Paolo Guerrero com a camisa do Flamengo. Desde que chegou à Gávea, o atacante peruano vem sendo o diferencial do time comandado por Cristovão Borges, já conquistou a torcida que fez a música “Acabou o caô, o Guerrero chegou” e fez a confiança do time, em um todo, melhorar significativamente. Seja pelos seus gols – já foram três –, ou assistências a gol (duas).

O Flamengo inclusive tem levado menos gols, em 4 jogos, foram 6 gols a favor e somente 1 contra.

Esta sequência de vitórias, até antes da chegada de Guerrero, era pouco imaginada pela torcida do Flamengo. O time vivia em uma intensa crise dentro e fora de campo até a estreia do peruano, deixando o técnico Cristovão Borges ameaçado no cargo, com o objetivo principal se repetindo dos últimos anos: fugir da famosa zona da confusão do Campeonato Brasileiro. Agora, enfim, o Rubro-Negro está começando a pensar em colocações melhores na tabela.

Cristovão Borges falou sobre a importância desta sequência de vitórias, não apenas para o Guerrero, e sim para o Flamengo. O técnico rubro-negro analisou o desempenho do peruano e do time em um todo.

– O campeonato exige isso, temos que ter sequência de vitórias, regularidade. Passamos muito tempo sem pontuar. Pontuava uma rodada, não pontuava duas. Ficamos muito tempo parados e agora começamos a caminhar. Nós perdemos muito terreno e temos que recuperar – afirmou o treinador, que completou sobre o primeiro jogo de Guerrero sem gol do atacante, mas com assistência:

– (O Guerrero) Não (precisa fazer gol em todos jogos), quem precisa fazer gol é o Flamengo. Quando der, o Guerrero vai fazer. No primeiro tempo, com a dificuldade que a gente teve, ele foi prejudicado. Chegamos pouco na frente, ele não teve companhia e a bola não estava chegando. No segundo tempo foi diferente, ele participou mais, as jogadas aconteceram, e a equipe foi melhor. Chegamos na frente, e ele tem que ter companhia, a bola tem de chegar, e ele vai fazer mais gols.

A fase do Flamengo está impecável, fazendo novamente a torcida sonhar. Guerrero virou ídolo rapidamente e a tendência é melhorar cada vez mais. Acabou o caô.

David Nascimento – Repórter do LANCE!

‘Retrato fiel da equipe’

“A fase do Flamengo é retrato fiel ao desempenho de Paolo Guerrero na Gávea. O peruano faz o que quer (e bem) e os demais jogadores, automaticamente, estão com um ânimo a mais nas partidas. A perspectiva é de melhora, ainda mais com a chegada do meia Ederson”

Fonte: Lancenet

Escalação Ideal (jogos no Maracanã e na casa do adversário)

Estamos na 15ª rodada do Brasileirão 2015, o Flamengo obteve 6 vitórias,1 empate e 8 derrotas, numa campanha irregular, mas estamos numa recuperação com 4 vitórias seguidas fora de casa, classificação para as oitavas da Copa Brasil e conquista de 8 posições no Brasileirão, com o time saindo da 19ª posição para 11ª posição. Com a chegada de Guerrero, Emerson Sheik, o time começou a engrenar.

Sobre a zaga, o rendimento do Flamengo com Samir e Marcelo é bem significante, vejam esses números (RAIO-X Zagueiros do Fla! Números Reveladores), Samir dispensa comentários, que pena que machuca muito, é o jogador técnico, dá segurança e tranquilidade em campo de defesa, já Marcelo seus números são bem melhores que do Wallace, ano passado mesmo,  contra o Atlético/MG na semi-final foi o melhor em campo junto com Gabriel na vitória de 2 x 0, no jogo de volta Marcelo não jogou suspenso e o time perdeu de 4 x 1. Ano passado também no retorno de Luxemburgo, o Flamengo estava na zona do rebaixamento depois da copa e com Marcelo na zaga o Flamengo 5 vitórias seguidas tirando o time da degola , inclusive fazendo o gol da vitória contra o Vitória da Bahia. Marcelo é jovem, mais rápido, intercepta mais as jogadas, tem muito a crescer, já Wallace já é um veterano, é lento e já até disse que jogar no Flamengo fez o envelhecer 10 anos.

Vou justificar os motivos das escalações do time ideal fora e dentro de casa. Entendo que o Flamengo tem um poder de fogo no ataque, com jogadores velozes e que sabem puxar contra ataque, acredito então, que jogando fora de casa podemos explorar esse quarteto com Everton, Marcelo Cirino, Emerson Sheik e Guerrero, por que considero que tanto Canteros e Alan Patrick que poderiam atuar como 3º homem de meio de campo tem apresentado um futebol limitado para ser titular no Flamengo, principalmente Canteros, estou até com um impressão que Canteros esteja insatisfeito no Flamengo, pois nem correr pelo time está mais, procurem observar! Mas para isso é essencial que Cáceres e Jonas jogam juntos para compensar na marcação, porque tirando esse dois, os outros jogadores (Luiz Antônio, Márcio Araújo e Canteros) jogam sem raça e ficam somente cercando e observando o adversário jogar.

Para os jogos dentro de casa, os adversários jogam fechados em busca de contra ataque, o Flamengo tem encontrado muitas dificuldades no Maracanã, não adianta encher de atacante que não vai sobrar espaço, temos que ter um time mais compacto dentro de campo, enquanto não tivermos um Elias, Cícero, Felipe Melo, jogadores versáteis , modernos, técnicos e que jogam com campactação, temos que procurar uma saída para o atual momento. 

Os dois últimos grandes títulos do Flamengo foi campeonato brasileiro em 2009 com Maldonado, Airton e Willians (3 volantes) e campeão da Copa do Brasil em 2013 com (Cáceres, Luiz Antônio e Elias (3 volantes), esse terceiro homem é essencial que participe na marcação e ajude o time no ataque, como elemento surpresa, mas não temos esse jogador. Vou dar crédito então para o recém contratado Ederson, pois jogando em casa temos que ter um jogador para criar, um cabeça pensante, estou com esperança que esse jogador possa ser o Ederson, mas para isso teríamos que sacar Cirino ou Everton, que difícil escolha, eu deixaria Marcelo Cirino como opção para o 2º tempo, que desperdício, mas jogar em casa com 4 atacantes praticamente, o time jogaria muito descompactado.

Agora, em relação a lateral direita, considero a posição mais carente do Flamengo, se o Armero soubesse jogar lá!! Seria ótimo! Pará, Airton e Luiz Antônio não são jogadores para ser titular do Flamengo na lateral direita, são fraquíssimos! Verdade seja dita! Léo Móura está fazendo falta!

segunda-feira, 27 de julho de 2015

RAIO-X Zagueiros do Fla! Números Reveladores, técnico Cristovão tem que saber desse levantamento! E agora amigos, qual sua dupla de zaga preferida?

Galera! Tirem suas conclusões, qual a sua dupla de zaga preferida do atual elenco?

Na tabela acima, as células brancas indicam levantamentos positivos dos zagueiros do Flamengo

Ranking Sócios Torcedores 26-07-15 (Fla vem batendo recordes, São Paulo, Corinthians e Grêmio Crescem)

Os associados do Flamengo ultrapassaram pela primeira vez a casa dos 65.000 adesões, São Paulo, Corinthians e Grêmio seguem subindo. 
Internacional e Palmeiras lideram o ranking folgadamente há muito tempo.

domingo, 26 de julho de 2015

Fla Sobe para 11º Lugar, com gol de Cirino e assistência de Guerrero

Desta vez, Guerrero não estufou a rede, mas nem por isso passou em branco na partida. Com um passe açucarado do peruano, Marcelo Cirino fez o gol da vitória por 1 a 0 do Flamengo sobre o Goiás, neste domingo, no Serra Dourada.

Com o resultado, o time carioca pulou três posições na tabela e chegou ao 11º lugar, com 19 pontos. Já o Goiás continuou com 13 pontos e entrou na zona de rebaixamento, em 17º lugar. Na próxima rodada, o Goiás visita o Coritiba, no Couto Pereira, às 11h. Já o Flamengo recebe o Santos, no Maracanã.

O jogo

O início da partida foi um tanto quanto truncado. Com três volantes e sem Emerson Sheik, suspenso, o Flamengo mostrava muita dificuldade na criação. Mais bem postado, o Goiás procurava atacar pelas pontas, utilizando Patrick e David. Inquieto, Guerrero arriscou um chute para o time carioca aos nove minutos, mas a bola passou por cima do gol.

Ao entender que não precisava ter tanto receio do Flamengo, o Goiás passou a se apresentar ainda mais no ataque. Aproveitava os passes errados do rival no meio de campo e partia enfurecidamente para o gol. Mas esbarrava na limitação técnica. Por isso, o jogo era ruim, sem grandes chances. Irritado, Guerrero voltava a buscar bola no meio de campo rubro-negro. De nada adiantava, de tão marcado que era.

Na reta final da primeira etapa, o Goiás passou a chegar com mais eficiência e criar chances reais. Aos 33 minutos, Diogo passou pela esquerda e cruzou para a área. Bruno Henrique, na pequena área, bateu na bola, ainda que sem jeito, mas César conseguiu dar um tapa de mão esquerda e salvar o Flamengo.

No minuto seguinte, o próprio Diogo avançou pela esquerda da área e tocou para fora, na saída de César. A bola passou pela frente do gol e foi pela linha de fundo. Aos 35 minutos, o Goiás continuou a blitz e Felie Menezes, na entrada da área, chutou para mais uma boa defesa de César. Com 38 minutos, mais uma vez o time esmeraldino invadiu a área e, na hora de dar um corte no goleiro, César conseguiu o desarme e salvou mais uma vez o time.

O placar só não saiu do zero porque o goleiro rubro-negro impediu. Com um Goiás superior, o empate no intervalo foi lucro para o Flamengo. E Cristóvão Borges entendeu o momento ruim da equipe. Na volta para a segunda etapa, o técnico fez duas substituições. Na avenida pela direita da defesa rubro-negra sacou Ayrton e pôs Pará. Sem criação, tirou Canteros e colocou Alan Patrick, um meia. Na teoria, uma boa mexida. Mas na prática, nem tanto.

O Goiás voltou superior, trabalhando pelas pontas, cercandoo Flamengo. Nos dez minutos inicias, o time rubro-negro continou a dar chutões, não se encontrar no meio de campo, mostrando dificuldades. Foi, no entanto, um estágio inicial. Com o passar do tempo, a equipe optou pela troca de passes para acalmar as investidas do Goiás.

As chances começaram a aparecer. Marcelo Cirino, até então uma nulidade, passou a se movimentar pelos dois lados do ataque, deixando a ponta direita. Com 16 minutos, ele fez boa jogada, enfiou bola para Everton na esquerda, que rolou para o meio. Alan Patrick recebeu a bola e, de frente para o gol, demorou a bater e acabou desarmado. O Goiás tinha um adversário no Serra Dourada.

Com mais movimentação no ataque, Guerrero dentro e fora da área, Cirino pelos dois lados, o Flamengo ficou mais presente. E modificou seu jogo. Com 26 minutos, a prova de que o time tinha melhorado: Alan Patrick pegou bola pelo meio e toco para Guerrero na entrada da área. O peruano, de primeira, tocou para Cirino, que passava como uma bala pelos zagueiros. Com categoria, o camisa 7 bateu na saída de Renan para abrir o placar. 1 a 0.

O gol fez o Flamengo ficar ainda mais à vontade na partida, trocando passes no meio de campo. E teve mais uma chance, com Guerrero, aos 31 minutos. Ele dominou na área, girou sobre os zagueiros, mas bateu muito forte, de perna esquerda, e a bola passou por cima do gol.

A partir daí, o Goiás tentou cercar a área do Flamengo, mas o time carioca se fechou bem, afastando as chances. Aos 44 minutos, Lineker recebeu a bola na área e bateu de canhota, mas a bola explodiu na trave de César. Guerrero, desta vez como garçom, ajudou o Flamengo a vencer mais uma no Brasileiro.

FICHA TÉCNICA
GOIÁS 0X1 FLAMENGO

Local: Estádio Serra Dourada, em Goiânia (GO)
Data: 26 de julho de 2015, domingo
Horário: 16 horas
Árbitro: Heber Roberto Lopes (Fifa-SC)
Assistentes: Kléber Lúcio Gil (Fifa-SC) e Carlos Berkenbrock (SC)
Público e renda: 10.298 pagantes / 12.248 presentes / R$ 760.080,00
Cartões amarelos: Diogo Barbosa (GOI) e Guerrero (FLA)
Gol: Marcelo Cirino (FLA), aos 26 minutos do segundo tempo.

GOIÁS: Renan; Gimenez, Fred, Felipe e Diogo Barbosa; Rodrigo, Patrick (Liniker), David e Felipe Menezes; Murilo (Lucas Coelho) e Bruno Henrique (Carlos)
Técnico: Julinho Camargo

FLAMENGO: César; Ayrton (Pará), Marcelo, César Martins e Jorge; Cáceres, Márcio Araújo, Canteros (Alan Patrick) e Everton; Marcelo Cirino (Gabriel) e Guerrero
Técnico: Cristóvão Borges

Fonte: Espn

Preocupante! Juiz errou a favor do Goias contra o Flamengo no mesmo palco de hoje (Falhas são constantes contra Fla)

Local: Estádio Serra Dourada, em Goiânia (GO)
Data: 26 de julho de 2015, domingo
Horário: 16 horas (de Brasília)
Árbitro: Heber Roberto Lopes (Fifa-SC)
Assistentes: Kléber Lúcio Gil (Fifa-SC) e Carlos Berkenbrock (SC)

GOIÁS: Renan, Gimenez, Fred, Felipe Macedo e Diogo Barbosa; Rodrigo, Patrick, David e Felipe Menezes; Murilo e Bruno Henrique
Técnico: Julinho Camargo

FLAMENGO: Cesar, Ayrton, Marcelo, César Martins (Wallace) e Jorge; Víctor Cáceres, Márcio Araújo, Héctor Canteros e Everton; Marcelo Cirino e Paolo Guerrero
Técnico: Cristóvão Borges

Relembrem alguns erros contra o Flamengo com atuação deste árbitro:

Erro da 17ª rodada em 2009: Héber Roberto Lopes, árbitro de Goiás x Flamengo

Goias 3 x 2 Flamengo 2

Léo Lima empurra Willians para marcar o segundo gol do time goiano, mas juiz valida o lance

O árbitro Héber Roberto Lopes cometeu um erro comprometedor na partida em que o Goiás derrotou o Flamengo por 3 a 2, na quarta-feira, no Serra Dourada. Antes de marcar o segundo gol da equipe goiana, o meia Léo Lima empurrou claramente o volante Willians, do time carioca, mas o juiz ignorou a infração.

Em 2011 Ronaldinho conta que Heber Roberto Lopes ameaçou jogadores do Fla

Figueirense 2 x 2 Flamengo

O Flamengo empatou com o Figueirense em 2 a 2 neste domingo em um bom jogo de futebol no Orlando Scarpelli. Porém, a grande partida foi manchada pela atuação do árbitro Heber Roberto Lopes, que em uma tarde infeliz, utilizou de critérios diferentes para apitar e acabou irritando muito os jogadores do Flamengo.

O árbitro aplicou seis cartões amarelos para os jogadores do Flamengo e curiosamente, mesmo o adversário cometendo algumas faltas duras, não deu nenhum cartão para a equipe do Figueirense. Para piorar tudo, o juiz, que apesar de tudo o que já fez em sua carreira, está sendo cotado para apitar na Copa do Mundo, também ameaçou os jogadores rubro-negros, conforme contou o craque Ronaldinho ao deixar o gramado.

"É uma vergonha o árbitro durante o jogo ficar ameaçando os jogadores. É uma vergonha. Falei que não era justo ele ficar ameaçando meu companheiro e ele simplesmente me deu cartão. Sempre respeitei os árbitros de uma maneira geral. Alguns jovens não falam, ficam com medo de serem perseguidos por ele depois. Mas não sou moleque e não estou começando a carreira agora", desabafou Ronaldinho, que por conta do árbitro ficará de fora da partida contra o Atlético-GO na próxima rodada.

Heber Roberto Lopes, que teve uma atuação no mínimo suspeita, deu cartão amarelo para Welinton, Deivid, Renato, Ronaldinho, Airton e Willians. A atuação do juiz também revoltou o lateral Léo Moura, que nunca costuma reclamar da arbitragem.

"Um árbitro como esse não pode apitar na Série A do Brasileiro", avisou Léo Moura.

2015 contra o Vasco de Eurico Miranda

Vasco 1 x 0 Flamengo

Wallace foi derrubado dentro da área e juiz posiciona em direção ao lance para aplicar a falta, mas quando percebe que foi dentro da área , Heber Roberto Lopes despistadamente marca tiro de meta para o Vasco, no último lance do 1º tempo em jogo realizado em Cuiabá.


César Martins deve estrear pelo Flamengo, substituindo Wallace que sofre com lomba

O zagueiro César Martins deve fazer a sua estreia neste domingo, diante do Goiás. O novo jogador do Flamengo, que defendia o Benfica, de Portugal, pode entrar na vaga que era de Wallace. O capitão rubro-negro não treinou neste sábado por conta de uma lombalgia e ficou fora da viagem para a partida deste fim de semana, que ocorre em Goiás.

César Martins, após ser apresentado na terça-feira, afirmou estar à disposição do técnico Cristovão Borges para estrear. O zagueiro vinha fazendo a pré-temporada normalmente no Benfica e, nos treinos pelo Flamengo, apresentou bom aproveitamento. Ele fez questão de ressaltar que está no clube para somar.

– Estou bem, estava treinando com o grupo do Benfica há duas semanas pela pré-temporada. Como já estou regularizado, é opção do treinador me utilizar ou não. Estou aqui para somar e não tumultuar. Estou à disposição para jogar – afirmou César Martins, na terça-feira.

Além de César Martins, para a vaga de Wallace, Cristovão Borges conta com Samir e Frauches. Marcelo deve ser mantido na equipe. A escolha pelo possível estreante deve acontecer para começar a dar um ritmo de jogo ao atleta, que foi contratado por empréstimo de um ano com o intuito de ser utilizado entre os titulares.

Fonte: Lancenet

sábado, 25 de julho de 2015

Libertadores qualquer dia ‘tâmo’ aí…

Se está complicado para conquistar o heptacampeonato nacional, galgar uma vaga na principal competição continental é o principal objetivo do Flamengo na temporada.

São 13 pontos separando o Flamengo, 14º colocado, do líder Atlético-MG, uma diferença de pelo menos 5 rodadas. Bem complicado, se levado como parâmetro a campanha do hexa 2009.

Nessa altura já estávamos 6 pontos atrás do líder, e apenas 1 ponto do G4. A distancia para a zona de classificação a Libertadores atualmente está bem maior, são 11 pontos de diferença para o 4º colocado, o Sport.

Ainda acho que dê pra chegar ao G4, afinal, ainda estamos no final do primeiro turno, da pra chegar entre os quatro com folga, e quando o Flamengo chega entre os 4, pra beliscar a liderança não custa.

O caminho mais curto, sem sombra de dúvidas, é a Copa do Brasil, já que entramos em pé de igualdade aos outros times… Minto, igualdade nada, em torneio mata-mata há de se considerar uma certa mística rubro-negra.

Nesse formato é notória a nossa potencia, conforme o Flamengo vai passando de fase, e derrubando os rivais, maior é a empolgação da nação-rubro negra, como diz o velho ditado: “Deixou o Flamengo chegar…”.

Essa melhora significativa do time da razão para o torcedor sonhar sim, afinal, em 2006, e 2013 os times eram bisonhos, e mesmo assim conseguiram levantar o caneco da Copa do Brasil.

Com o mesmo time mediano o Flamengo conseguiu se classificar no G4 em 2007, em uma das arrancadas mais emocionantes da historia do Campeonato Brasileiro de Futebol.

Entramos em uma nova era, em um novo patamar, e agora é a hora de pensar grande, recolocando o Clube de Regatas do Flamengo em seu devido lugar, lá em cima, nas cabeças.

Quem sabe seremos nós os próximos brasileiros campeões da Libertadores? A verdade é que há tempos a competição já virou uma obsessão dos flamenguistas.

Participar da Libertadores 2016 é obrigação!

“Se você traçar metas absurdamente altas e falhar, seu fracasso será muito melhor que o sucesso de todos” James Cameron

Que os deuses do futebol estejam com o Flamengo!

Por Vinny Dunga

Ranking Sócio Torcedor 24-07-15 (Flamengo, Corinthians e São Paulo Continuam Subindo)

São Paulo, Corinthians e Flamengo permanecem crescendo em passos largos nas adesões de sócios torcedores, no caso do São Paulo o clube decidiu colocar preços simbólicos para se tornar associado, o Corinthians , pelo fato da boa sequencia de vitórias no Brasileirão e o Flamengo pelas contratações de Guerrero, Emerson, Ederson e César, além das duas vitórias consecutivas.

sexta-feira, 24 de julho de 2015

Mesmo herói, Guerrero foi Agredido por Corinthianos em 2014 e declara amor ao Flamengo, onde o ambiente é Lindo e Alegre

Após a vitória contra o Grêmio, Guerrero deixou muito claro seu amor e a alegria de estar defendendo as cores do Flamengo demonstrando está em casa "Estou muito feliz. É um lindo ambiente. É legal ver a torcida feliz e festejando com harmonia e empurrando o time o tempo todo.

"Trabalho para o time. Fiz um gol para ajudar. Se não tivesse feito, também estaria feliz. O grupo entra em campo para jogar. Acho que o Flamengo tem elenco bom e de qualidade. Tenho certeza que esse time (Flamengo) vai seguir dando alegria", finalizou.

No Corínthians, Guerrero foi herói na conquista do Mundial Interclubes por ter feito o gol da vitória de 1 x 0 contra o Chelsea da Inglaterra, mas mesmo assim, o jogador foi brutalmente agredido por corinthianos meses depois.

Relembre a matéria do site Uol (03/02/2014) em que o presidente Mário Gobbi ficou envergonhado com as agressões da torcida do Corinthians contra seus jogadores, sendo que o principal alvo foi Guerrero

Paolo Guerrero foi o jogador do Corinthians que mais sofreu na mão de torcedores que invadiram o CT na manhã de sábado. Nas palavras do presidente Mário Gobbi, o peruano foi "esganado no pescoço". Em entrevista à Rádio Bandeirantes, o dirigente relatou o clima de terror vivido pelos atletas, membros da comissão técnica e funcionários do clube, durante a invasão de mais de 100 torcedores. Uma faxineira chegou a levar "uma gravata" e três celulares foram furtados.

Gobbi admitiu que o elenco não queria participar do jogo deste domingo contra a Ponte Preta, em Campinas.

- Os jogadores não tinham a menor condição emocional de entrar em campo. O principal deles era o Paolo (Guerrero), que foi esganado no seu pescoço. Houve aqui um sentimento de temor durante duas horas nas quais esse grupo de pessoas, de invasores, esteve aqui e fomos acalmando todos, sentamos, conversamos, e mostramos a eles que o prejuízo seria muito maior ao Corinthians, a eles, os patrocinadores, aos torcedores, pois não são eles que invadiram a sede do CT do Corinthians, e prevaleceu o bom senso - disse Gobbi.

O presidente afirmou estar se sentindo "um lixo" por conta do ocorrido. 
- Estou me sentindo um lixo. Estou deprimido, magoado, arrasado. Uma gestão que deu títulos de Libertadores, de forma invicta, Mundial, Paulista e Recopa. Uma diretoria que tem um grupo que o Corinthians tem, que está começando um trabalho novo. Quem não enxerga é porque não quer ver - disse Gobbi. 

- Estamos implantando um trabalho que está sendo recomeçado, como recomeçamos em 2008. Não merecia passar por isso. Esse é o prêmio que essa diretoria ganhou desses vândalos que vieram ao CT - emendou o dirigente.


Zico elogia Bandeira, mas revela apoio a Wallim em eleição do Flamengo

O maior ídolo da história do Flamengo será oposição ao presidente Eduardo Bandeira de Mello no pleito de dezembro. Em contato com a reportagem do UOL Esporte, Zico revelou que dará apoio ao grupo encabeçado por Wallim Vasconcellos. Não houve rompimento com o atual mandatário rubro-negro, mas o Galinho decidiu se juntar ao que chamou de grupo original da Chapa Azul - atualmente dividida em três correntes políticas.

Wallim e Rodolfo Landim são os cabeças da chapa que tem como principal articulador Luiz Eduardo Baptista, o BAP, ex-vice de marketing, e que deixou o cargo em fevereiro. Eles também foram abraçados pelos vice-presidentes de finanças, Rodrigo Tostes, de comunicação, Gustavo Oliveira, e de renegociação da dívida, Carlos Langoni.

"Gosto muito do Bandeira. É uma pessoa do bem, mas o grupo que me convidou e conversou comigo desde o início foi o do Wallim e do Landim. Não foi apenas o BAP. Estarei fora do Rio de Janeiro em dezembro e não votarei. Mas o meu apoio é ao grupo que começou esse movimento. É o grupo original e vejo como uma questão de filosofia", afirmou Zico.

Vitoriosa nas urnas em 2012, a Chapa Azul se dividiu em três para o próximo pleito. Como Wallim teve a candidatura impugnada na última eleição por impedimentos estatutários, Bandeira de Mello foi escolhido para representar o grupo. As decisões colegiadas surgiram como a temática do processo e os membros que abandonaram o barco sustentam um acordo entre as partes para o revezamento na cadeira presidencial.

Os principais aliados do presidente refutam veementemente o tal combinado. Ao lado de Bandeira, que tentará a reeleição, estão os vices jurídico, Flávio Willeman, de administração, Cláudio Pracownik, de secretaria geral, Pedro Iotty, do Fla-Gávea, Rafael Strauch, e o ex-vice de futebol, Alexandre Wrobel.

A terceira divisão da Chapa Azul deve surgir na eleição através de Gony Arruda. Deputado estadual no Ceará, ele fez parte do grupo original e por pouco não se candidatou em 2012. O político está alinhado e tem o apoio de ex-presidentes e de Grandes Beneméritos. George Helal, Jorge Rodrigues, Márcio Braga, Kleber Leite e Marcos Braz são alguns dos nomes conhecidos.

Fonte: http://esporte.uol.com.br/

Jogador Versátil e Polivalente, chegou o Camisa 10 Ederson: Leia coletiva completa do novo camisa 10 do Flamengo

Ainda pouco conhecido da torcida brasileira, o novo camisa 10 do Flamengo foi apresentado com pompas em evento inédito na sede social do clube, na Gávea. Oficialmente, as primeiras palavras de Ederson vestindo vermelho e preto aconteceram no salão de troféus da Fla Experience, onde, além das taças, há um campinho de futebol.

O reforço, que já teve contato com a história rubro-negra, não escondeu a felicidade por chegar ao Flamengo – alegria que demonstrou já no desembarque no Aeroporto Internacional, na manhã desta sexta-feira. Ederson, que estourou internacionalmente com a camisa do Lyon, estava no Lazio e assinou contrato até dezembro de 2017. Com o nome no Boletim Informativo Diário (BID) da CBF, o camisa 10 já tem condições legais de entrar em campo.

– Eu tenho que dizer que estou muito feliz, honrado e orgulho. Era um sonho voltar ao meu país após 11 anos jogando em alto nível na Europa. E estou realizando esse sonho vindo para o maior do mundo, para jogar no clube de maior torcida do mundo. Não poderia ser melhor, e vou fazer de tudo para honrar essa camisa e dar alegrias a essa torcida.

Com duas lesões graves na carreira, uma em cada coxa, Ederson mostrou o desejo de encerrar qualquer polêmica –  segundo ele mesmo, para “colocar definitivamente uma pedra” no assunto. O meia garantiu estar livre de problemas e que se sente 100% fisicamente para desempenhar seu futebol. Bem articulado, teorizou ao afirmar que, com pensamento positivo, dificilmente voltará a ter problemas.

– Esse é um assunto que queria esclarecer e colocar definitivamente uma pedra em cima. Futebol é um esporte de muito contato físico, e estamos sempre buscando a superação e os limites. Infelizmente, lesões acontecem com todos. Segundo motivo: no meu caso, tenho a impressão de ver aquela brincadeira da escola. O primeiro fazia uma frase, passava para o segundo, terceiro, e, no fim, ela ficava enorme e distorcida. Terceiro motivo: vocês já devem ter ouvido falar na Lei da Atração, e penso muito nisso. Por isso só quero pensar em coisas positivas, de que estou no maior do Brasil e no clube de maior torcida do mundo. Vou me esforçar para estar disponível o mais rapidamente possível para ajudar meus companheiros.

Confira os outros assuntos abordados na coletiva.

Emerson Sheik, que voltou ao Brasil com 29 anos, também desconhecido

Sim, é um exemplo para mim. Ele é um grande jogador e vem demonstrando isso no Flamengo. O elenco está cheio de grandes jogadores. Espero poder pegar exemplo de cada um e dar exemplo também.

“Autorização” de Zico para vestir a camisa 10

Na Seleção sub-17, com a qual fui campeão mundial, e nos clubes por onde passei vesti a 10, mas com certeza aqui no Flamengo tem de pedir autorização ao maior de todos para usá-la. Com certeza é uma pressão, sei que existe cobrança, mas existe felicidade e orgulho de vestir essa camisa. Meu objetivo é ser feliz.

Contato com Zico

Tive a felicidade de conhecê-lo pessoalmente no evento Golden Foot. Ele foi receber um prêmio. Excelente jogador, pessoa maravilhosa. Para mim, é uma honra vestir a camisa do Zico, que é o maior artilheiro do Flamengo e o maior ídolo. Não vou medir esforços para ter sucesso com ela.

Principal função em campo

Sou meia de ligação, meu papel é armar as jogadas, fazer a jogadas por trás. Quando não tenho a posse de bola, procuro fazer o trabalho defensivo. Muitas pessoas não sabem a posição exata em que jogo. É que na Europa sempre procurei ser muito polivalente. Já joguei como meia-esquerda, na ponta, mais recuado, mas minha função principal é ser meia de ligação.

Responsabilidade de municiar Emerson e Guerrero

A responsabilidade é grande, mas fica fácil com grandes jogadores. Emerson, Everton e Guerrero são grandes jogadores e muito rápidos. Creio que podemos ter bom entrosamento e fazer bons jogos, dividindo essa responsabilidade e ajudando o time a vencer. Creio que o coletivo, quando funciona, exalta as qualidades individuais de cada jogador. Não é a individualidade que exalta o coletivo. Vivendo bem juntos, podemos criar uma bom setor ofensivo para fazer gols e sair com as vitórias

Com mercado na Europa, opção pelo Fla

Falando-se em Flamengo, é um dos maiores clubes do mundo. É um sonho para qualquer jogador chegar aqui. No Lazio eu não vinha sendo utilizado pelo esquema do treinador. Por isso, optei vir para o Flamengo, que é um grande clube.

Readaptação ao futebol brasileiro

Espero me readaptar o mais rapidamente possível ao futebol brasileiro. Espero que, com a ajuda dos meus companheiros, me adaptar rapidamente. Acredito que é mais difícil para o brasileiro que vai para a Europa se adaptar ao futebol de lá. Brasileiro voltando da Europa tem uma adaptação mais fácil, o essencial é que possa me entrosar com meus companheiros. Tenho visto que o Flamengo tem ambiente muito bom de trabalho.

Previsão de estreia

Por enquanto temos que fazer uma avaliação. Estou treinando há duas semanas e meia, porque na Europa os clubes começaram a treinar agora. A ênfase era mais na parte física, e preciso de tempo para começar a treinar com bola.

Reforços e jogos a que assistiu contra gaúchos

Quanto ao fato que o Flamengo esteja se reforçando, normal. Flamengo é grande clube e tem que estar lutando sempre pelas primeiras posições. Pude assistir à vitória contra o Inter, em Porto Alegre, onde não é fácil (vencê-lo), e a vitória sobre o Grêmio. O time tem tudo para subir na tabela.

Volta à Itália

Vou treinar amanhã de manhã e volto para a Itália para resolver algumas coisas e minha mudança. Minha mulher é italiana, meu filho é italiano, e vou para a Itália resolver a transferência deles para o Brasil.

Liberação difícil do Lazio

Não foi fácil conseguir a liberação, porque senti uma admiração grande do presidente. Me propôs outros clubes da Europa para fazer empréstimo coma opção ao Flamengo, mas a partir do momento que soube que o Flamengo chegaria com esse projeto sério, disse a ele que meu sonho era voltar ao país e jogar no Flamengo. No fim, foi um alívio.

Malas vermelhas e pretas

As malas foram coincidências positivas. Quando soubemos que viria para o Flamengo, eu e minha esposa fomos comprar as malas, pretas por fora. Quando chegamos em casa, vimos que eram vermelhas por dentro. Pensei: “Até as malas?”. Ótima coincidência. Tudo deu certo para minha chegada aqui, e estou feliz com isso.

Lesão no único jogo pela Seleção

Sempre pensei dessa forma: o importante não é o que acontece com você. A coisa mais importante é a forma como você reage ao que acontece. Naquela ocasião da Seleção, que era um sonho e passou a um pesadelo, procurei voltar o mais rápido. Voltei em cinco meses. Hoje me sinto 100%, não tenho nenhuma preocupação quanto a isso. Um dos meus objetivos é voltar à seleção brasileira. Mas tem de passar primeiro por bons resultados pelo Flamengo.

Carlos Eduardo, que sofreu com a 10 do Flamengo

Carlos Eduardo é um excelente jogador. Eu o conheci na Seleção. Não conversamos ultimamente, porque não temos um contato muito estreito, mas também desejo muita sorte a ele na continuidade da carreira, e espero fazer ótimas coisas no Flamengo, um clube maravilhoso.

Fonte: Globoesporte

Perseguição? Após Perda de 4 Pontos do caso André Santos, novamente STJD Mira Flamengo sobre acordo com Corinthians!

É bem verdade que o Flamengo acabou se beneficiando com o acordo, pois o Corinthians poderia ter dificultado a liberação de Guerrero e Emerson Sheik, já que o clube paulista ainda estava pagando seus salários, nada mais justo então, num acordo de cavalheirismo entre os dois clubes de maior torcida de país, impedir que pelo menos estes dois jogadores não jogassem contra o Flamengo. Emerson e Guerrero já puderam fazer alguns jogos e ajudaram muito o Flamengo nessa recuperação do Brasileirão e na classificação da Copa do Brasil, talvez o STJD tenha ficado incomodado com esse acordo e agora quer mais rigor, são fatos corriqueiros no futebol, mas que justamente neste acordo de Mengão X Timão que haverá interesse de investigação, muito estranho?

Leia a matéria do Uol, abaixo:

A procuradoria da Justiça Desportiva pediu que o STJD abra um inquérito para averiguar sobre a “proibição” de jogadores atuarem contra seus times de origem quando estão emprestados a outros clubes no Campeonato Brasileiro, o que chamou de acordo de cavalheiros. O comunicado cita, inclusive, o caso de Paolo Guerreiro e Emerson Sheik, que não atuaram contra o Corinthians na competição nacional.

A procuradoria explica que o artigo 33 do Regulamento Nacional de Registro e Transferência de atletas de 2015 proíbe acordos ou outro ajuste que impeça o jogador emprestado de atuar contra o clube de origem. “São nulas e de nenhum efeito quaisquer cláusulas ajustadas entre as partes que visem a limitar, condicionar ou onerar a livre utilização do atleta cedido por parte do cessionário, enquanto vigorar a cessão”, diz o artigo.

O comunicado ainda destaca que se for constatado a violação do artigo 33, os clubes podem ser denunciados no artigo 191, inciso III do CBJD: “Deixar de cumprir ou dificultar o comprimento do regulamento, geral ou especial, de competição”. Isso poderia gerar uma advertência ou até multa de R$100 mil reais.

Em seu site, o STDJ cita os jogos que o “acordo de cavalheiros teriam ocorrido”:

S.E. Palmeiras X Goiás Esporte Clube (Dia 24/05/2015 – 3ª Rodada)
Atleta: Felipe Menezes Jácomo (Goiás)

Clube Atlético Mineiro X C.R.Vasco da Gama (Dia 31/05/2015 – 4ª Rodada)
Atleta: Sérgio Antônio Borges Junior – “Serginho” (C.R. Vasco da Gama)

S. C. Internacional X Coritiba F.C. (Dia 07/06/2015 – 6ª Rodada)
Atleta: Wellington Pereira do Nascimento – “Wellington Paulista” (S.C. Internacional)

C.R. Vasco da Gama X Cruzeiro Esporte Clube (Dia 13/06/2015 – 7ª Rodada)
Atleta: Duvier Riascos (C.R. VAsco da Gama)

Sport Club do Recife X Clube Atlético Mineiro (Dia 08/07/2015 – 12ª Rodada)
Atleta: André Felipe Ribeiro de Souza (Sport Club do Recife)

C.R. Flamengo X S. C. Corinthians Paulista (Dia 12/07/2015 – 13ª Rodada)
Atletas: Márcio Passos de Albuquerque – “Emerson Sheik” (C.R Flamengo) e José Paolo Guerrero (C.R Flamengo)

Grêmio F.P.A. X C.R. Flamengo (Dia 18/07/2015 – 14ª Rodada)
Atletas: Marcos Rogério Ricci Lopes – “Pará” (C.R Flamengo) e Frickson Erazo (Grêmio F.P.A.)


quinta-feira, 23 de julho de 2015

Guerrero esbanja confiança e diz que Fla vai lutar por Libertadores

Libertadores na Gávea não é "caô". Pelo menos sob a ótica do atacante Paolo Guerrero. Em sua primeira entrevista coletiva concedida no centro de treinamentos do Flamengo, nesta quinta-feira, o centroavante falou sobre o funk feito em sua homenagem e derrapou no sotaque. O "caô" do peruano saiu com som de "cão". Falou firme mesmo quando perguntado se o time tem chances de disputar a próxima Libertadores.

- Com certeza. Sou um cara que tenho muita confiança aqui. Enfrentei muitos dos companheiros que estão aqui. Tenho certeza que pode lutar - disse o camisa 9.

Apesar de empolgado por só ter vencido até agora com a camisa rubro-negra, calçou as chuteiras da humildade e evitou iludir a torcida: o papo não é busca pelo heptacampeonato, mas sim por vaga no G-4:

- Vamos ser realistas, não sei se dá pra conseguir títulos, mas acho que o torcedor do Flamengo quer é uma vaga dentro da Libertadores e é por isso a gente vai brigar.

Fonte: Globoesporte.com

Flamengo pode enfrentar Vasco nas oitavas da Copa do Brasil; Veja outros possíveis confrontos

Clássicos cariocas e paulistas e encontros entre tradicionais adversários estaduais podem ser atrações especiais nas oitavas de final da Copa do Brasil. Após os jogos que encerraram a Terceira Fase nesta quarta-feira, foram divididos os dois potes para o sorteio que acontecerá dia 4 de agosto na CBF.

Representantes do mesmo grupo não se enfrentam na próxima etapa, sendo assim a distribuição cria a perspectiva de partidas como Flamengo x Vasco, Vasco x Fluminense, Corinthians x Palmeiras, São Paulo x Santos, Corinthians x Santos, São Paulo x Palmeiras entre os chamados embates caseiros, e diversos duelos entre gigantes de estados diferentes.

O pote A é composto pelos seis clubes que iniciam agora sua participação na disputa (Cruzeiro, Corinthians, Atlético-MG, São Paulo e Internacional, que estavam na Libertadores, e mais o Fluminense, melhor brasileiro de 2014 fora os que estavam na competição continental) e os dois de melhor ranking dentre os classificados na Terceira Fase (Flamengo e Grêmio). O Pote B conta com os demais oito qualificados.

Confira a distribuição dos potes e as respectivas colocações no ranking:

POTE A 
Cruzeiro
Corinthians
Atlético-MG
São Paulo
Internacional
Fluminense
Flamengo (3º no ranking)
Grêmio (4º no ranking)

POTE B 
Figueirense (21º)
Ituano (139º)
Santos (5º)
Coritiba (14º)
Palmeiras (13º)
Ceará (19º)
Vasco (12º)
Paysandu (34º)

Fonte: Globoesporte.com

Mas já? Pescara da Itália de olho em Jorge

Enquanto o peruano Guerrero vive um caso de amor com a torcida rubro-negra, uma promessa do Flamengo, feita na casa, desperta a atenção do mercado internacional. O lateral-esquerdo Jorge, de 19 anos, não somente barrou o colombiano Armero, contratado em abril, como já está sendo observado pelos italianos.

Um deles, ligado ao Pescara, telefonou nesta semana para Júnior, ídolo do Flamengo que jogou no clube italiano de 87 a 89. Pediu-lhe uma opinião abalizada sobre o jovem lateral.

– Jorge foi destaque da seleção brasileira no Mundial. Desde então, estão acompanhando o garoto – informou Júnior, entusiasmado com a maturidade demonstrada pelo lateral que está há sete anos na Gávea e engoliu a bola há um mês, na Copa do Mundo sub-20, na Nova Zelândia, quando o Brasil foi vice-campeão.

O diretor executivo Rodrigo Caetano ainda não detectou nenhum tipo de assédio a Jorge. Mas admite que o rapaz está cada vez mais em evidência. O que já o faz pensar em proteger o patrimônio:

– Jorge tem contrato até o fim de 2017. E o Flamengo tem um projeto para ele de longa vida. É um jogador em quem acreditamos. Em breve estaremos conversando sobre a extensão de seu contrato – afirmou.

Fonte: Marluci Martins

quarta-feira, 22 de julho de 2015

Samir de Saída? Leia o motivo: Janela de Saída para Exterior fechará Brevemente

Com duas negociações no apagar das luzes na janela de transferências de fora para dentro do Brasil, o Flamengo espera disputar o segundo turno completo e mais equilibrado, como definiu o diretor de futebol Rodrigo Caetano. O equilíbrio por posições para virarem peças no esquema tático de Cristóvão, porém, passa também pela contabilidade do clube da Gávea. Sem vendas expressivas neste ano e nas últimas temporadas – ano passado ficou em 10º no ranking dos clubes brasileiros que mais arrecadaram com transferências e em 2013 não aparece nem entre os 12 primeiros da lista -, o clube aguarda o fim da janela de saída para equilibrar suas contas.

No orçamento do Flamengo, há previsão de vendas que atinjam valor de R$ 10 milhões. Entre as sondagens recentes, a diretoria aguarda proposta oficial para analisar a venda do zagueiro Samir. No ano passado, a venda de Hernane representava, em tese, quase o dobro do valor esperado para receber em vendas de direitos de jogadores neste ano – segundo balanço patrimonial do clube, o Flamengo arrecadou com cessões de direitos econômicos R$ 19,5 milhões.

Líder em arrecadação no futebol brasileiro em 2014, com receita total de R$ 347 milhões, o Flamengo nos últimos tempos dependeu menos das vendas de jogadores e mais das receitas oriundas de patrocínio e das cotas de TV. O que não quer dizer, absolutamente, que possa prescindir da arrecadação com venda de atletas, um dos principais tripés de receitas no futebol brasileiro.

– Precisamos (vender), claro. Mas as janelas (de transferências) são descasadas. Trouxemos jogadores agora, mas a janela de saída vai até o final de agosto. Existe a necessidade (de saída de atletas). Nenhum clube no futebol brasileiro pode se dar ao luxo de não vender. O (clube) que falar diferente, na minha visão, está faltando com a verdade. Você forma, tem o retorno técnico do atleta e depois tem o retorno financeiro – lembrou o diretor de futebol do Flamengo, Rodrigo Caetano.

Na busca por reforços para este ano, o Flamengo se alimentou principalmente do mercado interno. Foi assim com Marcelo Cirino, ex-Atlético-PR. Também foi desta maneira com Ayrton e Alan Patrick, do Palmeiras, e Guerrero e Sheik, que pertenciam ao Corinthians. As contratações de César, por empréstimo ao Benfica, e de Ederson, que rescindiu com a Lazio, eram promessas da diretoria rubro-negra para este ano: o presidente Eduardo Bandeira de Mello dizia que em 2015 os valores de investimentos já seriam mais altos. E em 2016, a expectativa é de mais contratações. No orçamento aprovado para este ano – que inclui R$ 20 milhões em aditivo para contratações -, a previsão de investimentos em aquisição de atletas era de R$ 30 milhões.

– Neste momento, procuramos justamente contratar jogadores para dar equilibrada boa no elenco. Precisamos de opções no segundo semestre, num momento em que não podemos pecar por não ter jogadores especialistas na função – afirmou o diretor do Flamengo.

Fonte: Globoesporte

terça-feira, 21 de julho de 2015

Ex seleção Brasileira, Lion/França e Lazio/ITA, jogador fecha com Flamengo e receberá R$200.000,00 mensais

Ederson rescindiu contrato com a Lazio e está a caminho do Flamengo. Com apenas quatro partidas no último campeonato italiano, o meia demonstrou muita vontade de jogar. Como o blog já informou, abre mão de quantia considerável para ter a chance de defender o time carioca, que ele vê como uma grande oportunidade neste momento. O atleta será apresentado assim que chegar da Itália.

O blog apurou que Ederson ganhará em torno de R$ 200 mil mensais no Flamengo, cifras “modestas” em relação ao que costumam receber jogadores de times grandes, principalmente com passagens por seleção e futebol europeu. O atleta terá direito a bônus se for novamente convocado para o time cebeefiano. Ele foi chamado nos tempos de Mano Menezes, mas se lesionou com apenas três minutos em campo.

Evidentemente, se for para a seleção Ederson custará mais, contudo, isso significará, ao menos em tese, que ele estará atuando com freqüência e jogando bem a ponto de ser lembrado pelo técnico do selecionado nacional. As negociações com o meia, que também vestiu a camisa do Lyon, vêm sendo feitas pelo diretor executivo de futebol, Rodrigo Caetano. O dirigente afirma que este é o único jogador com o qual negocia.

Fonte: Blog do Mauro Cézar Pereira

Rescisão de Ederson: Janela de Transferência Fecha hoje e Fla Corre contra o tempo

Ou vai ou racha. A janela brasileira de transferências se fecha para o mercado internacional da bola nesta terça à noite. No Flamengo, é o Dia D para ter Ederson. Mas a data representa mais do que o prazo para ter o meia, que busca a rescisão com a Lazio. É a última chance de o clube trazer um camisa 10 de nível internacional, sonho da diretoria e da torcida.

Após o vazamento do acordo entre o Flamengo e o meia, que está sem espaço no time italiano, o negócio retrocedeu. A Lazio quer uma compensação financeira para liberá-lo, enquanto o Rubro-negro não dispõe de recursos.

— A situação segue do mesmo jeito. As informações que tive dão conta de que a tentativa dele de sair (da Lazio) não está nada fácil. A divulgação do negócio atrapalhou muito. Ficou difícil — afirmou o diretor de futebol Rodrigo Caetano.

Flamengo e Ederson acertaram um vínculo de três anos. Mas, para inscrevê-lo, o clube precisa que a rescisão do apoiador saia ainda nesta terça. Caso contrário, ele não poderá jogar pelo Rubro-negro (ou por qualquer outra equipe brasileira) este ano.

Neste caso, a frustração em caso de fracasso é maior devido à importância dada à contratação de um camisa 10. A função sempre foi tratada como prioridade no clube, que carece de um jogador nesta posição. Só neste ano, o clube já tentou, além de Ederson, Montillo e Ganso, todos sem sucesso.

Se não tiver êxito nesta terça, restará ao Rubro-negro o mercado nacional, onde só pode contratar jogadores que ainda não disputaram sete partidas do Brasileiro — ou pinçar alguma aposta da Série B. O problema é que a maioria dos meias de peso já ultrapassaram o limite de jogos.

Dos poucos que ainda não atuaram sete vezes na Série A, está o argentino D’Alessandro, intocável no Internacional. Ganso, que já esteve na mira, já estourou a meta. O movimento do ponteiro do relógio dá o tom da tensão na Gávea.

Fonte: Extra

Fla ainda mais forte: Empresário e Executivo do BNDES por 20 anos será candidato presidência do Fla 2016/2018

Ex-vice de futebol rubro-negro deve lançar candidatura quinta; pleito é em novembro

Surgiu o primeiro candidato para ser o próximo presidente do Flamengo.

Segundo o colunista Ancelmo Gois, do jornal “O Globo”, trata-se de Wallim Vasconcellos, ex-vice de futebol da atual diretoria que deixou o cargo em junho do ano passado.

A decisão foi tomada em conjunto com integrantes da Chapa Azul, vencedora das últimas eleições do clube, na noite desta segunda-feira em um restaurante da Zona Sul do Rio de Janeiro.

A candidatura deve ser lançada nesta quinta para o pleito de novembro, que vai eleger o mandatário para o triênio 2016-2018.

Fonte: Globoesporte

segunda-feira, 20 de julho de 2015

Wallace tenta estragar a festa de Guerrero e apesar das desculpas, jogador terá problemas na Gávea

O Flamengo vivia dias tumultuados. Os jogadores protegidos por seguranças, ouviam torcedores organizados os ameaçarem de agressão. Dirigentes deixavam claro que o time era fraco por falta de dinheiro. A imprensa carioca não se conformava com os péssimos resultados. Havia o medo de rebaixamento na Gávea.

A diretoria resolveu investir pesado. Eduardo Bandeira de Mello, pressionado, percebeu que deveria mudar a sua filosofia. Economizar iria ficar para segundo plano. Ou sua chance de reeleição no final do ano seria nula. Buscou a personalidade e a maturidade de Sheik e o potencial de idolatria de Guerrero.

Foi um tiro certeiro. Carismáticos, talentosos, os dois precisavam também se reinventar. Sheik precisava mostrar que sua carreira não estava no final, como parecia no Corinthians. E o peruano provar que valia cada centavo que a diretoria corintiana não quis apostar no seu futebol. Afinal, são mais de R$ 41 milhões em um longo contrato de três anos que assinou.

Nem mesmo os familiares de Guerrero esperava um começo tão fulminante. O atacante não só se encaixou perfeitamente no grupo, como está mostrando todo seu potencial. De forma efetiva. Foram três jogos e três gols determinantes. Primeiro em Porto Alegre, contra o Internacional, arrancando três pontos diante da apaixonada torcida colorada. Depois, a festa foi em Recife. Os pernambucanos do Náutico haviam conseguido empatar em 1 a 1 no Maracanã, quando o time carioca ainda não tinha Guerrero. Com ele em campo, o Flamengo se impôs, vencendo por 2 a 0, com o peruano marcando o segundo, definindo a partida e a classificação para as oitavas de final.

Eis que chega a partida contra o Grêmio. Estreia do atacante diante da torcida. Atleta que a direção do Flamengo sonha em transformar não só em ídolo flamenguista. Mas no maior do país. Seus especialistas em marketing já buscam contatos em agências para transformá-lo em garoto propaganda. Até o placar do estádio se rende à estreia.

51.055 torcedores pagaram para ver a estreia de Guerrero na sua casa, o Maracanã. O maior público no Brasileiro foi responsável por uma arrecadação de R$ 2.070.015,00. O adversário, o aguerrido Grêmio, de Roger. Foi um jogo pegado, batalhado, sofrido. Mas a estrela do peruano e o seu faro de artilheiro seguiram firme. Oportunista, não desperdiçou a chance, depois de rebote de Marcelo Grohe, aos 40 minutos do primeiro tempo.

A arena pareceu balançar. Ele fez questão de comemorar com os seus companheiros de time. A partida continuou duríssima. César teve de se empenhar, fez ótimas defesas. Aos 30 minutos do segundo tempo. Escanteio para o Flamengo, Airton bate muito bem na bola. Guerrero salta e ajeita para Wallace, o zagueiro livre na área cabeceia forte, no travessão. Mas o gol do peruano foi suficiente. Festa no Maracanã. Afinal, nas últimas três partidas jogando no estádio mais importante do Brasil, o clube havia sido derrotado.

“Estou muito feliz. Lindo o ambiente. É legal ver a torcida feliz porque o time ganhou. Trabalhamos forte porque sabíamos que o Grêmio seria forte e duro. Trabalho para o time. Fiz um gol para ajudar. Se não tivesse feito, também estaria feliz. O grupo entra em campo para jogar. Acho que o Flamengo tem elenco bom e de qualidade. Tenho certeza que esse time vai seguir dando alegria.” As declarações de Guerrero foram perfeitas. Mostrou seu entusiasmo, mas valorizou o grupo. Não quis capitalizar, ficar com todo o crédito. Postura digna, correta.

Mas do outro lado do gramado, inesperada água fria. Vindo de quem menos se esperava.

“A torcida veio por causa do Guerrero, não foi por causa de nós, não.

Tínhamos que ganhar simplesmente por ser o Flamengo e por ser a nossa obrigação, em casa, com a torcida enchendo o estádio. A estreia do Guerrero no Maracanã é importante, mas tínhamos de vencer com ou sem ele.”

A ironia e a irritação partiram justo do jogador melhor dotado intelectualmente do elenco de Cristóvão. Justo o capitão do time resolvia estragar o ótimo momento. A ressurreição fantástica do time. Parecia que estava incomodado com o sucesso do novo ídolo flamenguista. Tomado de um sentimento menos nobre, a inveja.

Wallace foi massacrado nas redes sociais. Torcedores passaram todo o final de semana cobrando sua saída do time, do clube. Principalmente membros das organizadas. Conselheiros também passaram a cobrar uma atitude de Eduardo Bandeira de Mello. O capitão da equipe não poderia sabotar o Flamengo. A imprensa carioca também ficou revoltada. Justo agora que estava nascendo um ídolo na Gávea, alguém tentava atrapalhar.

Nem o jogador e muito menos a direção do clube esperavam uma reação tão violenta. Wallace precisava se explicar. Mas o domingo era de folga. Só que não havia como esperar até hoje. Seu pedido de desculpas veio pelo facebook.

“Ontem após a vitória do Flamengo contra o Grêmio, dei uma entrevista na saída de campo e fui mal interpretado por algumas pessoas. No Corinthians, um dos jogadores que eu mais era próximo era o Guerrero. Portanto, não existe ciúmes.

“Pelo contrário, eu o exaltei e frisei a importância dele pro time, já que com ele em campo ainda não perdemos. Não tenho a menor dúvida sobre a paixão da torcida pelo Flamengo. Em dois anos e meio de clube, já vi e vivi coisas que não presenciei em lugar algum.

“Mas, ao meu ver, pelo que estávamos jogando, não merecíamos um estádio lotado como aquele. O apelo do jogo foi a estreia do nosso atacante. E foi isso que quis dizer. Mas, se algum flamenguista entendeu de outra forma, minhas sinceras desculpas. Tenham certeza que estarei sempre pensando no melhor para o nosso time.”

Wallace mexeu em um vespeiro. A repercussão continua fortíssima nas redes sociais. Cresce o apelo aos dirigentes flamenguistas que negociem o zagueiro. Conselheiros ainda seguem irritados. Dirigentes e Cristóvão acreditam que todo esse clima ruim foi criado de forma desnecessária pelo jogador.

Há a certeza de que é preciso mais. Mostrar publicamente que não há inveja, ciúmes. No treinamento do Flamengo seria ótimo um velho truque. Um longo abraço entre o capitão do time e o atacante. Que dê tempo para os fotógrafos e cinegrafistas capricharem e mostrar que não há ressetimento na Gávea. E que o foco volte apenas na luta pela recuperação do Flamengo no Brasileiro. O time segue apenas a três pontos da zona do rebaixamento, mesmo com as duas vitórias desde a chegada de Guerrero.

Faltou bom senso a Wallace. Justo o capitão do time. O mais esclarecido. Não tinha o direito de estragar a festa que era do Flamengo e não de um jogador. E agora paga por isso…

Fonte: Cosme Rimoli

Rei do tapetão (Leia o motivo) consegue 9.075 sócios em 1 dia, Flamengo segue subindo

O time que deve 3 rebaixamentos, conseguiu a proeza de conquistar 9.075 sócios em um dia, time que nem deveria estar disputando a série A, pois está devendo dentro de campo 3 rebaixamentos, haja tapetão pra salvar este time que chama-se Fluminense, O Rei dos Tapetões

De 1996 à 1999 o clube obteve sucessivas quedas e duas viradas de mesas com direito a champagne do presidente da época, que vergonha! Retornou a Série A sem precisar conquistar a vaga no campo.

No primeiro ano, time caiu, mas foi beneficiado por uma virada de mesa no ano seguinte após denúncias de pagamento de propina para árbitros. Ivens Mendes , então diretor da comissão de arbitragem da CBF, foi o principal acusado. A virada de mesa foi comemorada pelos cartolas com champagne nas Laranjeiras.

No campeonato seguinte , o Fluminense não aprendeu e o time fracassou novamente, Desta vez, o time de coração de João Havelange , então presidente, caiu.

Em 1998, o clube sucumbiu pela terceira vez e caiu para a terceira divisão.

No ano seguinte, a Unimed começou a parceria , que durou até este ano, 2015. Com dinheiro, o clube apostou no trabalho de Parreira, que também torce pelo tricolor, e venceu a série C com dificuldades.

Em 2000,o Fluminense pulou da 3ª divisão para primeira divisão, ajudado por uma nova virada de mesa. Desta vez, o caso Sandro Hiroshi, jogador do São Paulo que disputou o Brasileiro do ano anterior com documentação irrregular, foi a desculpa.

Na época, o time do Morumbi perdeu pontos e criou um impasse sobre o último rebaixado (Botafogo ou Gama). Com o time de Brasília lutando na Justiça, a CBF articulou uma nova virada de mesa ao passar a organização do campeonato somente naquele ano para os Clubes do 13, entidade que reúne oa principais times do país. Nesta jogada, Fluminense de novo, Juventude , América/MG e Bahia voltaram para elite na base do tapetão, sem adquirir o direito dentro do campo.

Em 2013, o Fluminense foi beneficiado pela 3ª  vez, O STJD confirmou, em julgamento, a punição da Portuguesa pela escalação do meia Héverton na partida diante do Grêmio em 8 de dezembro. Com a decisão, o clube paulista perdeu quatro pontos (três pela irregularidade e mais um pelo empate) e, com 44 pontos, foi rebaixado à Segundona. Com isso, o Fluminense se salvou da degola. 


domingo, 19 de julho de 2015

Sinceridade não ganha jogo, vamos jogar bola! Wallace sobre torcida: ‘Veio por causa do Guerrero, não por causa de nós’

A vitória do Flamengo com a marca de Guerrero deixou o capitão do time, Wallace, um pouco irritado por conta da série de perguntas exaltando o artilheiro em detrimento da equipe. Ao ser questionado sobre a participação do camisa nove na vitória sobre o Grêmio, o zagueiro ironizou a torcida.

— A torcida veio por causa do Guerrero, não foi por causa de nós, não — afirmou, à Rádio Bradesco Esportes, complementando:

— Tínhamos que ganhar simplesmente por ser o Flamengo e por ser a nossa obrigação, em casa, com a torcida enchendo o estádio. A estreia do Guerrero no Maracanã é importante, mas tínhamos de vencer com ou sem ele —, disse Wallace.

Em outro momento da saída de campo, desta vez ao PFC, o jogador foi mais contido, mas deixou claro mais uma vez que a vitória creditada apenas a Guerrero incomodou.

— O Flamengo tem que vencer independente do Guerrero. Mas é inegável a qualidade que ele nos trouxe. Hoje, mais uma vez, ela foi fundamental. O Guerrero foi Guerrero hoje.

Fonte: Extra

Novo Camisa 10 Confirmado: Ederson da Lazio é do Mengão, diretoria anunciará oficialmente 2ª feira

A diretoria do Flamengo já encontrou o camisa 10 que fará a alimentação entre o meio-campo e o ataque.

Nesta segunda-feira, o clube deverá anunciar oficialmente a contratação de Ederson, de 29 anos, jogador revelado pelo RS Futebol Clube em 2001, com passagens pelo Juventude e Internacional, atualmente na Lázio, da Itália, mas que está há onze anos no futebol europeu.

O jogador, campeão mundial com a seleção brasileira sub 17 em 2003, e que chegou a ser convocado por Dunga antes da Copa de 2010, na África do Sul, já tem as bases de um contrato de três anos acertadas com o Flamengo e agora negocia sua rescisão com o clube italiano para retornar ao futebol brasileiro.

Ederson trabalhou com Rodrigo Caetano no RS e fez parte da geração que tinha ainda os zagueiros Thiago Silva e Naldo, os dois também em atividade no futebol europeu.

Considerado um camisa 10 clássico, com excelente visão de jogo, força e velocidade, Ederson gostou de ter sido lembrado pelo Flamengo e conseguiu que os dirigentes da Lazio antecipassem a rescisão do contrato.

Os italianos pagaram cerca de dez milhões de euros para tirá-lo do Olimpique Lyon, em 2012, depois de nove temporadas no futebol francês _ quatro pelo Nice e cinco pelo Lyon, onde chegou a alinhar com Juninho Pernambucano.

Em janeiro do ano passado, o meia teve um rompimento do tendão de aquiles que o afastou do time por cerca de dez meses, _ contusão que atrapalhou sua afirmação ao lado do alemão Klose.

Em 2011, antes de ser negociado com o clube italiano, Ederson esteve próximo de acertar sua transferência para o Flamengo, esbarrando, no entanto, nos valores exigidos pelos dirigentes do Lyon, à época.

Fonte:Gilmar Ferreira

sábado, 18 de julho de 2015

Festa no Maraca: Guerrero marca e dá vitória ao Flamengo sobre o Grêmio

Vitória graças a um chute preciso e de raro oportunismo saído de um camisa 9 candidato a ídolo de um dos maiores clubes do Brasil. Sim, Guerrero, sim, Flamengo. Em sua estreia no Maracanã com a camisa rubro-negra, após 50 dias desde o anúncio da contratação, o centroavante foi o nome do 1 a 0 sobre o Grêmio, neste sábado, pelo Brasileirão. Resultado que fez o time carioca subir na tabela e colocou o G-4 do gaúcho em risco.

Com a vitória, a primeira em casa depois de três derrotas consecutivas, o Flamengo subiu para o 13º lugar, agora com 16 pontos. Pode perder posições no complemento da rodada, porém, sem risco de voltar ao Z-4. O Grêmio, por ora, se mantém em quarto, com 26 pontos. São Paulo e Sport se enfrentam e um deles pode tomar a posição.

O Flamengo volta a campo, domingo, às 16h, no Serra Dourada, diante do Goiás. Antes do Brasileirão, o Grêmio tem a Copa do Brasil: desafia o Criciúma, terça-feira, às 21h, no Heriberto Hülse, tendo de reverter o 1 a 0 da semana passada para chegar às oitavas de final. Só no sábado, às 19h30, na Arena, retoma o campeonato de pontos corridos, contra o Sport.

Empurrado pela torcida, o Flamengo começou melhor. O Grêmio não encaixou a marcação, foi envolvido. Sheik carregava a bola, tramava com competência. Canteros perdeu a primeira chance. Grohe fez boa defesa em chute de Guerrero. Só, então, o Tricolor equilibrou. Passou a ter mais posse de bola. Em boa tabela com Luan, Galhardo chutou no travessão. Aí, o peruano desequilibrou: aproveitou rebote do goleiro, após milagre em cabeçada de Marcelo, e abriu o placar. Eram 40 minutos da etapa inicial e o Maraca veio abaixo.

No segundo tempo, o Grêmio melhorou. Mas faltou efetividade. Pedro Rocha driblou o goleiro, mas chutou para fora. César ainda fez boas defesas, em chutes de falta e de escanteio. Grohe salvou o segundo gol de Guerrero, mas quase deu um a Sheik ao sair mal. Rhodolfo salvou em cima da linha. Wallace ainda cabeceou na trave.

O Flamengo registrou o seu maior público em casa no Brasileirão: 51.055 (44.318 pagantes), para uma renda de R$ 2.070.015,00.

Fonte: Globoesporte.com